Tear down this wall

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

"Tear down this wall!" (em português "Derrube este muro!") foi um desafio do então presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan ao líder da União soviética Mikhail Gorbachev a destruir o Muro de Berlim.

Em um discurso junto ao Portão de Brandemburgo, em 12 de junho de 1987, na comemoração do 750º aniversário de Berlim, ao falar sobre o Muro, Reagan propôs a Gorbachev, então secretário geral do Partido Comunista Soviético, que se derrubasse o muro como sinal do desejo de Reagan em aumentar a liberdade no Bloco do Leste.

Contexto político[editar | editar código-fonte]

Ronald Reagan falando em frente ao Portão de Brandemburgo no Muro de Berlim

Construído em 1961, o Muro de Berlim tornou-se um símbolo do comunismo. No discurso Ich bin ein Berliner , o ex-presidente americano John F. Kennedy alegou que o repentino suporte dos EUA à Alemanha Ocidental, logo após ter-se erigido o muro, foi um movimento para evitar fluxo do Leste para o Oeste.

A visita do presidente em 1987 foi a sua segunda dentro de cinco anos. Aconteceu em um tempo de elevada tensão entre o Leste e o Oeste, causada primariamente pelo debate sobre a presença de mísseis americanos de curto alcance na Europa e o acúmulo de material de defesa, mesmo estando em tempo de paz. Reagan havia agendado a participação numa cúpula do G7 em Veneza, Itália, e depois fez uma rápida parada em Berlim.

O Portão de Brandemburgo foi escolhido para destacar a convicção do presidente de que a Democracia ocidental oferecia a melhor alternativa para o fim do Muro.

O discurso[editar | editar código-fonte]

Chegando em Berlim a 12 de junho de 1987, o presidente e a primeira-dama Reagan estiveram no Reichstag, de onde avistaram o muro de uma sacada. Reagan então fez seu discurso ao portão de Brandemburgo às 14:00, em frente a dois painéis de vidro a prova de balas que o protegiam de franco-atiradores da Berlim Oriental. Cerca de 45 000 pessoas assistiam; dentre os espectadores estava o presidente da Alemanha Ocidental, Richard von Weizsäcker, o chanceler Helmut Kohl e o prefeito da Berlim Ocidental, Eberhard Diepgen. Naquela tarde, Reagan disse:

Referências