24E CCFL

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Logo ccfl.png
 24E 

Praça Luís de Camões ⇄ Campolide
 24E  Praça Luís de Camões ⇌ Campolide Logo ccfl.png
Unknown route-map component "uvWSLa"
Unknown route-map component "uvBHF(R)f-STR" + Unknown route-map component "v-NULg"
Praça Luís de Camões (só subida)
Unknown route-map component "uvSTRfg"
 28E 
Unknown route-map component "uvSTR-BHF(L)g" + Unknown route-map component "vNULf-"
Praça Luís de Camões (só descida) Metropolitano Lisboa logo.svg
Unknown route-map component "uvSTRfg"
 28E 
Unknown route-map component "uvSTRfg"
Baixa-ChiadoMetropolitano Lisboa monologo.svg
Unknown route-map component "uvBHF(R)f-STR" + Unknown route-map component "v-NULg"
Praça Luís de Camões Metropolitano Lisboa logo.svg
Unknown route-map component "uvSTRfg"
 202   758 
Unknown route-map component "uvSTRfg"
Baixa-ChiadoMetropolitano Lisboa monologo.svg
Unknown route-map component "uSPLe"
Urban stop on track
Largo Trindade Coelho
Urban straight track
 202   758 
Urban stop on track
Ascensor da Glória
Urban straight track
 202   758   Glória 
Unknown route-map component "uSPLa"
Unknown route-map component "uvSTR-BHF(L)g" + Unknown route-map component "vNULf-"
São Pedro de Alcântara
Unknown route-map component "uvSTRfg"
 202   758 
Unknown route-map component "uSPLe"
Urban stop on track
Príncipe Real
Urban straight track
 202   758   773 
Urban stop on track
Rua da Escola Politécnica
Urban straight track
 202   758   773 
Urban stop on track
Rato Metropolitano Lisboa logo.svg
Urban straight track
 202   706   709   713   720 
Urban straight track
 727   738   758   773   774 
Urban straight track
RatoMetroLisboa-linha-amarela.svg
Urban stop on track
Jardim das Amoreiras
Urban straight track
 713   774 
Unknown route-map component "uSPLa"
Unknown route-map component "uvSTR-BHF(L)g" + Unknown route-map component "vNULf-"
Rua das Amoreiras
Unknown route-map component "uvSTRfg"
 713   774 
Unknown route-map component "uvBHF(R)f-STR" + Unknown route-map component "v-NULg"
Rua das Amoreiras
Unknown route-map component "uvSTR-BHF(L)g" + Unknown route-map component "vNULf-"
Amoreiras⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Unknown route-map component "uvBHF(R)f-STR" + Unknown route-map component "v-NULg"
Avenida Conselheiro Fernando Sousa
Unknown route-map component "uvSTRfg"
 202   713   758 
Unknown route-map component "uvBHF(R)f-STR" + Unknown route-map component "v-NULg"
Campolide (Avenida Conselheiro Fernando Sousa)
Unknown route-map component "uSPLe"
Urban End station
Campolide
 202   701   702   712   713   742   758 
CCFL 745 servindo a carreira 24 na direção Carmo, já na década de 1990.
 24E  Praça Luís de Camões ⇄ Campolide

Finalmente reaberta em 2018, a atual carreira 24E (Camões-Campolide) foi um caso único entre as linhas abandonadas da rede de elétricos de Lisboa: Apesar de encerrada em 1995, na última grande retração da rede, parte do percurso foi mantido funcional, sendo a reabertura repetidamente ventilada mas sempre adiada durante mais de duas décadas.[carece de fontes?]

História[editar | editar código-fonte]

Carro unidirecional n.º 510 descendo o Largo Rafael Bordalo Pinheiro, na carreira 24, em 1979.

Por volta de 1994, era identificada com a cor verde em folhetos informativos da Carris.[1]

Reabertura suspensa (1995-2018)[editar | editar código-fonte]

Desde o seu encerramento em 1995, a reintrodução deste percurso foi repetidamente ventilada. Para esse efeito, a infraestrutura (de Campolide ao Carmo, via Rato e Amoreiras), tanto a via como a rede aérea, foi mantida mais ou menos viável, com repetidas interrupções e recuperações — caso único entre as linhas abandonadas de Lisboa.[carece de fontes?]

Em 1997, previa-se uma reabertura para breve, com a Câmara Municipal de Lisboa a anunciar um investimento de 200 milhões de escudos (aprox., um milhão de euros) em apoios à Carris e em obras de sua responsabilidade para recuperação da via, no âmbito de um protocolo assinado entre as duas entidades;[2] essa reabertura, tal como outras anunciadas posteriormente, não se viria a verificar.

Mais uma vez a reabertura do troço foi prometida em inícios de 2014: O vereador Manuel Salgado fez saber que estava «para breve» uma intervenção visando recuperar o Largo Rafael Bordalo Pinheiro, a qual inclui a reativação da «linha do eléctrico »(…)« para transporte de turistas e também da rede pública»; o financiamento proviria do PIPARU e o valor-base não excedia 265 mil euros.[3] Não é claro como se faria a articulação desta iniciativa com o resto da rede (limitada que estava a um curto segmento da “raquete” terminal da linha, ao Carmo), nomeadamente na ligação com a Estação de Santo Amaro, para recolha, nem como se teria financiado a recuperação do restante trajeto.

CCFL 574 na R. Escola Politécnica, no dia da reinaguração da carreira 24E.

Reabertura (Abril de 2018)[editar | editar código-fonte]

Em Dezembro de 2016, o presidente da Câmara de Lisboa anunciou que a reabertura desta carreira está para breve entre o Cais do Sodré e Campolide. Não está prevista porém, a reabertura do percurso integral, até ao Alto de São João via Arco Cego.[4]

No Cais do Sodré, foi remodelada a raquete para a carreira 18E e tendo em vista a futura reativação da carreira 24E no troço entre a Praça Luís de Camões e aquele local. Estas obras ficaram concluídas no inicio de 2017.[4]

No Largo de Campolide, foi remodelada a raquete tendo em vista a reativação desta carreira. A remodelação incidiu nomeadamente na criação de uma zona exclusiva ao elétrico para a instalação de uma futura paragem. Estas obras também ficaram concluídas no inicio de 2017.[4]

Em Dezembro de 2017, a Carris divulgou o seu Plano de Atividades e Orçamento relativo ao ano 2018[5], no qual está incluída a reativação da carreira 24E entre o Cais do Sodré e Campolide.[6]

A 20 de Abril de 2018, a Carris anunciou que a linha iria ser reaberta a 24 de Abril de 2018, anúncio que se concretizou. Está também prevista a alteração de vias na zona da Praça Luís de Camões e a colocação de catenária na Rua do Alecrim de forma a possibilitar a expansão desta carreira ao Cais do Sodré.[7]

Percurso[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. De acordo com diagrama cartográfico em folheto informativo oficial Rede de Eléctricos CARRIS, ed. C.C.F.L. 1994:
  2. “Eléctrico volta ao Castelo” Correio da Manhã (1997.11.21): p.7
  3. Catarina GUERREIRO: “Largo Histórico com vida nova” Sol 390 (2014.02.21): p.22
  4. a b c Cardoso, Margarida David. «Lisboa. Eléctrico 24 vai estar de volta às ruas de Lisboa e as obras já começaram». PÚBLICO 
  5. «Plano de Atividades e Orçamento Carris 2018» (PDF). Carris - Companhia Carris de Ferro de Lisboa. Dezembro de 2017. Consultado em 11 de Abril de 2018 
  6. Group, Global Media (14 de dezembro de 2017). «Lisboa - Elétrico 24 vai ligar Cais do Sodré e Campolide». DN 
  7. Seara.com. «A 24E está de volta à cidade!». www.carris.pt. Consultado em 23 de abril de 2018 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre esta carreira

Ligações externas[editar | editar código-fonte]