Lista de partidos políticos em Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Esta lista enumera todos os distintos partidos políticos existentes em Portugal.

Portugal conta com um sistema multipartidário, tanto a nível nacional como autonómico ou regional. No país dominam cinco grandes partidos, o Partido Socialista (PS), um partido social-democrata; o Partido Social Democrata (PPD/PSD), um partido conservador-liberal; o Bloco de Esquerda (B.E.), partido de ideologia socialista; o CDS – Partido Popular (CDS–PP), partido de índole conservador e democrata-cristão; e o Partido Comunista Português (PCP), que defende o comunismo e o marxismo-leninismo, aos quais se pode juntar o Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV), partido de matriz verde e ecossocialista, várias vezes eleito em coligação com o PCP, embora alguns outros pequenos partidos já tenham conseguido fazer-se representar na Assembleia da República. Nas eleições legislativas de 2015, o Pessoas-Animais-Natureza (PAN), partido defensor dos direitos dos animais, entrou na Assembleia da Republica, quadruplicando a sua representação na mesma, nas eleições de 2019. Nas mesmas eleições de 2019, 3 novos partidos conseguiram eleger um deputado para a Assembleia da República, por sinal, a Iniciativa Liberal (IL), um partido liberal, o CHEGA (CH), partido nacional-conservador, e o LIVRE (L), partido ecossocialista. O PS e o PSD são os partidos mais votados em todas as eleições legislativas, onde no seu conjunto obtiveram sempre mais de metade do número de deputados na Assembleia da República,[1] criando um cenário de bipartidarismo.

Partidos políticos[editar | editar código-fonte]

(Informações nas listas estão dependentes de futuras eleições e/ou a alterações nos programas políticos do partido)

Partidos políticos com representantes eleitos[editar | editar código-fonte]

Esta lista apresenta todos os partidos com representantes eleitos na Assembleia da República e nos parlamentos regionais dos Açores e Madeira, presidentes e vereadores das Câmaras Municipais

Nome Líder Ideologia Assembleia
da República
Assembleia
Legislativa
dos Açores
Assembleia
Legislativa
da Madeira
Parlamento
Europeu
Presidentes de
Câmara Municipal
Vereadores
Municipais
Partido Socialista PS António Costa Social-democracia
108 / 230
25 / 57
19 / 47
9 / 21
160 / 308
(a)
952 / 2 074
(b)
Partido Social Democrata PPD/PSD Rui Rio Conservadorismo liberal
79 / 230
21 / 57
21 / 47
6 / 21
98 / 308
(a)
493 / 2 074
(b)
Bloco de Esquerda B.E. Catarina Martins[nota 1] Socialismo
19 / 230
2 / 57
0 / 47
2 / 21
0 / 308
12 / 2 074
Partido Comunista Português PCP Jerónimo de Sousa Comunismo
10 / 230
0 / 57
1 / 47
2 / 21
24 / 308
168 / 2 074
CDS – Partido Popular CDS–PP F.co Rodrigues dos Santos Democracia cristã
5 / 230
3 / 57
3 / 47
1 / 21
6 / 308
(a)
41 / 2 074
(b)
Pessoas–Animais–Natureza PAN André Silva[nota 2] Política Verde
3 / 230
1 / 57
0 / 47
0 / 21
0 / 308
0 / 2 074
Partido Ecologista "Os Verdes" PEV (coletivo)[nota 3] Ecossocialismo
2 / 230
0 / 57
0 / 47
0 / 21
0 / 308
3 / 2 074
CHEGA CH André Ventura Nacional-conservadorismo
1 / 230
2 / 57
0 / 47
0 / 21
0 / 308
(a)
0 / 2 074
(b)
Iniciativa Liberal IL Cotrim de Figueiredo Liberalismo
1 / 230
1 / 57
0 / 47
0 / 21
0 / 308
(a)
0 / 2 074
(b)
Juntos pelo Povo JPP Filipe Sousa Centrismo
0 / 230
0 / 57
3 / 47
0 / 21
1 / 308
6 / 2 074
Partido Popular Monárquico PPM Gonçalo da Câmara Pereira Monarquismo
0 / 230
2 / 57
0 / 47
0 / 21
0 / 308
0 / 2 074
Nós, Cidadãos! NC Mendo Castro Henriques Liberalismo social
0 / 230
0 / 57
0 / 47
0 / 21
1 / 308
5 / 2 074
LIVRE L (rotativo)[nota 4] Ecossocialismo
0 / 230
0 / 57
0 / 47
0 / 21
1 / 308
(a)
0 / 2 074
(b)

Coligações

Nome Líder Partidos Ideologia Assembleia da República Assembleia Legislativa dos Açores Assembleia Legislativa da Madeira Parlamento Europeu Presidentes de Câmara Municipal Vereadores Municipais
CDU – Coligação Democrática Unitária PCP-PEV Jerónimo de Sousa PCP
PEV
ID (movimento político)
Comunismo, Marxismo-leninismo, Ecossocialismo
12 / 230
0 / 57
1 / 47
2 / 21
24 / 308
171 / 2 074

Notas:
↑(a) Inclui também os presidentes de Câmara Municipal eleitos por coligações lideradas pelo partido em questão.
↑(b) Não inclui os vereadores eleitos por coligações nas quais o partido em questão participou.

Partidos políticos portugueses inscritos no Tribunal Constitucional[editar | editar código-fonte]

Esta lista apresenta todos os partidos políticos atualmente reconhecidos pelo Tribunal Constitucional.[2]

Nome Sigla Líder M.E. Ideologia Espectro Inscrição
Partido Comunista Português PCP Jerónimo de Sousa Sim Comunismo, Marxismo-leninismo Extrema-esquerda 1974
CDS – Partido Popular CDS–PP Francisco Rodrigues dos Santos Sim Democracia cristã, Conservadorismo, Liberalismo clássico, Populismo de direita Centro-direita a Direita 1975
[ex-CDS]
Partido Social Democrata PPD/PSD Rui Rio Sim Conservadorismo liberal, Reformismo, Personalismo Centro a Centro-direita[3][4] 1975
[ex-PPD]
Partido Socialista PS António Costa Sim Social-democracia, Keynesianismo, Progressismo Centro-esquerda 1975
Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses PCTP/MRPP a definir Não Comunismo, Maoismo, Euroceticismo Extrema-esquerda 1975
[ex-MRPP]
Partido Popular Monárquico PPM Gonçalo da Câmara Pereira Sim Conservadorismo social, Liberalismo económico, Agrarianismo, Ecologismo, Monarquismo Direita 1975
Partido Operário de Unidade Socialista POUS Carmelinda Pereira Não Socialismo, Trotskismo, Euroceticismo Extrema-esquerda 1979
[ex-MUT]
Partido Ecologista "Os Verdes" PEV Liderança coletiva[nota 3] Sim Ecossocialismo, Ecologismo, Pacifismo, Política verde Esquerda 1982
[ex-MEP-PV]
Ergue-te E José Pinto Coelho Não Nacionalismo português, Conservadorismo social, Nacional-conservadorismo, Protecionismo, Anti-imigração, Populismo de direita, Euroceticismo Extrema-direita 2000
[ex-PRD e ex-PNR]
Partido da Terra MPT Manuel Ramos Não Ambientalismo, Ecocapitalismo, Liberalismo verde Centro-direita 1993
Bloco de Esquerda B.E. Catarina Martins
(coordenadora da Comissão Política)
Sim Socialismo democrático, Progressismo, Populismo de esquerda, Ecossocialismo Esquerda 1999
Partido Trabalhista Português PTP Amândio Madaleno Não Socialismo democrático, Social-democracia, Trabalhismo Centro-esquerda a Esquerda 2009
Pessoas–Animais–Natureza PAN Liderança coletiva[nota 2]
(porta-voz: André Silva)
Sim Direito dos animais, Pacifismo, Ambientalismo, Biocentrismo, Decrescimento, Democracia inclusiva Sincrético 2011
Movimento Alternativa Socialista MAS Gil Garcia Não Socialismo, Trotskismo, Morenismo, Euroceticismo Esquerda 2013
LIVRE L Rotativo (Grupo de Contacto)[nota 4] Sim Ecossocialismo, Social-democracia, Política verde, Progressismo, Europeísmo, Democracia deliberativa Centro-esquerda a Esquerda 2014
[ex-L/TDA]
Juntos pelo Povo JPP Filipe Sousa Sim Pega-tudo, Centrismo, Reformismo Centro 2015
Partido Democrático Republicano PDR Bruno Fialho Não Centrismo, Populismo, Regionalismo, Euroceticismo Centro 2015
Nós, Cidadãos! NC Mendo Castro Henriques Sim Liberalismo Social, Europeísmo Centro 2015
Partido Unido dos Reformados e Pensionistas PURP Fernando Loureiro Não Direitos dos Pensionistas, Anti-austeridade, Populismo Sincrético 2015
Iniciativa Liberal IL João Cotrim de Figueiredo Sim Liberalismo, Liberalismo económico, Liberalismo clássico, Liberalismo cultural, Europeísmo Centro 2017
Aliança A Pedro Santana Lopes Não Conservadorismo fiscal, Liberalismo económico, Personalismo, Conservadorismo social, Europeísmo Centro-direita 2018
CHEGA CH André Ventura Sim Nacional-conservadorismo, Nacionalismo, Conservadorismo social, Liberalismo económico, Populismo de direita, Euroceticismo Direita a Extrema-direita 2019
Reagir Incluir Reciclar R.I.R. Vitorino Silva Não Populismo, Humanismo, Pacifismo, Universalismo, Europeísmo Sincrético 2019
Volt Portugal VP Tiago de Matos Gomes Não Federalismo Europeu, Liberalismo social, Progressismo, Ecologismo Centro a Centro-esquerda 2020

Partidos não inscritos no Tribunal Constitucional[editar | editar código-fonte]

Esta lista apresenta os partidos anunciados mas não inscritos.

Nome Sigla Líder Ideologia Espectro Estado
Partido Pirata Português PPP - Política Pirata Sincrético Em recolha de assinaturas para entrega no Tribunal Constitucional[5]
Partido Libertário PL Carlos Novais Minarquismo - Em recolha de assinaturas para entrega no Tribunal Constitucional
Democracia 21 D21 Sofia Afonso Ferreira Liberalismo Direita Assinaturas por entregar no Tribunal Constitucional[6]
Partido Conservador PC - Conservadorismo Direita Em recolha de assinaturas para entrega no Tribunal Constitucional[7]
Liga Nacional LN Pedro Perestrello Nacionalismo Extrema-direita Em recolha de assinaturas para entrega no Tribunal Constitucional[7]
Bloco de Direita BD Daniel Leal Conservadorismo Direita Em recolha de assinaturas para entrega no Tribunal Constitucional[8]
Mais Mais Comissão Instaladora Plataforma de Independentes - Em recolha de assinaturas para entrega no Tribunal Constitucional[9]

Lista de partidos e coligações extintas da III República[editar | editar código-fonte]

Esta lista apresenta os partidos que já foram reconhecidos pelo Supremo Tribunal de Justiça ou pelo Tribunal Constitucional mas que já não existem ou cessaram a sua actividade.

Nome Sigla Fundador(es) M.E. Ideologia Espectro Inscrição Dissolução
Movimento Democrático Português / Comissão Democrática Eleitoral MDP/CDE José Manuel Tengarrinha Sim Socialismo, nacionalismo de esquerda Esquerda 1975 1994
União Democrática Popular UDP João Pulido Valente Sim Marxismo, socialismo Esquerda 1975 2005
Associação para a Defesa dos Interesses de Macau ADIM Diamantino de Oliveira Ferreira Sim Conservadorismo Direita 1975 1999
União da Esquerda para a Democracia Socialista UEDS António Lopes Cardoso Sim Autogestão, socialismo, socialismo democrático Esquerda 1979 1986
Acção Social Democrata Independente ASDI António de Sousa Franco Sim Social-democracia, socialismo democrático Centro-esquerda 1980 1985
Partido Renovador Democrático PRD Hermínio Martinho Sim Centrismo, Liberalismo social, populismo Centro 1985 2000
Partido da Solidariedade Nacional PSN Manuel Sérgio Sim Humanismo, populismo Centro 1990 2006
Partido da Democracia Cristã PDC José Sanches Osório Não Democracia cristã, nacionalismo português, conservadorismo, populismo Direita 1975 2004
Movimento de Esquerda Socialista MES Jorge Sampaio Sim Socialismo, marxismo Esquerda 1975 1981
Partido Trabalhista PT Heduíno Gomes Não Maoismo, nacionalismo Extrema-esquerda 1975 [ex-AOC] 1983
Organização Comunista Marxista-Leninista Portuguesa OCMLP Não Comunismo, estalinismo, maoismo Extrema-esquerda 1975 [ex-FEC(m-l)] 1988
Partido de Unidade Popular PUP Não Maoismo Extrema-esquerda 1975 1976
Frente Socialista Popular FSP Manuel Serra Sim Socialismo, marxismo, anticapitalismo Esquerda 1975 2004
Partido Revolucionário dos Trabalhadores PRT Não Trotskismo, marxismo, comunismo Extrema-esquerda 1975 1979
Centro Democrático de Macau CDM Não Socialismo democrático Centro-esquerda 1975 1999
Liga Comunista Internacionalista LCI João Cabral Fernandes Não Comunismo, trotskismo Extrema-esquerda 1975 1978
Partido Comunista de Portugal (marxista-leninista) PCP(m-l) Heduíno Gomes Não Maoismo, anti-imperialismo Extrema-esquerda 1976 1980
Grupos Dinamizadores de Unidade Popular GDUP's Sim Socialismo, marxismo, anticapitalismo Esquerda 1976 1977
Partido Socialista Revolucionário PSR Francisco Louçã Sim Trotskismo, feminismo Esquerda 1978 2008
Movimento Independente para a Reconstrução Nacional / Partido da Direita Portuguesa MIRN/PDP Kaúlza de Arriaga Não Nacionalismo português, conservadorismo, populismo Extrema-direita 1979 1984
Partido Democrático do Atlântico PDA Teodoro de Sousa Pedro Não Centrismo, liberalismo, social-democracia, devolução, autodeterminação, democracia direta Centro radical 1979 [ex-UDA/PDA] 2015
Força de Unidade Popular FUP Otelo Saraiva de Carvalho Não Socialismo, populismo, anticapitalismo Extrema-esquerda 1980 2004
Partido Socialista dos Trabalhadores PST Não Comunismo, trotskismo Extrema-esquerda 1980 1981
Frente Nacional FN Manuel Maria Múrias Não Nacionalismo Extrema-direita 1980 1980
Partido Comunista (Reconstruído) PC(R) Não Marxismo-leninismo Extrema-esquerda 1981 1992
Frente da Esquerda Revolucionária FER Gil Garcia Não Trotskismo Extrema-esquerda 1983 [ex-LST] 2005
Política XXI PXXI Miguel Portas Sim Progressismo, socialismo democrático Esquerda 1994 2008
Partido Português das Regiões PPR Arlindo Neves Sim Conservadorismo liberal, regionalismo Centro-direita 1995 1998
Partido da Gente PG Edir Macedo Não Esquerda cristã Esquerda 1995 1999
Partido Humanista P.H. Manuela Magno Não Humanismo, pacifismo, liberalismo social Centro 1999 2015
Movimento pelo Doente MD Vitorino Brandão Não Humanismo Centro-esquerda 2002 2007
Nova Democracia PND Manuel Monteiro Sim Conservadorismo liberal, liberalismo económico, populismo, euroceticismo Direita 2003 2015
Movimento Esperança Portugal MEP Rui Marques Não Centrismo, liberalismo Centro 2008 2012
Partido Liberal Democrata PLD Eduardo Baptista Correia Não Centrismo, liberalismo, liberalismo económico Centro 2008
[ex-MMS]
2019
Partido Cidadania e Democracia Cristã PPV/CDC Manuel Matias Sim Doutrina social da Igreja, Democracia cristã, Conservadorismo social, Populismo de direita, Direita cristã Direita 2009
[ex-PPV]
2020

Coligações[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador História Ideologia Espectro político Fundação Dissolução
AGIR

(PTP-MAS)

Joana Amaral Dias
Amândio Madaleno
Gil Garcia
Coligação entre o PTP e o MAS. Socialismo, trabalhismo, anticapitalismo Esquerda 2015 2015
Aliança Açores

(CDS-PP.PPM) 2000 e 2015
(PPM.CDS-PP) 2020

Coligação entre o CDS-PP e o PPM. Já se designou como Aliança Democrática-Açores (2000). Democracia cristã, conservadorismo, liberalismo clássico, liberalismo económico, populismo, agrarianismo, ecologismo, monarquismo Direita 2000
2015
2020
2000
2015
2020
Aliança Democrática

(AD)

Francisco Sá Carneiro
Diogo Freitas do Amaral
Gonçalo Ribeiro Telles
Coligação entre o PPD/PSD, o CDS e o PPM. Social-democracia portuguesa, democracia cristã, conservadorismo liberal, reformismo Centro-direita 1979 1983
Aliança Povo Unido

(APU)

Álvaro Cunhal Coligação entre o PCP, o MDP/CDE e o Movimento Ecologista Português-Partido "Os Verdes" (MEP-PV).[10] Comunismo, socialismo, marxismo-leninismo, ecossocialismo, ecologismo, pacifismo, política verde Esquerda a extrema-esquerda 1978 1987
Basta!

(PPM.PPV/CDC)

André Ventura Coligação entre o PPM e PPV/CDC, com apoio do partido na altura ainda por legalizar Chega! Nacionalismo português, conservadorismo social, monarquismo, democracia cristã, populismo de direita Direita a extrema-direita 2019 2019
Coligação Bloco de Esquerda-UDP

(B.E.-UDP)

Coligação entre o B.E. e a UDP. Comunismo, socialismo, marxismo-leninismo, trotskismo Esquerda a extrema-esquerda 2002 2002
Coligação Ecologia e Futuro

(PPM-MPT)

Coligação entre o PPM e o MPT. Conservadorismo, liberalismo, liberalismo económico, ecologismo, centrismo, monarquismo Centro-direita a direita 1995 1995
FEH - Frente Ecologia e Humanismo

(MPT-P.H.)

Pedro Quartin Graça
Luís Filipe Guerra
Coligação entre o MPT e o P.H.. Ambientalismo, novo humanismo Centro 2009 2009
Frente Eleitoral Povo Unido

(FEPU)

Álvaro Cunhal Coligação entre o PCP, o MDP/CDE e a FSP. Comunismo, socialismo, marxismo-leninismo Esquerda a extrema-esquerda 1976 1978
Frente Eleitoral UDP/PSR

(UDP/PSR)

Coligação entre a UDP e o PSR. Comunismo, socialismo, marxismo-leninismo, trotskismo Esquerda a extrema-esquerda 1983 1983
Frente Republicana e Socialista

(FRS)

Mário Soares
António Lopes Cardoso
António de Sousa Franco
Coligação entre o PS, a ASDI e a UEDS. Social-democracia, socialismo democrático, republicanismo Centro-esquerda 1980 1982
Mudança

(PS-PTP-PAN-MPT)

Coligação entre o PS, o PTP, o PAN e o MPT. Social-democracia, socialismo democrático, trabalhismo, direito dos animais, ambientalismo, ecologismo. Centro-esquerda 2015 2015
Partido da Democracia Cristã/Partido da Direita Portuguesa/Frente Nacional

(PDC-MIRN/PDP-FN)

Coligação entre o PDC, o MIRN/PDP e a FN. Nacionalismo português, conservadorismo, populismo Extrema-direita 1980 1980
Partido Operário de Unidade Socialista[nota 5]

(POUS/PST)

Coligação entre o POUS e o PST. Comunismo, socialismo, trotskismo Extrema-esquerda 1980 1980
Plataforma de Cidadania

(PPM/PND)

Coligação entre o PPM e a PND. Conservadorismo, liberalismo económico, ecologismo, monarquismo, populismo, euroceticismo Centro-direita a direita 2012 2012
Plataforma dos Cidadãos

(PPM/PDA)

Coligação entre o PPM e o PDA. Já se designou CDA - Convergência Democrática Açoriana (2000). Conservadorismo, liberalismo económico, ecologismo, monarquismo, devolução, autodeterminação, democracia direta Centro a direita 2000
2015
2000
2015
Portugal à Frente

(PPD/PSD.CDS-PP)

Pedro Passos Coelho
Paulo Portas
Coligação entre o PPD/PSD e o CDS-PP.[11] Já se designou como Aliança Portugal (2014), Força Portugal (2009), Coligação Açores (2004) Conservadorismo, conservadorismo liberal, conservadorismo fiscal, neoliberalismo Centro-direita a Direita 2004
2009
2014
2015
2004
2009
2014
2015

Outras organizações da III República[editar | editar código-fonte]

Lista de partidos e agremiações políticas durante o Estado Novo[editar | editar código-fonte]

Nome Sigla Fundador(es) parl. Ideologia(s) Espectro início fim
Partido Comunista Português PCP José Carlos Rates Não Comunismo, marxismo-leninismo Esquerda a
extrema-esquerda
1921
Liga de Defesa da República LDR Afonso Costa
Álvaro de Castro
José Domingues dos Santos
Jaime Cortesão
António Sérgio
Não Republicanismo, radicalismo, liberalismo, liberalismo clássico, conservadorismo, democracia constitucional, anti-ditadura Centro 1927 1940
União Nacional UN António de Oliveira Salazar Sim Nacionalismo português, integralismo Lusitano, conservadorismo, doutrina Católica, conservadorismo social, conservadorismo nacional, corporativismo Extrema-direita 1930 1970
Movimento de Unidade Nacional Anti-Fascista MUNAF Norton de Matos Não Antifascismo, Pró-democracia Sincrético 1943 1945
Movimento de Unidade Democrática MUD
Não Socialismo, Marxismo, Republicanismo, Socialismo cristão, Pró-democracia Esquerda 1945 1948
Ação Nacional Popular ANP Marcello Caetano Sim Nacionalismo português, marcellismo, conservadorismo, conservadorismo social, conservadorismo nacional, liberalismo económico Extrema-direita 1970 1974
Frente Nacional FN
Não Ultranacionalismo, neonazismo, neofascismo Extrema-direita 1959 1959
Comissão Eleitoral de Unidade Democrática CEUD Mário Soares Não Socialismo democrático, social-democracia, antifascismo, pró-democracia Centro-esquerda 1969 1970
Comissão Democrática Eleitoral CDE
Não Socialismo, comunismo, antifascismo, pró-democracia Esquerda 1969 1969
Comissão Eleitoral Monárquica CEM
Não Monarquismo, liberalismo Direita 1969 1969

Outras agremiações políticas durante o Estado Novo[editar | editar código-fonte]

Lista de partidos e agremiações políticas durante a I República[editar | editar código-fonte]

Esquerda a extrema-esquerda[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador Ideologia Fundação Dissolução
Partido Comunista Português Comunismo, marxismo-leninismo 1921 atualidade

Esquerda[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador Ideologia Fundação Dissolução
Partido Socialista Português Socialismo 1875 1933
Partido Reformista
Republicanismo 1921 1926
Partido Republicano da Esquerda Democrática Socialismo, socialismo democrático, marxismo, republicanismo 1924 1933

Centro-esquerda[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador Ideologia Fundação Dissolução
Partido Democrático Republicanismo, liberalismo, radicalismo, anti-clericalismo, socialismo (minoria) 1912 1926

Centro[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador Ideologia Fundação Dissolução
Partido Republicano Português Republicanismo, anti-monarquismo, liberalismo, liberalismo clássico, radicalismo , conservadorismo, anti-clericalismo, secularismo 1876 1912 (de facto)
1926 (de jure)
Partido Regionalista
Regionalismo 1921 1926
União dos Interesses Económicos
1924 1926

Centro-direita[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador Ideologia Fundação Dissolução
Partido da União Republicana Nacionalismo, conservadorismo, liberalismo clássico, republicanismo 1912 1919
Partido Republicano Evolucionista Liberalismo, conservadorismo liberal, liberalismo clássico, republicanismo 1912 1919
Partido Liberal Republicano Conservadorismo, conservadorismo liberal, liberalismo clássico, nacionalismo, sidonismo, anti-Partido Democrático 1919 1923

Direita[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador Ideologia Fundação Dissolução
Centro Católico Português Nacionalismo, conservadorismo, tradicionalismo, catolicismo 1917 1933
Ação Realista Portuguesa Monarquismo, integralismo lusitano, nacionalismo, tradicionalismo, catolicismo 1923 1926
Partido Nacional Republicano Sidonismo, nacionalismo, conservadorismo 1918 1923
Partido Centrista Republicano Centrismo, anti-Partido Democrático 1917 1918
Partido Republicano Popular
Republicanismo 1919 1919
Partido Radical
Radicalismo 1923 1926
União Liberal Republicana Nacionalismo 1926 1928
Partido Republicano da Reconstituição Nacional Nacionalismo, republicanismo, conservadorismo, sidonismo 1920 1923
Partido Republicano Nacionalista
Nacionalismo, conservadorismo, conservadorismo social, sidonismo, anti-Partido Democrático 1923 1926
Causa Monárquica
  • Manuel Maria de Assis Eugénio
Monarquismo, conservadorismo, conservadorismo social, nacionalismo, tradicionalismo 1911 1926

Extrema-direita[editar | editar código-fonte]

Nome Fundador Ideologia Fundação Dissolução
Cruzada Nun'Álvares Nacionalismo, conservadorismo 1918 1938
Integralismo Lusitano Nacionalismo, tradicionalismo, catolicismo, monarquismo, municipalismo, nacional sindicalismo 1914 1932

Outros movimentos políticos[editar | editar código-fonte]

Lista de partidos e agremiações políticas durante a Monarquia Constitucional[editar | editar código-fonte]

Lista de partidos e agremiações políticas durante o primeiro liberalismo[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. coordenadora da Comissão Política
  2. a b Porta-voz: André Silva; Comissão Política Permanente: André Silva, Bebiana Cunha, Francisco Guerreiro, Cristina Rodrigues, Pedro Neves, Inês Real e Rui Prudêncio.
  3. a b Comissão Executiva Nacional: Afonso Luz, Álvaro Saraiva, Cláudia Madeira, Dulce Arrojado, Heloísa Apolónia, Joana Gomes da Silva, João Gordo Martins, José Luís Ferreira, Manuela Cunha, Mariana Silva, Miguel Martins, Rogério Duarte Cassona, Sónia Colaço, Susana Silva e Victor Cavaco.
  4. a b Grupo de Contacto: Ana Raposo Marques, Carlos Teixeira, Filipa Castro, Filipa Pinto, Filipe Honório, Henrique Vasconcelos, Isabel Mendes Lopes, João Monteiro, Ofélia Janeiro, Patrícia Gonçalves, Pedro Mendonça, Pedro Nunes Rodrigues, Safaa Dib, Teresa Mota e Tomás Cardoso Pereira.
  5. A coligação usou apenas o nome do POUS.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Pagina web "Número de Deputados eleitos em cada legislatura desde da eleição em 25 de abril de 1976" Arquivado em 26 de dezembro de 2015, no Wayback Machine. Consultado em 23 de fevereiro de 2018
  2. Tribunal Constitucional – "Partidos registados e suas denominações, siglas e símbolos". O TC é, em Portugal, a entidade que regula a constituição e extinção dos partidos políticos, bem como controla as suas contas.
  3. Lusa. «Rio alerta para perigo de desaparecimento do partido». www.dn.pt. Diário de Notícias. Consultado em 9 de abril de 2019. O PSD não é um partido de direita nem é de esquerda. É um partido social-democrata e a social-democracia é ao centro, não é à direita nem à esquerda. 
  4. «Rui Rio: "Nós não somos de direita. Nós somos do centro, somos moderados"». PÚBLICO. Consultado em 2019-04-09-centre-droit-remporte-legislatives  Parâmetro desconhecido |consulté le= ignorado (|acessodata=) sugerido (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. www.partidopiratapt.eu  Texto "https://www.partidopiratapt.eu/participa/assinaturas/" ignorado (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda);
  6. «Ultrapassado por Santana, Ventura e Tino de Rans, por onde anda o Democracia 21?». www.sabado.pt. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  7. a b «Publicação do Instagram de jornal político português • 4 de Jan, 2020 às 4:52 UTC». Twitter. Consultado em 8 de janeiro de 2020  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  8. «Início». Bloco de Direita. Consultado em 29 de julho de 2020 
  9. [https:https://www.publico.pt/2020/02/05/politica/noticia/partido-sim-apoiar-movimentos-apartidarios-1902447 «Mais um partido? Sim, mas é para apoiar os movimentos apartidários»]. www.publico.pt. Consultado em 7 de julho de 2020 
  10. Movimento Ecologista Português-Partido Os Verdes (MEP-PV), Comissão Nacional de Eleições. Consultado em 25 de janeiro de 2018
  11. Coligação Eleitoral PPD/PSD.CDS-PP, "Portugal à Frente" Arquivado em 5 de outubro de 2015, no Wayback Machine., portugalafrente.pt, recuperado 6 de outubro 2015