Boca do Mato (Cachoeiras de Macacu)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rio Macacu
Mapa do estado do Rio de Janeiro (em destaque: município de Cachoeiras de Macacu)

Boca do Mato é um bairro de Cachoeiras de Macacu, distante uns 9 quilômetros da sede municipal e 29 km de Nova Friburgo, município vizinho. Está situado na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, com altitude entre 230 a 1079 metros. Tem clima agradável, com temperaturas que no inverno podem atingir 5°C ou até menos. Imerso na Mata Atlântica, é cortado por rios e córregos de águas cristalinas que serpenteiam pela floresta cerrada e preservada; o rio Macacu (palavra que deriva do nome de uma palmeira, já extinta, chamada "macacu") é o maior em volume de água.

Boca do Mato é rica em atrativos: mata fechada, natureza exuberante, enormes cachoeiras, árvores centenárias - sendo a mais famosa um gigantesco jequitibá, cuja idade foi datada por técnicos especializados como bem anterior à descoberta do Brasil - trilhas com diversos níveis de dificuldades, construções antigas, algumas bem preservadas e a sede administrativa do Parque Estadual dos Três Picos, de onde se pode chegar, por trilhas e com a ajuda de guias, à região das baixadas litorâneas.

No passado Boca do Mato era uma das estações do extinto ramal de Cantagalo da Estrada de Ferro Leopoldina, que ligava Cachoeiras de Macacu a Nova Friburgo e que foi construído em terras doadas por Afonso Coda, casado com uma das mais ilustres personalidades do bairro, Maria José Coda, conhecida como Dona Zizinha. Ela foi a pioneira na atividade hoteleira local, pois na década de 50 a única pousada existente pertencia a ela. O imóvel, sede da fazenda de Afonso Coda, construído há cerca de 220 anos, ainda está lá, preservado e mantido pelos descendentes dos pioneiros na colonização daquela região.

Na estação ferroviária de Boca do Mato, os trens movidos a vapor, oriundos de Cachoeiras de Macacu, paravam e eram divididos em composições, cada uma com dois vagões tracionados por uma locomotiva pequena, porém possante o bastante para vencer rampas na serra, todas bastante íngremes, até chegar ao ponto culminante de seu trajeto, local conhecido como Alto da Serra, entre Cachoeiras e Friburgo.

Atualmente sem os trilhos, o caminho que era percorrido pelo trem é usado por praticantes de trekking e ecoturismo, sendo um importante roteiro ecológico e cultural, pois guarda, ainda em razoável estado de conservação, antigas pontes de ferro e estações, estas já encobertas pela floresta.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.