Símbolo sexual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Símbolo Sexual)
Ir para: navegação, pesquisa
Marilyn Monroe é considerada uma das mais notáveis sex symbol de todos os tempos.[1]

Símbolo sexual (sendo também comum o uso do termo inglês sex symbol) é o indivíduo notório que simboliza o ideal masculino ou feminino no plano da sensualidade e da sexualidade. É todo e qualquer personagem que possua apelo sexual suficiente para ditar comportamentos na sociedade. Alguns exemplos podem ser citados principalmente nos anos 50 onde esse comportamento começou a "nascer" mais fortemente.

Cinema[editar | editar código-fonte]

A atriz francesa Brigitte Bardot foi um dos principais símbolos sexuais das décadas de 1950 e 1960.[2]

Várias atrizes entraram para a história como ícones de sensualidade e beleza, muitas como Rita Hayworth, Marilyn Monroe, Raquel Welch, Brigitte Bardot, Sophia Loren, Grace Kelly, Megan Fox, Angelina Jolie, Audrey Hepburn, Elizabeth Taylor e muitas outras.[3] [4][5] Assim como muitas figuras masculinas foram grande referência de beleza e sensualidade como Marlon Brando, Montgomery Clift, Clint Eastwood, Mel Gibson, Rudolph Valentino, Elvis Presley, Richard Gere, James Dean, George Clooney e outros.

Video games[editar | editar código-fonte]

Personagens de jogos como Lara Croft se popularizaram como a imagem da "Mulher Perfeita".[4][5]

Desenhos[editar | editar código-fonte]

Grandes personagens da década de 80 a 90 ficaram consagradas como símbolos de beleza e poder, tais como Jessica Rabbit, Betty Boop e outros.[4][5]

Modelos[editar | editar código-fonte]

Também modelos famosas foram citadas ao longo dos anos nos mídia como sex symbols, tais como as supermodelos Christie Brinkley,[6] Cindy Crawford e Linda Evangelista, entre outros(as).[4][5]

Exemplos notáveis[editar | editar código-fonte]

Década de 1920[editar | editar código-fonte]

Década de 1930[editar | editar código-fonte]

Década de 1940[editar | editar código-fonte]

Década de 1950[editar | editar código-fonte]

Década de 1960[editar | editar código-fonte]

Década de 1970[editar | editar código-fonte]

Década de 1980[editar | editar código-fonte]

Década de 1990[editar | editar código-fonte]

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «BBC World Service - Witness, The Death of Marilyn Monroe». BBC. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  2. Brigitte Bardot: The Sexiest of All Sex Symbols HuffPost
  3. a b c Flexner, Stuart Berg; Soukhanov, Anne H. (1997). Speaking freely: a guided tour of American English from Plymouth Rock to Silicon Valley. [S.l.]: Oxford University Press. p. 373. ISBN 0-19-510692-X 
  4. a b c d http://cinema.uol.com.br/noticias/afp/2012/08/04/ha-50-anos-morria-marilyn-monroe-icone-eterno-da-sensualidade.htm  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  5. a b c d Uol. http://cinema.uol.com.br/noticias/afp/2012/08/04/ha-50-anos-morria-marilyn-monroe-icone-eterno-da-sensualidade.htm/  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  6. «Foxy in their fifties: The secrets of the sensational celebs who defy the ageing process». Daily Mirror (em inglês). Mirror online. 24 de maio de 2012. Consultado em 23 de setembro de 2013 
  7. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y «The Evolution of Sex Symbols». The Florida Times Union. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  8. Jules-Rosette, Bennetta (2007). Josephine Baker in art and life: the icon and the image. Chicago: University of Illinois Press. p. 54. ISBN 0-252-03157-1 
  9. «Theda Bara Sex Symbol:That Silent Film Vamp Drove Men Mad». The Atlanta Georgian. 1917 
  10. «The History And Abuse of The Fedora». The Escapist. 6 de março de 2014. Consultado em 6 de março de 2016 
  11. King, Susan (12 de junho de 1999). «Alluring 'It' Girl Clara Bow: Tormented Hollywood Outsider». Los Angeles Times. Consultado em 23 de abril de 2016 
  12. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax Hakala, Kate (17 de outubro de 2012). «The 50 Greatest Female Sex Symbols in Film History». Nerve. Consultado em 24 de abril de 2016 
  13. Eyman, Scott. "Briefly a Movie Actress— Still a Potent Sex Symbol" New York Observer (December 18, 2006)
  14. «Lord Byron's Taste in Men». 1 de janeiro de 2011. Consultado em 4 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 25 de janeiro de 2016 
  15. «Les Symboles Sexuels Anciens (1) : Lina Cavalieri». My Opera. Consultado em 17 de julho de 2009 
  16. a b Robertson, Pamela (1996). Guilty Pleasures: Feminist Camp from Mae West to Madonna. [S.l.]: I.B.Tauris. p. 38. ISBN 978-1-86064-087-2 
  17. «The Sewing Circle». google.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  18. «Rats and Squealers». google.com. Consultado em 6 de março de 2016 
  19. «Franz Liszt As An Early Sex-Symbol Celebrity». Classic FM. Consultado em 24 de abril de 2016 
  20. Hewett, Ivan (21 de abril de 2005). «Who needs this when the classics are already bursting with sex?». The Telegraph. Consultado em 24 de abril de 2016. The example of the greatest sex symbol classical music has ever produced - Franz Liszt - shows that looks are hardly the most important thing. True, Liszt was mesmerisingly good-looking when young, and when he strode on to the stage, his sword of Saint Stephen clanking at his side, and slowly peeled off his gloves, the ladies swooned. 
  21. «Spirits From the Vasty Deep». Nytimes.com. 22 de dezembro de 1996. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  22. «Melville Biography». Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  23. Film. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  24. Obituary Variety, November 6, 1968, page 71.
  25. Fields, Armond (2008). «Lillian Russell: A Biography of America's Beauty». McFarland. p. 215. ISBN 978-0-7864-3868-6 
  26. «Rudolph Valentino: Style Icon». Askmen. USA. 22 de outubro de 2009. Consultado em 1 de abril de 2011 
  27. a b c d e f g h i j k l m [1] Arquivado em 28 de outubro de 2014, no Wayback Machine.
  28. Caterson, Simon (6 de outubro de 2009). «Errol Flynn, man in tights». onlineopinion.com. Australia. Consultado em 5 de abril de 2011 
  29. a b [2] Arquivado em 23 de novembro de 2011, no Wayback Machine.
  30. Hollywood Stories. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  31. «Golden Boy: The Sexy Ways of Joel McCrea». Bright Lights Film Journal. Consultado em 18 de abril de 2014 
  32. Sadoff, Dianne F. (janeiro de 2010). Victorian Vogue: British Novels on Screen. [S.l.]: U of Minnesota Press. p. 76. ISBN 978-0-8166-6091-9 
  33. a b c Heide, Robert; Gilman, John (20 de maio de 1986). Starstruck: the wonderful world of movie memorabilia. [S.l.]: Doubleday. p. 214. ISBN 978-0-385-19795-3 
  34. Brighton, Leigh (novembro de 2010). The Guide to Male Sex Symbols of The 1930's. [S.l.]: BiblioBazaar. ISBN 978-1-171-16133-2 
  35. All Music Guide. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  36. Shimizu, Celine Parreñas. The hypersexuality of race: performing Asian/American women on screen and scene Duke University Press, 2007. ISBN 0-8223-4033-X p.90
  37. a b c d Cooke, Ken (1 de janeiro de 2007). History of the Percy Jackson Grammar School: Adwick-le-street, Doncaster, Yorkshire, 1939-1968 : Recollections of Schooldays of the 1940s, 1950s & 1960s. [S.l.]: Troubador Publishing Ltd. p. 73. ISBN 978-1-905886-78-4 
  38. «Kirk Douglas's last mission». Daily Express. Consultado em 26 de outubro de 2012 
  39. a b c d «Ebony». google.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  40. «Mickey Rooney Dies : People.com». PEOPLE.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  41. Mermann-Jozwiak, Elisabeth; Sullivan, Nancy (2009). Conversations with Mexican American Writers: Languages and Literatures in the Borderlands. [S.l.]: Univ. Press of Mississippi. p. 10. ISBN 978-1-60473-472-0 
  42. «A Tribute to Rita Hayworth». Classic movies. United States. 2008. Consultado em 2008  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  43. Robert E. Johnson (23 de julho de 1981). «Lena Horne Burns Broadway With Hot Songs and Biting Rap». Johnson Publishing Company. Jet. 60 (19): 54–60. ISSN 0021-5996 
  44. American Film. [S.l.]: American Film Institute. 1984. p. 23 
  45. Porter, Darwin (2005). Howard Hughes: Hell's Angel. [S.l.]: Blood Moon Productions Ltd. p. 639. ISBN 0-9748118-1-5 
  46. «Hedy Lamarr, Sex Symbol And Inventor Of Wireless Technology» 
  47. Brawley, Sean; Dixon, Chris (7 de agosto de 2012). Hollywood's South Seas and the Pacific War: Searching for Dorothy Lamour. [S.l.]: Palgrave Macmillan. p. 131. ISBN 978-1-137-09067-6 
  48. «FILM SOCIETY CELEBRATES BURT LANCASTER CENTENNIAL». AFI. Consultado em 14 de maio de 2013 
  49. «A Bushel Of Peck». EW.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  50. «Ezio Pinza». latimes.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  51. «1940s sex symbol Jane Russell dies at 89». today.msnbc.msn.com. 3 de fevereiro de 2011. Consultado em 30 de maio de 2011 
  52. Fuchs, Jeanne; Prigozy, Ruth (2007). Frank Sinatra: The Man, the Music, the Legend. [S.l.]: University Rochester Press. p. 39. ISBN 978-1-58046-251-8 
  53. Bessière, Danièle Déon. Grace, Rita: stars ou princesses? (em French). [S.l.]: Editions Le Manuscrit. p. 177. ISBN 978-2-304-23981-2 
  54. «Esther Williams, MGM's Swim Star, Dies at 91 : People.com». PEOPLE.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  55. Linda Williams (2008), Screening sex, Duke University Press, ISBN 0-8223-4285-5, p.114.
  56. «FILM REVIEW; Jim Brown as Football Legend, Sex Symbol and Husband». Nytimes.com. 22 de março de 2002. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  57. Sandomir, Richard (1 de janeiro de 1993). The Joy of Baldness: Men With Less Hair and the Women Who Love Them. [S.l.]: SP Books. p. 175. ISBN 978-1-56171-201-4 
  58. French Costume Drama of the 1950s. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  59. «Monty: An actor of fragile brilliance». Los Angeles Times. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  60. From Abba to Zoom: A Pop Culture Encyclopedia of the Late 20th Century. [S.l.]: Andrews McMeel Publishing. 1 de junho de 2005. p. 5. ISBN 978-0-7407-9307-3 
  61. Quinlan, David (1 de janeiro de 1987). Wicked women of the screen. [S.l.]: Batsford. p. 74. ISBN 978-0-7134-5305-8 
  62. a b c d e f «Top 10 Sex Symbols of the 50s & 60s». Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  63. «Ava Gardner». Encyclopædia Britannica. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  64. Landazuri, Margarita. 0/How-to-Marry-a-Millionaire.html "How to Marry a Millionaire" on TCM.com
  65. Willis, R. Wayne (1 de agosto de 2014). Hope's Daughters: A Helping a Day of Wisdom and Hope. [S.l.]: Wipf and Stock Publishers. p. 210. ISBN 978-1-62564-787-0 
  66. «Amazing Grace: Why we'll always adore the divine Grace Kelly». The Independent. London. 23 de março de 2010 [ligação inativa] 
  67. Exploring America's Highways: Michigan Trip Trivia. [S.l.]: Exploring America's Highway. 2004. p. 10. ISBN 978-0-9744358-2-4 
  68. Vampire Nation. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  69. «Gina Lollobrigida Biography». nndb.com. USA. 2007 
  70. a b c d e f g h i j k l m n o «100 Greatest Sex Symbols». Channel4.com. 6 de fevereiro de 2012 
  71. Suarez, Katie. «The Erotic Spectacle and Female Beauty Representing a Nation». College Film & Media Studies. Consultado em 23 de abril de 2016 
  72. «Julie Newmar Never-Before-Seen PHOTOS Released». The Huffington Post. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  73. Shales, Tom (14 de outubro de 1996). «Kim Novak: No Fear of Falling». The Washington Post. Consultado em 30 de abril de 2014 
  74. «Bettie Page Biography : Pin-up (1923–2008)». Biography.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  75. Ewbank, Tim; Hildred, Stafford (13 de abril de 2010). Cliff: An Intimate Portrait of a Living Legend. [S.l.]: Ebury Publishing. p. 120. ISBN 978-0-7535-3610-0 
  76. a b L'Espresso (em italiano). [S.l.: s.n.] 2001. p. 39 
  77. Mallory, Peter (23 de março de 2011). «Remembering Elizabeth Taylor, America's sweetheart and sex symbol for the older generation». NSBNEws 
  78. King, Susan. "Mamie Van Doren is all dressed up" Los Angeles Times (January 1, 2011)
  79. Johnson, Randal; Stam, Robert (janeiro de 1995). Brazilian Cinema. [S.l.]: Columbia University Press. p. 232. ISBN 978-0-231-10267-4 
  80. Scott, Vernon (2 de maio de 1980). «Ann-Margret: Sex Symbol Who Stayed» 
  81. Strodder, Chris (2007). The Encyclopedia of Sixties Cool: A Celebration of the Grooviest People, Events, and Artifacts of the 1960s. [S.l.]: Santa Monica Press. p. 32. ISBN 978-1595800176 
  82. «Warren Beatty: From Sex Symbol to Sexual Relic». 2013. Consultado em 12 de agosto de 2013 
  83. Hickman, Tom (1999). The sexual century. [S.l.]: Carlton. p. 246. ISBN 978-1-85868-507-6 
  84. Christian, Claudia; Buchanan, Morgan Grant (21 de agosto de 2013). Babylon Confidential: A Memoir of Love, Sex, and Addiction. [S.l.]: BenBella Books, Inc. p. 1962. ISBN 978-1-937856-07-6 
  85. Huckvale, David (2010). Touchstones of Gothic Horror: A Film Genealogy of Eleven Motifs and Images. [S.l.]: McFarland. p. 94. ISBN 978-0-7864-5701-4 
  86. Askmen Editors. «Eric Clapton». Askmen. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  87. Leonard Cohen on Leonard Cohen. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  88. a b c d e f «Legendary Icons - Male Sex Symbols Through The Years». Bizarrebytes.com. Consultado em 21 de dezembro de 2011 
  89. «Yvonne Craig: Ballerina who went on to become the high-kicking Batgirl in the camp 1960s television series Batman». The Independent. 20 de agosto de 2015. Consultado em 6 de março de 2016 
  90. «Catherine Deneuve never tried to be a 'sex symbol'». Yahoo Lifestyle India. Yahoo!. 1 de setembro de 2011. Consultado em 8 de abril de 2014 
  91. Weekly World News. [S.l.]: Weekly World News. 25 de agosto de 1981. p. 15. ISSN 0199-574X 
  92. Strodder, Chris; Phillips, Michelle (1 de março de 2007). The Encyclopedia of Sixties Cool: A Celebration of the Grooviest People, Events, and Artifacts of the 1960s. [S.l.]: Santa Monica Press. p. 104. ISBN 978-1-59580-017-6 
  93. a b c «LAS SEX SYMBOLS TELEVISIVAS DE LOS AÑOS 60, 70 Y 80» (em espanhol$2). 6 de setembro de 2012. Consultado em 10 de abril de 2014 
  94. Lisanti, Tom (2008). Glamour Girls of Sixties Hollywood: Seventy-five Profiles. [S.l.]: McFarland. p. 205. ISBN 978-0-7864-3172-4 
  95. Chibnall, Steve (4 de julho de 2003). Get Carter: A British Film Guide. [S.l.]: I.B.Tauris. p. 29. ISBN 978-1-86064-910-3 
  96. Biond, Chris. «Fonda memories and the changing face of the sex symbol». Consultado em 3 de março de 2010 
  97. Davey, Steven. Toronto Star (November 25, 1977)
  98. Girls Like Us. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  99. «BBC News – Sir Tom Jones on being a sex symbol». bbc.co.uk. 27 de setembro de 2010. Consultado em 30 de maio de 2011 
  100. «Janis Joplin Makes her Voice Debut». The Village Voice. XIII (19). 22 de fevereiro de 1968. Consultado em 24 de abril de 2016 
  101. Simonson, Robert (25 de dezembro de 2008). «Eartha Kitt, Exotic Songstress and Actress, Dies at 81». Playbill.com 
  102. «The 50 Greatest Male Sex Symbols in Film History - Nerve». www.nerve.com 
  103. Schofield, Mat (9 de dezembro de 2011). «FROM BETWEEN THE CRACKS: MINA - The Tiger of Cremona». frombetweenthecracks.blogspot.com 
  104. Roth, Melissa (25 de julho de 2005). The Left Stuff: How the Left-Handed Have Survived and Thrived in a Right-Handed World. [S.l.]: Government Institutes. p. 189. ISBN 978-1-59077-151-8 
  105. a b «John Nemeth». The New York Times. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  106. Le Garzantine - L'Universale Cinema, 2006, p. 828
  107. Cotter, Bobb (2010). Ingrid Pitt, Queen of Horror: The Complete Career. [S.l.]: McFarland. p. 65. ISBN 978-0-7864-6189-9 
  108. Miles, Barry (2009). The British Invasion. [S.l.]: Sterling Publishing Company, Inc. p. 208. ISBN 978-1-4027-6976-4 
  109. The Supremes. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  110. «Isabel Sarli - Film Society of Lincoln Center». 2010. Consultado em 17 de dezembro de 2012 
  111. Halliburton, Rachel (18 de novembro de 2012). «Omar Sharif: 'It is a great film, but I'm not very good in it'». The Independent. London. Consultado em 24 de dezembro de 2013 
  112. Back to the Garden. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  113. «100 Greatest Artists: Tina Turner». Rolling Stone 
  114. «Raquel Welch». Cult Sirens. United States. Junho de 2009. Consultado em 1 de setembro de 2009 
  115. Holland, Patricia (26 de julho de 2013). Broadcasting and the NHS in the Thatcherite 1980s: The Challenge to Public Service. [S.l.]: Palgrave Macmillan. p. 72. ISBN 978-1-137-31322-5 
  116. New York Magazine. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  117. New York. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  118. a b Lisanti, Tom; Paul, Louis (1 de janeiro de 2002). Film Fatales: Women in Espionage Films and Television, 1962-1973. [S.l.]: McFarland. p. 181. ISBN 978-0-7864-1194-8 
  119. Seeling, Charlotte (abril de 2000). Fashion: the century of the designer 1900-1999. [S.l.]: Könemann. p. 449. ISBN 978-3-8290-2980-3 
  120. «Jacqueline Bisset». Los Angeles Times. Consultado em 28 de março de 2014 
  121. «The Forty Sexiest Frontmen in Rock History». nerve.com. 30 de abril de 2009. Consultado em 7 de abril de 2016 
  122. a b The New Rolling Stone Album Guide. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  123. New York Magazine. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  124. «70s sex symbol Lynda Carter still stunning at 59». 8 de dezembro de 2010. Consultado em 11 de abril de 2014 
  125. From Abba to Zoom: A Pop Culture Encyclopedia of the Late 20th Century. [S.l.]: Andrews McMeel Publishing. 1 de junho de 2005. p. 116. ISBN 978-0-7407-9307-3 
  126. Marr, Matthew J. (13 de novembro de 2012). The Politics of Age and Disability in Contemporary Spanish Film: Plus Ultra Pluralism. [S.l.]: Routledge. p. 80. ISBN 978-0-415-80836-1 
  127. Bennetts, Leslie (3 de agosto de 2009). «Farrah Fawcett: America's Angel». Vanity Fair. United States. Consultado em 3 de agosto de 2009 
  128. «Pam Grier». Cult Sirens. United States. Junho de 2003. Consultado em 1 de setembro de 2010 
  129. «Cultural Power/cultural Literacy». google.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  130. a b c d «Top 10 Sexiest Women Per Decade: 1970s». watchmojo.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  131. Vincentelli, Elisabeth (31 de março de 2004). Abba's Abba Gold. [S.l.]: Continuum. p. 119. ISBN 978-0-8264-1546-2 
  132. «Celebrities With Health Issues: An Inside Look at Michael Landon's Battle With Cancer». Answers. Consultado em 10 de abril de 2014 
  133. Streisand. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  134. Nastasi, Alison (28 de junho de 2015). «The Biggest Sex Symbols of the 1970s». Consultado em 15 de maio de 2016 
  135. «11 Movies Every Fashion Girl Needs To See Once She's Graduated From Clueless». yahoo.com. 22 de abril de 2015. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  136. Dudley Moore. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  137. Esquire. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  138. «Jack Nicholson no longer 'irresistible' to women». Askmen. 2011. Consultado em 29 de março de 2014 
  139. Jada Yuan (7 de outubro de 2014). «Stevie Nicks, the Fairy Godmother of Rock». Vulture. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  140. Morrison, James (27 de abril de 2010). Hollywood Reborn: Movie Stars of the 1970s. [S.l.]: Rutgers University Press. p. 11. ISBN 978-0-8135-4952-1 
  141. «Dolly Parton Named One of the Hottest Women of All Time». Taste of Country. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  142. Swed, Mark (6 de setembro de 2007). «Opera's greatest star brought classical music to the masses» – via LA Times 
  143. «Valerie Perrine went from Vegas showgirl to Hollywood star». latimes. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  144. «Linda Ronstadt Biography». Rolling Stone. C. 2001. Consultado em 28 de março de 2014 
  145. «THE EVOLUTION OF SEX SYMBOLS». Consultado em 28 de julho de 2012 
  146. Crime Television. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  147. Grimes, William (3 de fevereiro de 2011). «'Last Tango in Paris' Star Maria Schneider Dies». The New York Times. United States. Consultado em 2 de abril de 2012 
  148. Mademoiselle. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  149. «The 70 Hottest Women of The '70s». 8 de setembro de 2012. Consultado em 24 de abril de 2014 
  150. «Carly Simon». The New York Times. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  151. SPIN. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  152. Texas Music. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  153. a b «The Heart of Ann Wilson». 7 de setembro de 2012. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  154. «"sex symbol" "henry winkler"». Google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  155. Bellomo, Mark (15 de setembro de 2010). Totally Tubular '80s Toys. [S.l.]: Krause Publications. p. 234. ISBN 1-4402-1647-9 
  156. a b Burns, Tim (2006). Midlife Tune-up: Six Simple Steps. [S.l.]: Pelican Publishing. p. 36. ISBN 978-1-4556-0887-4 
  157. Vanity Fair. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  158. Complex Magazine. «The 80 Hottest Women of the '80s». Complex. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  159. King of the Turkeys: Michael Caine in America. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  160. a b c d e f «Top 10 Sexiest Women Per Decade: 1980s». watchmojo.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  161. Magill, Frank N. (1993). Great Events from History II, Arts and Culture. [S.l.]: Salem Press. p. 2246. ISBN 978-0-89356-807-8 
  162. «Tom Cruise». Askmen. Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  163. Palmer, William J. (3 de março de 2009). The Films of the Nineties: The Decade of Spin. [S.l.]: Palgrave Macmillan. p. 203. ISBN 978-0-230-61955-5 
  164. «Sarasota Herald-Tribune article». google.com. Consultado em 6 de março de 2016 
  165. «John Forsythe, Dynasty Patriarch, Charlie's Angels Voice, Dies». Eonline.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  166. «'80s heartthrobs, crushes & sex symbols». Celebrities and Entertainment News. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  167. a b «Mel Gibson is still smokin'». Bangor Daily News. 25 de novembro de 1985 
  168. «Jeff Goldblum: the Buddha of Hollywood». The Guardian. Consultado em 10 de março de 2016 
  169. «Daryl Hannah». Askmen. Consultado em 7 de abril de 2014 
  170. Rap-Up. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  171. Stillwater, Willa (abril de 2011). «M Poetica: Michael Jackson's Art of Connection and Defiance»: 367. ...Jackson as an international sex symbol... 
  172. Michael Jackson (26 de junho de 2009). «Michael Jackson: the lovers». Telegraph. London. Consultado em 20 de junho de 2013 
  173. Janowitz, Tama (abril de 1987). «Sex as a Weapon». Spin. 3 (1): 57. ISSN 0886-3032. I'm a sex symbol in Italy. 
  174. http://www.starwipe.com/slideshow/7-sexy-actors-who-put-capes-and-brooded-about-thei-2378
  175. «'Nastassja Kinski and the Serpent' up for auction». The Week UK. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  176. Tiempo de hoy (em espanhol$2). [S.l.]: Ediciones Tiempo, S.A. 2005. p. 113 
  177. «No. 7 Heather Locklear». AskMen. Consultado em 20 de junho de 2013 
  178. Janowitz, Tama (abril de 1987). «Sex as a Weapon». Spin. 3 (1): 57. ISSN 0886-3032. I couldn't be a success without also being a sex symbol. 
  179. John Dingwall (24 de março de 2006). «Exclusive: No Place Like Rome». Daily Record. Consultado em 17 de abril de 2013 
  180. Bromfield, Daniel (24 de abril de 2016). «Prince, The Awkward Sex Symbol True, the man had natural sex appeal. But he didn't wield it with confidence. More often, he was surprised by it». Consultado em 15 de maio de 2016 
  181. «River Phoenix Biography». biography.com. A&E Television Networks. Consultado em 7 de abril de 2016 
  182. «Alan Rickman». Allmovie.com. Consultado em 11 de julho de 2012 
  183. Speers, W. (19 de outubro de 1991). «Eric Roberts Is Afraid Of Girlfriend». philly.com. Consultado em 7 de abril de 2016 
  184. «El tiempo pasa para todos: así está Axl Rose hoy». tn.com (em espanhol$2). Consultado em 7 de julho de 2014 
  185. VinCy Thomas. «Ecran Noir – Mickey Rourke». Ecrannoir.fr. Consultado em 5 de julho de 2009 
  186. The Washingtonian. [S.l.: s.n.] Outubro de 1989. p. 149 
  187. «The Comeback Club». People.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  188. «Silk Smitha's story was of brutal economics and sexual politics of the southern film industry». Economic Times. 9 de outubro de 2011. Consultado em 8 de janeiro de 2015 
  189. a b «The Forty Sexiest Frontmen in Rock History». nerve.com. Consultado em 1 de outubro de 2014 
  190. «12 Times John Stamos Proved He's the Sexiest Man Alive». Famously. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  191. Serena Kappes (28 de janeiro de 2003). «Former TV sex symbol Heather Thomas is a screenwriter, activist, mom». CNN. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  192. Munt, Sally Rowena (9 de março de 2004). Murder by the Book?: Feminism and the Crime Novel. [S.l.]: Routledge. p. 32. ISBN 978-0-203-35999-0 
  193. Aretha Franklin. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  194. Company, Johnson Publishing (23 de julho de 2001). Jet. [S.l.]: Johnson Publishing Company 
  195. «Ben Affleck wants to think and dislikes the sex-symbol thing - Yareah». yareah.com. 20 de março de 2016 
  196. «Top 7: '90s Sex Symbols». 6 de fevereiro de 2012 
  197. «Pamela Anderson». Msnbc.com. Consultado em 9 de dezembro de 2010 
  198. «Jennifer Aniston Named Sexiest Woman of All Time?». Clutch Magazine. Consultado em 2 de janeiro de 2014 
  199. Mitchell, Peter (2 de junho de 2010). «Shrek star Antonio Banderas doesn't belive he is a sex symbol». Daily Telegraph. Consultado em 24 de abril de 2016 
  200. «BIOGRAPHY: Drew Barrymore». Lifetime. Consultado em 16 de setembro de 2015 
  201. «Drew Barrymore Profile». Metacritic. Consultado em 16 de setembro de 2015 
  202. «Drew Barrymore». Askmen. Consultado em 16 de setembro de 2015 
  203. Access Hollywood (14 de maio de 2010). «TV One Access: The Most Legendary Sex Symbols Of All Time!». Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  204. Markman, Rob. «Notorious B.I.G.'s Life Celebrated On 15th Anniversary Of His Death». MTV News. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  205. Baker, Soren. «Puff Daddy Knew Biggie Would Be A Sex Symbol, Faith Evans Says». Hip Hop DX. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  206. a b c d Hillman, Jennifer (27 de março de 2012). Sexuality and Aging: Clinical Perspectives. [S.l.]: Springer. p. 200. ISBN 978-1-4614-3399-6 
  207. O'Keefe, Meghan (31 de agosto de 2013). «The 30 Sexiest Singer-Songwriters Of All Time». vh1.com. Consultado em 7 de abril de 2016 
  208. «PHOTOS - Happy Birthday... Naomi Campbell : le sex-symbol en 15 clichés glamour et sexy» (em French). Consultado em 12 de março de 2016 
  209. «Naomi Campbell, una sex symbol desnuda a los 40 años» (em espanhol$2). Consultado em 12 de março de 2016 
  210. «Mariah Carey». Askmen. Consultado em 25 de março de 2014 
  211. Taylor, J.R. (23 de julho de 2014). «Charisma Carpenter: 44 Years Old, Still Our Favorite Cheerleader». COED. Consultado em 4 de dezembro de 2015 
  212. «Nick Carter Biography: Environmental Activist, Screenwriter, Reality Television Star, Director, Producer, Singer (1980–)» 
  213. Truth, Kimberly (18 de agosto de 2011). «Kurt Cobain Was Super Hot». buzzfeed.com. Consultado em 7 de abril de 2016 
  214. «Kevin mata» (PDF). Winisis On Line (em espanhol$2). Consultado em 21 de março de 2014 
  215. The Advocate. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  216. «Sex symbols over 50». Consultado em 31 de março de 2016 
  217. «The 5: Sex Symbols Who Captivated a Decade». Theinterrobang.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2011 
  218. «Ben Affleck and Matt Damon: Faces of the Oscars». ew.com 
  219. «Daniel Day-Lewis, In the Name of the Father: Speaking with the polite, tight-lipped actor». Entertainment Weekly's EW.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  220. «Leonardo DiCaprio». Msnbc.com. Consultado em 9 de dezembro de 2010 
  221. «Shannen Doherty pics». AskMen. Consultado em 2 de janeiro de 2014 
  222. «Seven unlikely sex symbols for '07». TODAY.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  223. Koenig, Ronnie. «Robert Downey Jr.: The Grown-Up Girl's Sex Symbol». Moviefone. Consultado em 30 de dezembro de 2009 
  224. People Entertainment Almanac. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  225. «The 100 Greatest Sex Symbols». UK: Channel 4. 13 de fevereiro de 2009. Consultado em 8 de maio de 2010 
  226. «Sarah Michelle Gellar». Ask Men. Consultado em 28 de fevereiro de 2014 
  227. «Heather Graham: I finally feel good about sex». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  228. «'Sex is a part of who I am': Heather Graham reveals her most intimate secrets as she flashes her endless legs and washboard abs in a striking new shoot». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  229. «Teri Hatcher: 'I'll Always be a Sex Symbol'». 11 de junho de 2009. Consultado em 20 de junho de 2013 
  230. «Teri Hatcher: Biography». Consultado em 20 de junho de 2013 
  231. Howard, Scripps (18 de outubro de 1995). «Sex Symbol Hurley Joins Long Line Of Converts Headed For Catholicism». Chicago Tribune. Consultado em 2 de janeiro de 2014 
  232. Murray, Sonia (3 de fevereiro de 1994), «Janet: The Queen of Pop: Michael could lose his crown to his hot little sister», The Vancouver Sun, ISSN 0832-1299: C1, Jackson, 27, remains clearly established as both role model and sex symbol 
  233. «THE YEAR IN THE ARTS: Film/1993; Dumb Lawyers and Sublimated Sex Were a Potent Mix». NY Times. 26 de dezembro de 1993. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  234. «1990: Nicole Kidman est un sex-symbol grâce au succès de Jours de Tonnerre , film dans lequel.....» (em French). 23 de dezembro de 2012 
  235. «Anthony Kiedis Biography: Singer (1962–)» 
  236. «Actor Val Kilmer looks a shadow of his sex symbol self from the eighties and nineties at Tribeca Film Fesitval». The Daily Telegraph. 26 de abril de 2012. Consultado em 2 de maio de 2014 
  237. Christine Kruttschnitt (16 de maio de 2009). «Hart, härter, Heidi». Stern. Consultado em 24 de março de 2011 
  238. «'I dyed my hair the whole time': Matt LeBlanc admits he was going prematurely grey during Friends». Daily Mail Online. 15 de setembro de 2010. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  239. Waxman, Olivia B. (26 de junho de 2014). «Jared Leto and Ellen Page Are PETA's Sexiest Celebrity Vegetarians». time.com. Consultado em 7 de abril de 2016 
  240. Benarde, Scott R. (2003). Stars of David: Rock'n'roll's Jewish Stories. [S.l.]: UPNE. p. 314. ISBN 978-1-58465-303-5 
  241. «No.3 Jenny McCarthy». Consultado em 20 de junho de 2013 
  242. Greenwald, Charlie (12 de novembro de 2013). «Matthew McConaughey Reinvented: From RomCom King to Serious Dramatic Actor». Consultado em 7 de abril de 2016 
  243. «Rose McGowan on Sexism in Hollywood». Broadly. 4 de agosto de 2015. Consultado em 24 de novembro de 2015 
  244. «Christopher Meloni Biography». Consultado em 10 de março de 2016 
  245. Maria Raha. Hellions: Pop Culture's Rebel Women. [S.l.: s.n.] p. 86 
  246. «Alyssa Milano». AskMen. Consultado em 8 de março de 2014 
  247. «FHM». Outubro de 2004: 128 
  248. a b Humor. [S.l.]: Ediciones de la Urraca S.A. 1995 
  249. " «Brad Pitt». Ask Men. 26 de agosto de 2012 
  250. Staff. «Katie Price scared of losing her sex symbol status». STV. Consultado em 27 de janeiro de 2014 
  251. Society, The Cambridge Union. «Jordan as Feminist Icon or Sex Symbol». Fora.tv. Consultado em 27 de janeiro de 2014 
  252. «Portman's sex symbol shock». Askmen. C. 2005 
  253. «WINM :: Keanu Reeves Articles & Interviews Archive :: Keanu - Reluctant Sex-Symbol?». Whoaisnotme.net. Consultado em 29 de março de 2014 
  254. Huxley 1997, p. 165–180.
  255. Baddeley, Gavin (2002). Goth Chic: A Connoisseur's Guide to Dark Culture. London: Plexus. p. 124. ISBN 0-85965-308-0 
  256. Tresniowski, Alex (8 de maio de 2000). «Julia Roberts: Actress». People.com. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  257. «Antonio, Party of One». Marcusschenkenberg.eu.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  258. Gacioppo, Amaryllis (30 de março de 2014). «Devon Sawa and My Quarter-Life Crisis». Consultado em 15 de maio de 2016 
  259. «Tupac Shakur». Vibe Ventures. C. 1997. Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  260. «The Guide To Female Sex Symbols Of The 1990s Featuring Alicia Silverstone, Catherine Zeta-Jones, Cindy Crawford, Demi Moore, Gillian Anderson, Jennifer Aniston, Julia Roberts, Naomi Campbell, Pamela Anderson, Sharon Stone, And Uma Thurman.». Barnes & Noble. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  261. Mauro, Chris; Hawk, Steve (12 de julho de 2007). The Best of Surfer Magazine. [S.l.]: Chronicle Books. p. 218. ISBN 978-0-8118-5816-8 
  262. «Will Smith Doesn't Think He's Sexy (Especially Compared to Denzel Washington)—Watch Now!». E! Online. 24 de fevereiro de 2015. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  263. Brooks, Xan (19 de setembro de 2008). «'I wish people didn't see me like that'». Consultado em 7 de abril de 2016 
  264. Read, Jacinda (15 de dezembro de 2000). The New Avengers: Feminism, Feminity and the Rape-Revenge Cycle. [S.l.]: Manchester University Press. p. 148. ISBN 978-0-7190-5905-6 
  265. «15 Forgotten Sex Symbols From The '90s: Where Are They Now?». fame10.com. 3 de junho de 2014. Consultado em 7 de abril de 2016 
  266. Framing Borders in Literature and Other Media. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  267. «Usher: Sexiest R&B Star». people.com. Consultado em 6 de março de 2016 
  268. «Goran Visnjic». Hollywood Stock Exchange. Consultado em 2 de janeiro de 2014 
  269. «Flashback: Mark Wahlberg Chats About His '92 Sex Symbol Status». Entertainment Tonight. Consultado em 6 de março de 2016 
  270. Lucinda Williams: The Spirit Meets Sex
  271. «The Hottest Sex Symbols of the Decade». Rediff.com. 20 de janeiro de 2010. Consultado em 24 de outubro de 2015 
  272. Capet, Antoine; Sy-Wonyu, Aïssatou (2003). The "special Relationship": La "relation Spéciale" Entre Le Royaume-Uni Et Les Etats-Unis : Actes Du Colloque Organisé À L'université de Rouen Les 8 Et 9 Novembre 2002. [S.l.]: Publication Univ Rouen Havre. p. 177. ISBN 978-2-87775-862-8 
  273. «Jessica Alba on Motherhood, Turning 30, and Her Sex Symbol Status». Parade. 21 de janeiro de 2012. Consultado em 17 de abril de 2013 
  274. Powers, Ann (7 de março de 2007). «Props mistress». Los Angeles Times. Consultado em 28 de maio de 2013 
  275. «19. Christina Aguilera». 5 de março de 2013. Consultado em 20 de junho de 2013 
  276. Sanneh, Kelefa (8 de setembro de 2002). «Idol Returns; Her Image Remade». The New York Times. Consultado em 16 de outubro de 2013. The album established her as a teen-pop star, a first-rate diva, a sex symbol and, according to one list, one of the country's worst dressed celebrities. 
  277. a b c «The Five: The thinking woman's sex symbol». The Huffington Post. Consultado em 30 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 17 de outubro de 2015 
  278. «Inside the Firefox's Den». Mother Jones. Consultado em 6 de março de 2016 
  279. «Christian Bale sick of sex symbol status». Thaiindian.com. Thailand. 2009. Consultado em 2009  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  280. «For a sex symbol, age doesn't matter: Bipasha Basu». Consultado em 26 de fevereiro de 2016 
  281. «Kate Beckinsale smoulders in magazine shoot as she talks about being a sex symbol». Daily Mail. 17 de julho de 2012. Consultado em 26 de dezembro de 2014 
  282. Romanian Times (13 de novembro de 2009). «Italian Sex Symbol Monica Bellucci to star in movie in Bucharest». Consultado em 20 de outubro de 2010 
  283. «Beyoncé». Askmen. Consultado em 25 de março de 2014 
  284. «Joe Biden, the thinking woman's sex symbol». The Washington Post. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  285. «Jessica Biel». Biography.com. Consultado em 22 de novembro de 2015 
  286. «The Orlando Bloom Files: Words». Theorlandobloomfiles.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  287. «Lil' Kim, Hip Hop Feminist?». katborgerding. Consultado em 12 de julho de 2011 
  288. Charlotte Wilder (26 de janeiro de 2015). «Was Pete Carell The Patriots Sex Symbol Before Tom Brady». Consultado em 8 de março de 2015 
  289. «Adam Brody». Chicago Tribune 
  290. «Kelly Brook takes a stand after hackers leak her nude photos». Time Talk. 10 de outubro de 2014. Consultado em 26 de dezembro de 2014 
  291. «Brooke Burke-Charvet». International Design Times. Consultado em 2 de janeiro de 2014 
  292. «Famous People from Los Gatos». LosGatos.com. Consultado em 27 de fevereiro de 2016 
  293. Brit Cult. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  294. «Evening Express – Article – Cheryl Cole not comfortable with 'sex symbol' label». eveningexpress.co.uk. Consultado em 14 de julho de 2011 
  295. The Advocate. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  296. Street, Sarah (2009). British National Cinema. [S.l.]: Taylor & Francis. p. 184. ISBN 978-0-415-38421-6 
  297. Gottschall, Jonathan; Wilson, David Sloan (26 de dezembro de 2005). The Literary Animal: Evolution and the Nature of Narrative. [S.l.]: Northwestern University Press. p. 247. ISBN 978-0-8101-2287-1 
  298. «Kaley Cuoco». AskMen 
  299. «Elisha Cuthbert». AskMen. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  300. Bielski, Zosia. «Men also don't like being objectified. Just ask D'Angelo». The Globe and Mail. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  301. Lindy West. «D'Angelo Learns How It Feels to be Objectified, and It Doesn't Feel Good». Jezebel. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  302. a b c d e f «Seven unlikely sex symbols for '07». TODAY.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  303. Newman, Melinda (18 de julho de 2007). «Hit Disney Acts Find No Love at Top 40». The Washington Post. Consultado em 27 de novembro de 2015 
  304. Aly Semigran (10 de abril de 2014). «Channing Tatum Or Zac Efron Who Will Be The Bawdier Bad Boy This Summer». Consultado em 7 de março de 2015 
  305. Doug Elfman (6 de julho de 2009). «Homeless days helped shape Carmen Electra». Las Vegas Review Journal. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 
  306. Leo De Frank (14 de novembro de 2002). «Carmen Electra dabbles in diplomacy and thoughts of motherhood». Scripps Howard Foundation Wire. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 
  307. «Eminem». Askmen. Consultado em 25 de março de 2014 
  308. a b «The 100 Sexiest Movie Stars 2013». Empire. Consultado em 6 de abril de 2014 
  309. Chris Lee (23 de setembro de 2009). «Megan Fox: Hollywood's outrageous it girl». Los Angeles Time. Consultado em 1 de junho de 2011. a sex symbol of the highest order 
  310. Hepola, Sarah (19 de novembro de 2009). «Sexiest Man Living 2009». Salon.com. Consultado em 20 de novembro de 2009 
  311. What's Lady Gaga's Secret to her Sex Appeal?. [S.l.]: CBS-Local. 15 de abril de 2010 
  312. Feeling Italian. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  313. «David Gandy, the Dolce & Gabbana sex symbol». wordpress.com. 12 de fevereiro de 2012 
  314. «Joseph Gordon-Levitt». Askmen 
  315. «Eva Green Facts: 27 Things You (Probably) Don't Know About the 'Sin City' Star». Consultado em 1 de março de 2016 
  316. «Kathy Griffin Will Do Whatever It Takes to Win». PEOPLE.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  317. Smolinski, Jillian (7 de junho de 2015). «The 5 hottest dads in music». Consultado em 15 de maio de 2016 
  318. My Year of Flops. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  319. «Alyson Hannigan». Biography.com. Consultado em 7 de setembro de 2015 
  320. «Alyson Hannigan». Askmen. Consultado em 7 de setembro de 2015 
  321. «Keeping his head». The Scotsman. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  322. «How Much Is Katherine Heigl's Net Worth?». Jobs & Hire. 7 de outubro de 2014. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  323. «Vanessa Hudgens, from High School Musical to sex symbol». SPEAKERS' CORNER. 30 de novembro de 2015. Consultado em 5 de abril de 2016 
  324. Furness, Deborra-Lee (9 de dezembro de 2012). «Being married to a sex symbol». CBS 
  325. Singh, Anita. «Scarlett Johansson: Women actresses are victims of Hollywood ageism». The Daily Telegraph. Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  326. «Scarlett Johansson Is 'Tired' Of Being A Sex Symbol, Here's Why». Consultado em 1 de novembro de 2014 
  327. «Jolie named 'sexiest person ever'». BBC News. London. 24 de fevereiro de 2007. Consultado em 24 de fevereiro de 2007 
  328. «Can today's sex symbols actually act?». Virgin Media. Consultado em 6 de abril de 2014 
  329. a b «New Sex Symbol Emerges in Russian Tennis Team». Pravda. Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  330. «50 Steamiest Sex Symbols in Sports». Consultado em 1 de março de 2016 
  331. Strawberry Saroyan (5 de outubro de 2008). «Diane Lane: a fortysomething sex symbol». Telegraph.co.uk. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  332. «Hugh Laurie Biography». TV Guide 
  333. «10 Things You Didn't Know About Evangeline Lilly». WhatCulture.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  334. «10 Celebs Who Were Way Too Young to Be Sex Symbols». TheRichest.com. Consultado em 9 de abril de 2016 
  335. McKay, Hollie (26 de março de 2009). «Tony Parker 'Over' Eva Longoria's Sex Symbol Status». Fox News. Consultado em 26 de março de 2009 
  336. «Jennifer Lopez». Askmen. Consultado em 8 de abril de 2014 
  337. «Going Gay». Perez Hilton. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  338. «Eva Mendes uses her sex-symbol status to secure film roles». 12 de novembro de 2009. Consultado em 20 de junho de 2013 
  339. «Eva Mendes 'loves' sex symbol status». 4 de outubro de 2008. Consultado em 20 de junho de 2013 
  340. Morgan Brennan (9 de julho de 2010). «Marisa Miller: Supermodel Turned Super-Brand». Forbes. Consultado em 10 de setembro de 2010 
  341. «Let's talk about Sienna Miller» 
  342. Lottie Anderson (31 de outubro de 2002). «Sing out sister». The Guardian. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 
  343. Baker, William; Minogue, Kylie (2002). Kylie: La La La. [S.l.]: Hodder & Stoughton. p. 211. ISBN 0-340-73440-X 
  344. «Helen Mirren Defends Maggie Gyllenhaal Hollywood Ageism Outrageous». PEOPLE.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  345. a b Los Angeles Magazine. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  346. «Panettiere Was A Tomboy». Contactmusic.com. 26 de julho de 2007. Consultado em 17 de setembro de 2015 
  347. «Hayden Panettiere». Askmen. Consultado em 17 de setembro de 2015 
  348. George, Kat (24 de maio de 2014). «Does Madonna Need Katy Perry More Than Katy Perry Needs Madonna?». Vice. Consultado em 29 de maio de 2014 
  349. «Looking Like a Million Bucls' Fans swooned when America's biggest TV star hit town yesterday. It's not his money, they say. It's his magnetism.». Baltimore Sun. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  350. Fromm, Emily (3 de novembro de 2005). «Sexier with Age!». people.com. Consultado em 7 de abril de 2016 
  351. «Pink». Askmen. C. 2008. Consultado em 28 de março de 2014 
  352. Daniel Radcliffe. [S.l.]: Books.google.com. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  353. «The Hot 10: Tara Reid». Maxim. Consultado em 10 de março de 2016 
  354. «Reluctant sex symbol violinist says he does it for love». Odt.co.nz. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  355. «Rihanna "Uncomfortable" Being A Sex Symbol». MTV. 21 de março de 2011 
  356. «Michelle Rodriguez Von der grauen Maus zum Sexsymbol» (em alemão). Consultado em 1 de março de 2016 
  357. «Shameless sex symbol Emmy Rossum keeps it classy in a lacy blue dress as she steps out for TV appearance». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  358. «Katee Sackhoff Would Love to Play a Marvel Villain». Maxim. 7 de novembro de 2015. Consultado em 13 de novembro de 2015 
  359. «Shakira Was Surprised By Sex Symbol Status». Popdirt.com. 16 de dezembro de 2002. Consultado em 7 de setembro de 2015 
  360. «Shakira». Askmen. Consultado em 9 de setembro de 2015 
  361. «Maria Sharapova flaunts her toned legs as she sits on Porsche». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  362. «50 Steamiest Sex Symbols in Sports». Consultado em 1 de março de 2016 
  363. «Jake Shears». The New York Times. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  364. «Jessica Simpson: Do Her Curves Make Her More Relatable? | E! Online UK». Eonline.com. 2 de novembro de 2011. Consultado em 29 de março de 2014 
  365. «Spears Baffled By Sex Symbol Status». Contactmusic. 11 de janeiro de 2010. Consultado em 18 de maio de 2012 
  366. «Deciphering the Kristen Stewart Phenomenon». Elle. 30 de agosto de 2014. Consultado em 13 de novembro de 2015 
  367. «Trish is still Stratusfying». The Sun. 29 de setembro de 2008. Consultado em 30 de abril de 2016 
  368. «'Loser's' Star Mena Suvari Is An American Success Story». The Morning Call. 15 de julho de 2000. Consultado em 24 de novembro de 2015 
  369. Davis, Johnny. «David Tennant: It just feels scary… all the time». The Guardian. Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  370. «Work History: Michelle Trachtenberg». Complex. 25 de fevereiro de 2010. Consultado em 13 de novembro de 2015 
  371. «The Taste of Ashes». google.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  372. McKay, Hollie (20 de julho de 2011). «Star Sofia Vergara 'Loves' Her Sex Symbol Status». Fox News. Consultado em 20 de julho de 2011 
  373. «The big Teese - Dita Von Teese interview». The Scotsman. 19 de setembro de 2008. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 
  374. «I'm really good at one thing, and I know what that is. I'm really good at creating the illusion». Sunday Herald. 12 de maio de 2006. Consultado em 23 de fevereiro de 2014 
  375. «Watson's unease at sex symbol label». South Wales Evening Post Site Directory. 10 de julho de 2009 
  376. «Olivia Wilde loves her sex-symbol status». DNA India. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  377. «Anitta reclama da imagem de símbolo sexual: 'Tenho obrigação de ser gostosa'». Consultado em 11 de fevereiro de 2014 
  378. «Anitta diz que gosta de lingeries elaboradas e conta que já usou salto alto na cama: 'Dá um glamour'». Consultado em 11 de fevereiro de 2014 
  379. «Anitta dispensa Photoshop e mostra celulites em clipe». Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  380. «Os brasileiros que fazem sucesso no exterior». Consultado em 11 de fevereiro de 2014 
  381. a b c d e f g «25 Hottest Sex Symbols of 2014». Rolling Stone 
  382. «Lake Bell Interview». Askmen. C. 2011. Consultado em 13 de abril de 2014 
  383. «Interview: 'How To Make It in America's Lake Bell». Comcast. 4 de abril de 2010. Consultado em 13 de abril de 2014 
  384. «Body of Work: Lake Bell». Comcast. 15 de maio de 2013. Consultado em 13 de abril de 2014 
  385. Leanne Bayley (13 de Fevereiro de 2013). «Matt Bomer: "I'd love to have Angelina Jolie as my love interest in White Collar"». Cosmopolitan UK. Consultado em 27 de Março de 2017 
  386. Maria Grazia Costagliola (27 de Agosto de 2014). «Matt Bomer, sex symbol e attore di successo». Blog di Cultura (em italian). Consultado em 27 de Março de 2017 
  387. a b c «50 Biggest Gay Sex Symbols of All Time». Out Magazine. 3 de maio de 2017. Consultado em 3 de maio de 2017 
  388. «50 Steamiest Sex Symbols in Sports». Consultado em 1 de março de 2016 
  389. «No. 39: Arianny Celeste — Hottest Women of 2013». Consultado em 1 de março de 2016 
  390. Heaf, Jonathan (7 de janeiro de 2013). «Undercover Girl». GQ. Consultado em 24 de abril de 2016 
  391. «Emilia Clarke named Esquire's 'Sexiest Woman Alive'». NY Daily News. 13 de outubro de 2015. Consultado em 21 de outubro de 2015 
  392. «Silver Linings Playbook star Bradley Cooper: "I had to try it"». The Big Issue. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  393. William Arruda (5 de setembro de 2013). «Miley Cyrus: Revolutionary Branding». Forbes. Consultado em 10 de novembro de 2013. ..... she left behind her past and paved a new way for a career as a fearless woman and sex symbol. 
  394. «25 Hottest Sex Symbols of 2014». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  395. «Rosario Dawson: 'I Was a Virgin Until I Was 20!'». People. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  396. «The Creation of Lana Del Rey». critic.co.nz. 11 de março de 2012 
  397. «Nina Dobrev enfant : Adorable en scout sur une nouvelle photo Instagram !». Consultado em 5 de abril de 2016 
  398. «Adam Driver, de "Star Wars", sobre status de "sex symbol": "não sei nem o que dizer"». Consultado em 25 de Dezembro de 2017 
  399. Julie Jordan (30 de dezembro de 2014). «Scott Eastwood Is the Internet's Newest Sex Symbol». Consultado em 7 de março de 2015 
  400. «ANSEL ELGORT, EL NUEVO SEX SYMBOL DE HOLLYWOOD, DESATA LA HISTERIAS...». Consultado em 8 de abril de 2016 
  401. Alyssa Caverley (19 de julho de 2011). «Captain America's Chris Evans On His Sex Symbol Status». Consultado em 24 de outubro de 2013 
  402. «Luke Evans embraces sex symbol status» (em inglês). belfasttelegraph.co.uk. 12 de março de 2017. Consultado em 19 de janeiro de 2018 
  403. Brady, Tara (12 de março de 2017). «Luke Evans: 'Sex here. Then sex. Then more sex. Lucky I had been going to the gym'» (em inglês). The Irish Times. Consultado em 19 de janeiro de 2018 
  404. «25 Hottest Sex Symbols of 2014». Rollingstone.com. Consultado em 29 de dezembro de 2014 
  405. «Top 25 Sexiest Athletes Of All Time». Consultado em 10 de março de 2016 
  406. «K-pop fuels a hot new market: makeup for men». USA Today. 7 de março de 2016 
  407. Benjamin Leatherman. «15 Must-See Guests at Phoenix Comicon 2015». Phoenix New Times. Consultado em 6 de março de 2016 
  408. «Selena Gomez From Teen Star To Sex Symbol For New Movie 'Spring Breakers'». Consultado em 1 de março de 2016 
  409. Alison De Souza (11 de janeiro de 2013). «Ryan Gosling, a reluctant sex symbol?». Consultado em 5 de maio de 2013 
  410. «Ariana Grande não tem interesse em se tornar sex symbol». Consultado em 25 de Dezembro de 2017 
  411. «Tom Hardy». askmen.com. Consultado em 28 de março de 2016 
  412. «Amber Heard, sex symbol et femme fatale confirmée». Consultado em 16 de agosto de 2012 
  413. «Chris Hemsworth Is PEOPLE's Sexiest Man Alive». Consultado em 28 de março de 2016 
  414. «Hunger Games: Liam Hemsworth claims he's not a sex symbol! Erm, is he blind?». Consultado em 14 de março de 2012 
  415. «Christina Hendricks Loves Being a Sex Symbol». Consultado em 23 de setembro de 2012 
  416. «Tom Hiddleston The New Sex Symbol?». Consultado em 16 de dezembro de 2013 
  417. Bardazzi, Anna (12 de setembro de 2013). «TYLER HOECHLIN: IL SEX SYMBOL AI TEMPI DI SETTIMO CIELO E OGGI». Consultado em 5 de abril de 2016 
  418. «How the Internet made Michelle Jenneke an international sex symbol». The Daily Dot. Consultado em 26 de fevereiro de 2016 
  419. n.a. «Nick Jonas thinks being a sex symbol is 'funny'». MSN. Consultado em 17 de maio de 2015 
  420. «Клишина стала секс-символом» (em Russian). Consultado em 10 de março de 2016 
  421. «Секс-символ российского спорта снова на высоте» (em Russian). Consultado em 10 de março de 2016 
  422. «Mila Kunis». Askmen 
  423. Amy Duncan (7 de março de 2013). «Jennifer Lawrence: Being a sex symbol makes me feel queasy» 
  424. «Jennifer Lawrence Is Our Mole-iest Sex Symbol of All Time». Slate. Consultado em 1 de março de 2016 
  425. «'Sex symbol' Sunny Leone doesn't care about being typecast in movies». India.com. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  426. «Andrew Lincoln Covers Men's Fitness — Cut Carbs, Sugar to Be Action Hero at 40». Wetpaint, Inc. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  427. «Assaulting police and dressing for the girls: Dua Lipa will Blow Your Mind». Regan Okey. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  428. «Blake Lively Persists». Thought Catalog. Consultado em 28 de setembro de 2017 
  429. «Ryan Lochte : Olympic Swimmer and Sex Symbol». The New York Times. Consultado em 30 de dezembro de 2014 
  430. «Demi Lovato fala sobre ser um sex symbol» 
  431. «One Direction: As Zayn Malik's voted fifth sexiest man in the world by gay fans, a Directioner defaces 1D tour bus with their OWN NAME! #stupidmuch?». Unreality TV. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  432. «Joe Manganiello on Being a Sex Symbol: It's Pretty Flattering». Consultado em 23 de setembro de 2012 
  433. Shauna Miller. «The Radical Queerness of Kate McKinnon's Justin Bieber». The Atlantic. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  434. «Kate Middleton Signed a Pre-Nup to Marry Prince William: 5 Things You Don't Know About the Duchess of Cambridge». Celeb Dirty Laundry. Consultado em 14 de janeiro de 2016 
  435. «Sex Symbol With an Unearthly Twist». The New York Times. Consultado em 30 de setembro de 2014 
  436. «SHAY MITCHELL : SHAY MITCHELL EST UN SEX SYMBOL !». June 
  437. «50 Steamiest Sex Symbols in Sports». Consultado em 9 de fevereiro de 2016 
  438. «Olivia Munn Declares 'I Have Sex As Much As I Can!' Spills Intimate Details on Aaron Rodgers». The Inquisitr. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  439. «EXCLUSIVE! Olivia Munn Drops Serious F-Bombs, Insisting She Didn't Get 'Daily Show' Job Because She's A Woman!». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  440. «21 Reasons Dylan O'Brien Would Be The Perfect Boyfriend». 18 de março de 2014. Consultado em 5 de abril de 2016 
  441. «Dylan O'Brien, Hailee Steinfeld, Cara Delevingne, TOUT sur ces stars qui font exploser le box-office !». Consultado em 5 de abril de 2016 
  442. «Aubrey Plaza Hilariously Details Her Masturbation Scene From 'The To-Do List'». UPROXX. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  443. «Aubrey Plaza - The 25 Most Famous UCB Alumni». Complex. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  444. Klikushin, Mikhail. «US Sanctions Russian Sex Symbol». The New York Observer. Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  445. «Erst Sex-Symbol, jetzt auf der Fahndungsliste». Augsburger Allgemeine. Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  446. «25 Hottest Sex Symbols of 2014». Rolling Stone. Consultado em 28 de março de 2016 
  447. «The 20 Hottest Photos of Rosamund Pike». Heavy. Consultado em 28 de março de 2016 
  448. «Chris Pratt on being a sex symbol: 'Before, I was the sweaty guy who didn't give a s---'». Entertainment Weekly. Consultado em 28 de março de 2016 
  449. «Sherlock sex symbol Lara Pulver to play real-life Bond girl». Evening Standard. 25 de janeiro de 2013. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  450. «Sergio Ramos, más sexy que nunca en el anuncio de Nivea» (em espanhol$2). Consultado em 10 de março de 2016 
  451. «2013's Hottest Sex Symbols». Rolling Stone. 17 de dezembro de 2013. Consultado em 23 de dezembro de 2014 
  452. «'I enjoy being sexual': Model Emily Ratajkowski talks turn-ons and being a sex symbol». Daily Star. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  453. «'A nude Emily Ratajkowski strikes a pose in the sand in a new image from her steamy GQ spread». Daily Mail. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  454. «WALKING DEAD NORMAN REEDUS IS LADY KILLER». nationalenquirer.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  455. «Ryan Reynolds:Being a sex symbol is embarrassing». Digital Spy. Consultado em 2 de janeiro de 2014 
  456. «2013s Hottest Sex Symbol: Margot Robbie». Rolling Stone. Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  457. «Cristiano Ronaldo». Askmen. 26 de dezembro de 2014 
  458. «Fawad Khan, Ali Zafar in 'Sexiest Asian Men' list». Dawn. 12 de dezembro de 2014. Consultado em 6 de setembro de 2015 
  459. «The 25 Hottest Nicki Minaj». Playboy. Consultado em 5 de maio de 2016 
  460. «Ronda Rousey Discusses Her Sex Symbol Status». Sports Illustrated. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  461. «Scherzinger shows she's not just a sex symbol: Frisky, enjoyable second album from former Pussycat Doll steers clear of R&B cliche». Daily Mail. Consultado em 8 de julho de 2015 
  462. «CHLOË SEVIGNY'S BIG LOVE». Harper's Bazaar. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  463. Juan Pedro Quiñonero (7 de setembro de 2013). «Léa Seydoux, la nueva sex symbol del cine francés». ABC (em espanhol$2). Consultado em 18 de dezembro de 2014 
  464. «Ian Somerhalder est un véritable sex symbol». June. Consultado em 5 de maio de 2016 
  465. «Amanda Seyfried Likes Being a Sex Symbol». Showbiz Spy. 22 de março de 2010. Consultado em 4 de outubro de 2015. Arquivado do original em 26 de março de 2010 
  466. «HOPE SOLO - Bodies We Want 2011». ESPN The Magazine. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  467. «50 Steamiest Sex Symbols in Sports». Bleacher Report. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  468. «Rising Star Emma Stone Gets Serious In 'The Help'». Starpulse.com. 10 de agosto de 2011. Consultado em 26 de outubro de 2015 
  469. Kessler, Zara (5 de novembro de 2014). «Taylor Swift's Sexual Temptation». Bloomberg View. Consultado em 15 de novembro de 2015 
  470. «UFC 168's Miesha Tate: 'It's perfectly OK to be a beautiful and empowered woman'». Consultado em 11 de março de 2016 
  471. Pace, Robert. «Tatum's Early Thoughts on Sex Symbol». ETonline.com. Consultado em 30 de abril de 2013 
  472. «Aaron Taylor-Johnson, a sex symbol all set and family». iodonna.it. 14 de maio de 2014 
  473. «Shirtless Tebow is Jockey sex symbol». USA Today. 11 de janeiro de 2012. Consultado em 18 de maio de 2012 
  474. «Naya Rivera Poses Naked in Marilyn Monroe-Inspired Photo Shoot». 17 de abril de 2013. Consultado em 5 de maio de 2016 
  475. «Sex Has A New Symbol: Antonia Thomas». Greysaber.com. 7 de fevereiro de 2013. Consultado em 5 de maio de 2016 
  476. Paula Young Lee. «Swooning over Justin Trudeau: Our collective freak-out over Canada's Prime Minister is about more than "nice hair"». salon.com. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  477. «25 Hottest Sex Symbols of 2015». Rolling Stone 
  478. «The Story of Kate Upton». Therichest.com. 18 de fevereiro de 2013 
  479. «The reluctant sex symbol». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  480. «Marilyn Monroe's legacy lives on: Stars who channel Marilyn Monroe». Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  481. «50 Steamiest Sex Symbols in Sports». Bleacher Report. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  482. «Lindsey Vonn on Tiger Woods and Sex: Julia Mancuso should see this». Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  483. «Shy sex symbol». The Star. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  484. «Harry Styles el sex symbol de One Direction». enfemenino. Consultado em 6 de maio de 2016 
  485. «25 Hottest Sex Symbols of 2015». Consultado em 31 de março de 2016 
  486. «Caroline Wozniacki Australian Open: Is She Officially No Longer Boring?». Consultado em 26 de fevereiro de 2016 
  487. «Caroline Wozniacki: Fedt at være sexsymbol» (em Danish). Consultado em 26 de fevereiro de 2016