Números de telefone no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

No Brasil, os números de telefone são regulados pela Anatel, no Plano Nacional de Numeração.[1]

O prefixo do país é 55, isto é, para quem liga a partir do estrangeiro terá de acrescentar 55 ao início do número. Por outro lado para ligar do Brasil para fora usa-se o prefixo 00, seguido do código da operadora, o código do país de destino, o código de área (se existir) e, finalmente, o número de telefone que se deseja contactar.[2]

Plano Nacional de Numeração[editar | editar código-fonte]

Prefixo Uso
0 Prefixo de acesso para ligação longa distância nacional
00 Prefixo de acesso para ligação longa distância internacional
90 Chamada a cobrar no destino
1 Serviços de Utilidade Pública e de Apoio ao STFC
2
3
Telefonia fixa
400 Serviços com tarifa local[3]
401-499
50-56
Telefonia Fixa
57 Telefonia Fixa Rural[4] [5]
58-59 Telefonia Fixa
7 Trunking
9 Serviços de Comunicações Móveis[6]

Código de Acesso a Serviços de Utilidade Pública e de Apoio ao STFC[editar | editar código-fonte]

Código Serviços Públicos de Emergência
100 Secretaria dos Direitos Humanos
128 Serviços de Emergência no Mercosul
151 Fundação Procon
152 Ibama
153 Guarda Municipal
156 Serviço Público Municipal
180 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher
181 Disque Denúncia
185 Salvamar
190 Polícia Militar
191 Polícia Rodoviária Federal
192 Serviço de Atendimento Médico de Urgência
193 Corpo de Bombeiros
194 Polícia Federal
197 Polícia Civil
198 Polícia Rodoviária Estadual
199 Defesa Civil

Códigos de Área[editar | editar código-fonte]

Geográficos[editar | editar código-fonte]

O código de área serve para identificar uma localidade ou um conjunto de localidades e deve ser usado para a realização de ligações de longa distância[7] . O sistema de códigos de área, também chamado de DDD (Discagem Direta a Distância), foi implantado nacionalmente em 1969[8] e expandido ao longo da década seguinte. Em 2001, a quantidade de códigos de área geográficos subiu de 57 para 68[9] , com a criação dos códigos 22, 24, 28, 64, 66, 87, 89, 93, 94, 97 e 99[10] [11] [12] , com as alterações feitas pela Resolução 263 da ANATEL, de 8 de junho de 2001[13] .

Prefixo Estado Principais cidades(capitais em negrito)
11  São Paulo São Paulo/Guarulhos/São Bernardo do Campo/Santo André/Osasco/Jundiaí
12  São Paulo São José dos Campos/Taubaté/Jacareí/Guaratinguetá
13  São Paulo Santos/São Vicente/Praia Grande/Cubatão
14  São Paulo Bauru/Jaú/Marília/Botucatu
15  São Paulo Sorocaba/Itapetininga
16  São Paulo Ribeirão Preto/São Carlos/Araraquara
17  São Paulo São José do Rio Preto/Barretos
18  São Paulo Presidente Prudente/Araçatuba
19  São Paulo Campinas/Piracicaba/Limeira/Americana/Sumaré
21  Rio de Janeiro Rio de Janeiro/Niterói/São Gonçalo/Duque de Caxias/Nova Iguaçu
22  Rio de Janeiro Campos dos Goytacazes/Macaé
24  Rio de Janeiro Volta Redonda/Barra Mansa/Petrópolis
27  Espírito Santo Vitória/Serra/Vila Velha/Linhares
28  Espírito Santo Cachoeiro de Itapemirim
31  Minas Gerais Belo Horizonte/Contagem/Betim
32  Minas Gerais Juiz de Fora/Barbacena
33  Minas Gerais Governador Valadares/Teófilo Otoni/Caratinga/Manhuaçu
34  Minas Gerais Uberlândia/Uberaba/Araguari/Araxá
35  Minas Gerais Poços de Caldas/Pouso Alegre/Varginha
37  Minas Gerais Divinópolis/Itaúna/Formiga/Capitólio
38  Minas Gerais Montes Claros/Serro/Januária
41  Paraná Curitiba/São José dos Pinhais/Paranaguá
42  Paraná Ponta Grossa/Castro/União da Vitória
43  Paraná Londrina/Arapongas/Assaí/Jacarezinho/Jandaia do Sul
44  Paraná Maringá/Campo Mourão/Astorga
45  Paraná Cascavel/Toledo/Medianeira
46  Paraná Francisco Beltrão/Pato Branco/Palmas
47  Santa Catarina Joinville/Blumenau/Balneário Camboriú
48  Santa Catarina Florianópolis/São José/Criciúma
49  Santa Catarina Chapecó/Lages/Concórdia
51  Rio Grande do Sul Porto Alegre/Canoas/Esteio/Torres
53  Rio Grande do Sul Pelotas/Rio Grande/Bagé/Aceguá/Chuí
54  Rio Grande do Sul Caxias do Sul/Vacaria/Veranópolis
55  Rio Grande do Sul Santa Maria/Uruguaiana/Santana do Livramento
61  Distrito Federal
 Goiás
Brasília
Luziânia/Valparaíso de Goiás/Formosa
62  Goiás Goiânia/Anápolis/Luziânia/Goiás/Pirenópolis
63  Tocantins Palmas/Araguaína/Gurupi
64  Goiás Rio Verde/Jataí/Caldas Novas/Catalão
65  Mato Grosso Cuiabá/Várzea Grande/Cáceres
66  Mato Grosso Rondonópolis/Sinop/Barra do Garças
67  Mato Grosso do Sul Campo Grande/Dourados/Corumbá
68  Acre Rio Branco/Cruzeiro do Sul
69  Rondônia Porto Velho/Ji-Paraná/Ariquemes
71  Bahia Salvador/Camaçari/Lauro de Freitas
73  Bahia Itabuna/Ilhéus/Porto Seguro/Jequié
74  Bahia Juazeiro/Xique-Xique
75  Bahia Feira de Santana/Alagoinhas/Lençóis
77  Bahia Vitória da Conquista/Barreiras/Correntina
79  Sergipe Aracaju/Lagarto/Itabaiana
81  Pernambuco Recife/Jaboatão dos Guararapes/Goiana/Gravatá/Paulista
82  Alagoas Maceió/Arapiraca/Palmeira dos Índios/Penedo
83  Paraíba João Pessoa/Campina Grande/Patos/Sousa/Cajazeiras
84  Rio Grande do Norte Natal/Mossoró/Parnamirim/Caicó
85  Ceará Fortaleza/Caucaia/Russas
86  Piauí Teresina/Parnaíba
87  Pernambuco Petrolina/Salgueiro/Arcoverde
88  Ceará Juazeiro do Norte/Crato/Sobral
89  Piauí Picos/Floriano
91 Pará Pará Belém/Ananindeua
92  Amazonas Manaus/Iranduba/Parintins
93 Pará Pará Santarém/Altamira/Oriximiná
94 Pará Pará Marabá/Carajás/Redenção
95  Roraima Boa Vista/Rorainópolis/Caracaraí
96  Amapá Macapá/Santana/Laranjal do Jari/Oiapoque/Calçoene
97  Amazonas Tefé/Coari/Tabatinga
98  Maranhão São Luís/São José de Ribamar/Paço do Lumiar
99  Maranhão Imperatriz/Caxias

Não Geográficos[editar | editar código-fonte]

Os códigos não geográficos não estão atrelados a uma determinada localidade, destinados à prestação de serviços ou de doações (0500). Nos demais, a tarifa do serviço[14] pode recair sobre o prestador de serviço (0800) ou sobre quem faz a chamada, custeando apenas o preço da ligação (0300) ou da ligação e do serviço (0900).

Código Descrição
0300 Serviços não gratuitos
0500 Doação a instituições de utilidade pública
0800 Serviços gratuitos
0900 Serviços de valor adicionado

Referências

  1. Código de acesso de Usuário,. Visitado em 11 de janeiro de 2013.
  2. DDI para qualquer cidade do Mundo
  3. Empresas burlam obrigatoriedade de atendimento telefônico gratuito Jornal Hoje (G1) (7 de agosto de 2009). Visitado em 11 de março de 2015.
  4. TAVARES, Mônica (8 de agosto de 2013). Operadoras serão obrigadas a oferecer telefone fixo rural em 2014 O Globo. Visitado em 10 de março de 2015.
  5. Telefonia Fixa - Numeração Telefônica Teleco. Visitado em 10 de março de 2015.
  6. Nono dígito,. Visitado em 11 de janeiro de 2013.
  7. Códigos de área,. Visitado em 11 de novembro de 2013.
  8. História da Telefonia Ministério das Comunicações (22 de março de 2010). Visitado em 11 de março de 2015.
  9. CUCOLO, Eduardo (26 de outubro de 2001). Mudança de DDD não traz risco de caladão, diz Anatel Folha OnLine. Visitado em 11 de março de 2015.
  10. BATISTA, Micheline (15 de setembro de 2001). Mudança de DDD no Estado afeta celular Diário de Pernambuco. Visitado em 11 de março de 2015.
  11. Telefônica reprograma celular no Rio para mudança de DDD Folha OnLine (22 de outubro de 2001). Visitado em 11 de março de 2015.
  12. Veja a lista dos municípios que terão um novo código DDD Folha OnLine (24 de agosto de 2001). Visitado em 11 de março de 2015.
  13. Resolução ANATEL 263, de 8 de junho de 2001 ANATEL. Visitado em 11 de março de 2015.
  14. Telefones de interesse do cidadão - Saiba a diferença entre os prefixos 0300, 0500, 0800 e 0900 Jornal do Senado Federal. Visitado em 10 de março de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]