Éverton Ribeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Éverton
Informações pessoais
Nome completo Éverton Augusto de Barros Ribeiro
Data de nasc. 10 de abril de 1989 (25 anos)
Local de nasc. Arujá (SP),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,74 m
Canhoto
Apelido ER17 "Éverton Ribale" "Éverton Ribery"
Informações profissionais
Clube atual Cruzeiro
Número 17
Posição Meia
Clubes de juventude
2005-2006 Brasil Corinthians
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20072011
20082010
20112012
2013
Brasil Corinthians
BrasilSão Caetano (emp.)
Brasil Coritiba
Brasil Cruzeiro
0020 0000(1)
0087 0000(8)
0082 000(20)
0114 000(23)
Seleção nacional3
2009
2014
Brasil Brasil Sub-20
Brasil Brasil
0004 0000(0)
0003 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 26 de novembro de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 14 de outubro de 2014.

Éverton Augusto de Barros Ribeiro [1] , mais conhecido como Éverton (Arujá, 10 de abril de 1989)[2] , é um futebolista brasileiro que atua como meia-direita e começou a carreira como lateral-esquerdo. Atualmente, joga pelo Cruzeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Morador da cidade de São Francisco em Minas Gerais, onde deu seus primeiros passos no futebol, atuando numa escolinha do São Francisco F.C..

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em clubes, começou como lateral esquerdo nas categorias de base do Corinthians. Muito ágil e habilidoso, o jovem jogador chamou a atenção com seus dribles velozes e chutes precisos de fora da área - características que lhe garantiram uma vaga no elenco profissional do Corinthians. Apesar de não ter tido chances no clube que o revelou, lá ele ganhou "estrutura para crescer".[3]

São Caetano[editar | editar código-fonte]

Sem muitas chances em 2008, foi emprestado ao São Caetano.

Coritiba[editar | editar código-fonte]

2011[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2011 confirmou sua transferência para o Coritiba por um valor próximo à R$ 1,5 milhões, assinando um contrato de três anos com o clube paranaense.[4] Marcou seu primeiro gol pelo Coritiba no jogo contra o Atlético Goianiense, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil, no dia 30 de março de 2011. O Coxa venceu o jogo por 3x1.

2012[editar | editar código-fonte]

Em 2012, viveu grande fase, tendo marcado 9 gols na temporada pelo Coritiba (incluindo 2 gols em 2 Atletibas e o gol que classificou o Coxa à final da Copa do Brasil), sendo o vice-artilheiro do time (atrás do Emerson, que fez 10 gols)[5] e justificando sua contratação depois de um ano no clube. Em 13 de maio de 2012, fez o gol do título do Campeonato Paranaense de 2012 ao converter a última cobrança de pênalti do Coritiba e na semifinal da Copa do Brasil de 2012 contra o São Paulo, marcou um importantíssimo gol de cabeça, apesar da baixa estatura, que garantiu o Coxa pela segunda vez consecutiva na final da Copa do Brasil.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

2013[editar | editar código-fonte]

Uma das principais contratações para 2013 do Cruzeiro, clube responsável por desembolsar aproximadamente R$4 milhões para contratá-lo, Éverton foi, junto com Dagoberto, outra nova estrela da companhia, apresentado com festa no CT do clube. Festa esta que contou com cerca de 1500 torcedores. O jogador se disse "muito feliz" pela calorosa recepção.[6] Sua estreia pela equipe foi no dia 27 de janeiro em um amistoso contra o Mamoré, vencido pelo Cruzeiro por 4 a 1, onde o jogador teve boa atuação.[carece de fontes?] A primeira partida oficial foi no dia 3 de fevereiro, no clássico contra o Atlético, em jogo válido pelo Campeonato Mineiro.[7]

Cquote1.svg É muito gratificante poder de cara já ter o carinho da torcida, isso está me ajudando muito. Cada vez mais a torcida apoia, isso me dá vontade de entrar em campo e mostrar meu futebol com alegria. Cquote2.svg
Segundo o próprio jogador.[8]

No dia 21 de agosto, na vitória do Cruzeiro sobre o Flamengo por 2 a 1, em partida pelas oitavas de final da Copa do Brasil, realizada no estádio Mineirão, Éverton marcou um belíssimo gol (o segundo da equipe na partida), logo após aplicar um "chapéu" no marcador adversário dentro da área e finalizar, sem deixar a bola cair tocar no chão, com um voleio sem pulo no ângulo, humilhando Luiz Antonio.[9] O gol ganhou repercussão internacional, sendo classificado pelo site da FIFA como "o lance mais bonito da noite’".[10] No dia 13 de novembro, Éverton sagrou-se campeão brasileiro com o Cruzeiro, com quatro rodadas de antecedência, na partida contra o Vitória, vencida pela equipe mineira por 3 a 1.[11] Após o título, no dia 9 de dezembro, o jogador foi laureado com a Bola de Ouro de melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2013, sendo também o líder de assistências da competição.[12]

2014[editar | editar código-fonte]

Pela primeira vez foi campeão do Campeonato Mineiro em cima do maior rival.

O campeonato brasileiro de 2014 foi mais uma vez dominado pelo time do Cruzeiro, ficando ao total 33 rodadas na liderança, batendo o recorde de 27 rodadas, com mais uma vez Éverton sendo o protagonista juntamente com Ricardo Goulart.

Um ano mágico para o jogador que conseguiu pela primeira vez ser convocado para a seleção brasileira pelo então técnico Dunga, para a disputa de dois amistosos nos Estados Unidos contra Colômbia e Equador.

No dia 23 de novembro, sagrou-se novamente campeão brasileiro (feito inédito na história do Cruzeiro), após uma vitória do Cruzeiro sobre o Goiás por 2 a 1 com um gol de cabeça do canhoto, com duas rodadas de antecedência.[13] No dia 1 de dezembro, foi eleito pela CBF o melhor jogador da competição.[14]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Sub-18 e Sub-20[editar | editar código-fonte]

Disputou a Copa Sendai de 2007 pela Seleção Brasileira Sub-18.

Em 2009 fez parte da Seleção Brasileira que conquistou o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20 de 2009.

Seleção principal[editar | editar código-fonte]

Em 19 de agosto de 2014, Dunga convocou pela primeira vez o atleta do Cruzeiro para os amistosos contra a Colômbia e Equador.[15]

Jogos pela seleção[editar | editar código-fonte]

Brasil
Ano Jogos Gols
2014 3 0
Total 3 0

Todos os jogos pela seleção

Data Competição Local   Placar Adversário Gols
01 5 de setembro de 2014 Amistoso Miami (EUA) Brasil Brasil 1 — 0 Flag of Colombia.svg Colômbia
02 9 de setembro de 2014 Amistoso Nova Jersey (EUA) Brasil Brasil 1 — 0 Flag of Ecuador.svg Equador
03 14 de outubro de 2014 Amistoso Singapura (SGP) Brasil Brasil 4 — 0 Flag of Japan.svg Japão
Legenda:      Vitórias —      Empates —      Derrotas

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 22 de agosto de 2014.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Liga Copa Continental Estadual Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
São Caetano 2009 30 2 0 0 - - 7 0 37 2
2010 29 4 0 0 - - 21 2 50 6
Total 59 6 0 0 0 0 28 2 87 8
Coritiba 2011 14 0 3 1 0 0 9 1 26 2
2012 29 8 10 4 2 1 15 5 56 18
Total 43 8 13 5 2 1 24 6 82 20
Cruzeiro 2013 35 7 6 3 - - 13 5 54 15
2014 30 6 4 0 10 1 9 1 53 8
Total 65 13 10 3 10 1 22 6 107 23
Total na Careira 167 27 23 8 12 2 74 14 276 51

Títulos[editar | editar código-fonte]

Coritiba
Cruzeiro
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.