Cronologia do Império do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é uma cronologia do Império do Brasil.

Reino do Brasil, unido aos reinos de Portugal e Algarves[editar | editar código-fonte]

1822[editar | editar código-fonte]

1823[editar | editar código-fonte]

1824[editar | editar código-fonte]

  • 13 de janeiro: Chega ao Rio de Janeiro o navio holandês Argo trazendo imigrantes alemães.
  • 25 de março: É outorgada a primeira constituição brasileira por Dom Pedro I.
  • 26 de maio: Os Estados Unidos da América são o primeiro país das Américas a reconhecer a Independência do Brasil (mais de um ano antes de Portugal ou qualquer outro país europeu).[1]
  • 2 de julho: É proclamada a Confederação do Equador, revolta republicana e separatista, em Recife, Pernambuco.
  • 7 de julho: Anexação da Comarca de São Francisco, desmembrada da província de Pernambuco, à província de Minas Gerais, por decreto.
  • 25 de julho: Os primeiros imigrantes alemães chegam ao Rio Grande do Sul.
  • 29 de novembro: As forças confederadas se rendem ao exército brasileiro. Fim da Confederação do Equador.

1825[editar | editar código-fonte]

1826[editar | editar código-fonte]

1827[editar | editar código-fonte]

1828[editar | editar código-fonte]

1829[editar | editar código-fonte]

1830[editar | editar código-fonte]

1831[editar | editar código-fonte]

  • 11 de março: Dom Pedro I retorna ao Rio de Janeiro.
  • 6 de abril: Ocorre uma grande manifestação popular no Rio de Janeiro.
  • 7 de abril: Nomeação de José Bonifácio tutor dos príncipes residentes no Brasil.
  • 7 de abril: Dom Pedro I abdica do trono em favor do filho Dom Pedro II. Início da Regência Trina Permanente.
  • 7 de abril: A Regência Trina Provisória, composta pelo marquês de Caravela, Campos Vergueiro e Francisco de Lima e Silva, é eleita.
  • 13 de abril: Dom Pedro I volta a Portugal junto com a imperatriz D. Amélia. O Hino Nacional Brasileiro é executado pela primeira vez.
  • 13 a 14 de abril: Confrontos entre nacionalistas e absolutistas no Rio de Janeiro, Noite das Garrafadas.
  • 18 de junho: A Regência Trina Permanente, composta por Francisco Lima e Silva, José da Costa Carvalho e João Bráulio Muniz, é eleita pela Assembleia Geral.
  • 18 de agosto: A Guarda Nacional é criada.
  • 14 de setembro: Revolta de soldadesca do 14º Batalhão de tropa de linha com a adesão de outros corpos, em Pernambuco (Setembrada).
  • 7 de novembro: Declaração de liberdade a todos os escravos que entrassem no Império a partir desta data por lei.

1832[editar | editar código-fonte]

1833[editar | editar código-fonte]

1834[editar | editar código-fonte]

  • 16 de janeiro: Revolta da Guarda Nacional (Carneirada) no campo dos Canecas.
  • 30 de maio: Revolta em Cuiabá. Matança de portugueses durante a Rusga, em Mato Grosso.
  • 12 de agosto: O Ato Adicional, também conhecido como a Lei das Reformas Constitucionais, é proclamado por lei com o estabelecimento da Regência Una.
  • 24 de setembro: Dom Pedro I, primeiro imperador do Brasil, morre em Queluz, Portugal.
  • 27 de outubro: Início da Cabanagem, no Pará.

1835[editar | editar código-fonte]

1836[editar | editar código-fonte]

1837[editar | editar código-fonte]

1838[editar | editar código-fonte]

1839[editar | editar código-fonte]

1840[editar | editar código-fonte]

1841[editar | editar código-fonte]

1842[editar | editar código-fonte]

1843[editar | editar código-fonte]

1844[editar | editar código-fonte]

1845[editar | editar código-fonte]

1846[editar | editar código-fonte]

1847[editar | editar código-fonte]

  • 22 de maio: Nomeação de gabinete ministerial presidido pelo Visconde de Caravelas.
  • 20 de junho: Criação da Presidência do Conselho de Estado assumida por Alves Branco, por decreto.
  • 31 de julho: O Liceu de Sergipe é fundado.

1848[editar | editar código-fonte]

1849[editar | editar código-fonte]

1850[editar | editar código-fonte]

1851[editar | editar código-fonte]

1852[editar | editar código-fonte]

1853[editar | editar código-fonte]

1854[editar | editar código-fonte]

1855[editar | editar código-fonte]

1856[editar | editar código-fonte]

1858[editar | editar código-fonte]

1859[editar | editar código-fonte]

1860[editar | editar código-fonte]

  • 28 de julho: O Ministério da Agricultura, Comércio e Obras Públicas é criado.

1861[editar | editar código-fonte]

1862[editar | editar código-fonte]

1863[editar | editar código-fonte]

1864[editar | editar código-fonte]

1865[editar | editar código-fonte]

1866[editar | editar código-fonte]

1867[editar | editar código-fonte]

1868[editar | editar código-fonte]

1869[editar | editar código-fonte]

1870[editar | editar código-fonte]

1871[editar | editar código-fonte]

1872[editar | editar código-fonte]

1873[editar | editar código-fonte]

1874[editar | editar código-fonte]

1875[editar | editar código-fonte]

1876[editar | editar código-fonte]

1877[editar | editar código-fonte]

  • 25 de setembro: Fim da segunda Regência da Princesa Isabel.
  • 29 de novembro: A primeira estação telefônica do país é inaugurada no Rio de Janeiro.

1878[editar | editar código-fonte]

1880[editar | editar código-fonte]

1881[editar | editar código-fonte]

1883[editar | editar código-fonte]

1884[editar | editar código-fonte]

1885[editar | editar código-fonte]

1886[editar | editar código-fonte]

1887[editar | editar código-fonte]

1888[editar | editar código-fonte]

1889[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k Vargas Garcia, Eugênio (1999). Cronologia das relações internacionais do Brasil. [S.l.: s.n.] ISBN 85-295-0013-X 
  2. «Título ainda não informado (favor adicionar)» 
  3. «Título ainda não informado (favor adicionar)» 
  4. a b c d e f g h D. Pedro II, livro de José Murilo de Carvalho, segunda edição, Companhia das Letras, 2007.
  5. «This Week in Civil War (em inglês)» 
  6. Victor M. Berthold (1922). History of the Telephone and Telegraph in Brazil, 1851-1921. [S.l.]: Nabu Press 
  7. «Título ainda não informado (favor adicionar)» 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A construção do Brasil (revista Nossa História), Editora Vera Cruz, 2006.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História do Brasil é um esboço relacionado ao Projeto História do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.