Apollonia Vitelli-Corleone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Apollonia Corleone
Nome original Apollonia Vitelli
Língua original Italiano (dialeto siciliano)
Nascimento 1931
Sicília,  Itália
Falecimento 1948
Bagheria,  Itália
Origem  Itália
Família Corleone
Filme(s) The Godfather
Interpretado por Simonetta Stefanelli
Projecto Cinema  · Portal Cinema

Apollonia Vitelli-Corleone é uma personagem de ficcção do romance de Mario Puzo, The Godfather. Foi interpretada pela atriz Simonetta Stefanelli na adaptação cinematográfica de Francis Ford Coppola.

História[editar | editar código-fonte]

Apollonia, uma moça de 17 anos que mora na Sicília, conhece Michael Corleone logo depois que ele chega na Sicília. Uma cena humorística resulta quando Michael e seus guarda-costas consultam Signore Vitelli, um taberneiro local, para identificar a moça por qual Michael está apaixonado, descrevendo-a como uma mulher de características gregas e usando um vestido roxo e arco de cabelo rosa. Vitelli diz com raiva que não a conhece, então deixa a sua mesa de repente, frustrado e indignado. O guarda-costas de Michael percebe que ela é filha do próprio Signore Vitelli e tenta fugir, mas Michael, falando através de seu guarda-costas de confiança e intérprete Fabrizio, ganha o respeito de Signore Vitelli, apresentando-se e pedindo desculpas por qualquer ofensa que ele tenha feito. Ele então pede para visitar a moça e recebe permissão de Signore Vitelli para ver Apollonia sob a vigilância de sua família.

Depois de um breve namoro, eles se casam, mas Apolônia, ao tentar mostrar a Michael que ela aprendeu sozinha a dirigir o carro dele (um Alfa Romeo), é morta por uma bomba destinada a seu marido. O ataque foi obra de Fabrizio, que tinha traído a Michael Corleone em favor dos inimigos da família em Nova York. No livro, ela está grávida no momento da sua morte. A explosão é forte o suficiente para jogar Michael para longe e deixá-lo inconsciente por uma semana.

A vingança de Michael[editar | editar código-fonte]

No romance, Michael vinga a morte Apollonia Corleone. Fabrizio se encontra trabalhando uma pizzaria em Buffalo, Nova York. Ele leva um tiro no peito, disparado por um assassino que entra na pizzaria. O assassino então diz a ele: "Michael Corleone manda lembranças", antes de disparar contra ele novamente na cabeça. Em uma cena deletada do filme, Michael mata Fabrizio com uma explosão semelhante à que matou Apollonia.[1]

Referências