Avenida Brasil (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Avenida Brasil
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero drama
suspense[1]
Duração 60 minutos
Criador(es) João Emanuel Carneiro
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es)
Roteirista(s)
Elenco
Tema de abertura "Vem Dançar com Tudo", Robson Moura e Lino Krizz
Exibição
Emissora original TV Globo
Formato de exibição 1080i HDTV
Formato de áudio stereo
Transmissão original 26 de março – 19 de outubro de 2012
Episódios 179
Ligações externas
Site oficial

Avenida Brasil é uma telenovela brasileira produzida pela TV Globo e transmitida originalmente de 26 de março a 19 de outubro de 2012, em 179 capítulos,[3] com a reprise do último capítulo em 20 de outubro de 2012.[2] Substituiu Fina Estampa e foi substituída por Salve Jorge, sendo a 3.ª "novela das nove" exibida pela emissora. Escrita por João Emanuel Carneiro, com colaboração de Antonio Prata, Luciana Pessanha, Alessandro Marson, Márcia Prates e Thereza Falcão, tendo direção de Gustavo Fernandez, Thiago Teitelroit, Paulo Silvestrini, André Câmara e Joana Jabace, com direção geral de José Luiz Villamarim e Amora Mautner e direção de núcleo de Ricardo Waddington.[4]

Contou com as participações de Débora Falabella, Adriana Esteves, Murilo Benício, Cauã Reymond, Marcello Novaes, Vera Holtz, José de Abreu e Marcos Caruso.[2]

Em apenas seis meses, a novela teve seus direitos de exibição licenciados em 106 países e, posteriormente, em mais 24 nações, somando 130 países.[5][6] A novela já foi licenciada por 150 países, e dublada em 19 línguas, como espanhol, árabe, grego, russo e francês. Se tornou a novela brasileira mais vendida para o exterior.[7] Avenida Brasil se tornou um fenômeno em todo o mundo e foi líder de audiência em vários países, como Argentina, Uruguai, Venezuela, Paraguai, Portugal, Chile, Marrocos, e em seu país de origem Brasil, ficando diariamente nos trending topics desses países.[8][9]

O sucesso de Avenida Brasil foi tanto que a novela apareceu na revista Forbes dos Estados Unidos como um verdadeiro fenômeno da televisão mundial e como a novela mais rentável da história. No geral, Avenida Brasil é a terceira novela mais exitosa de todos os tempos, depois da novela colombiana Yo soy Betty, la fea (1999) e a venezuelana Kassandra (1992), que foram vendidas para mais de 180 países e dubladas em mais de 25 idiomas.[10]

Produção[editar | editar código-fonte]

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, a ideia era de que Carminha fosse uma mulher de 55 anos e Eliane Giardini chegou a ser escalada para o papel, enquanto Fabíula Nascimento faria a personagem na primeira fase.[11] O autor, porém, decidiu rejuvenescer a antagonista para uma mulher de 40 anos, convidando Alessandra Negrini para o papel, o que foi vetado pela direção da emissora, uma vez que Murilo Benício que faria o par da personagem havia sido casado com Alessandra no passado, evitando possíveis conflitos.[12] Malu Mader e Adriana Esteves foram cogitadas, sendo que a última ficou com o papel; enquanto Giardini e Nascimento foram deslocadas para os papeis de Muricy e Olenka, respectivamente.[13] Antes de Isis Valverde dar vida à Suélen, Marjorie Estiano foi convidada pessoalmente pela diretora Amora Mautner, mas ela preferiu interpretar a protagonista da "novela das seis" Lado a Lado – que acabou vencendo Avenida Brasil no Emmy Internacional como Melhor Telenovela.[14]

Regina Duarte e Fernanda Montenegro foram convidadas para Lucinda, mas a primeira não gostou do perfil da personagem, enquanto a segunda estava gravando o filme A Dama do Estácio, passando o papel para Vera Holtz.[15] Convidada para interpretar Noêmia, Juliana Paes preferiu a protagonista de Gabriela e o papel foi para Camila Morgado.[16] Mariana Ximenes recusou uma das protagonistas de Cheias de Charme para interpretar Débora em Avenida Brasil, porém acabou sendo deslocada pela direção para Guerra dos Sexos, que alegou que precisava de uma atriz mais jovem para o papel.[17] Após diversas protagonistas de "novelas das seis", Nathalia Dill foi escalada para a personagem.[18] Nathalia chegou a ficar chateada com o rumo da personagem, que foi anunciada como a segunda antagonista da trama após Carminha, interferindo no casal Nina e Jorginho, porém se tornou uma coadjuvante sem história própria.

Vinheta de abertura[editar | editar código-fonte]

A abertura foi criada pelo diretor Alexandre Pit Ribeiro. Foi montada uma passarela semelhante a da Avenida Brasil do Rio de Janeiro, com 135 bailarinos profissionais dançando como no Baile Charme. Um grande telão de led foi usado no fundo simulando os faróis de carros. A coreografia ficou por conta de Dudu Neles.[19] O tema de abertura, "Vem Dançar com Tudo", interpretado por Robson Moura e Lino Krizz, é uma regravação/adaptação ao mercado brasileiro da música "Vem Dançar Kuduro", interpretada por Lucenzo, cantor português de origem francesa, e Big Ali. Seu refrão, Oi-Oi-Oi, tornou-se um meme de enorme sucesso na internet.[20]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

A novela se inicia em 1999. Genésio é um viúvo solitário que acaba de se casar com Carminha, uma mulher aparentemente simples e sem maldade, mas que esconde ser um demônio de ambição que só pensa em se aproveitar de Genésio e planeja um golpe. O plano estaria nos conformes, se não fosse Rita, a filha de Genésio que, esperta, descobre todo o plano de Carminha e a desmascara para seu pai. Mas, é tarde demais, e o pior acontece, Genésio morre atropelado em plena Avenida Brasil pelo craque do futebol Jorge Tufão, que acabara de vencer o campeonato carioca pelo Flamengo.[21] Este, cheio de culpa pela morte de Genésio decide se aproximar da recém-viúva Carminha para confortá-la, e ela, mesmo entendendo tudo, vê a oportunidade perfeita para se casar com Tufão e enfim se tornar rica. Além disso, depois de ficar com todo o dinheiro de Genésio, Carminha - com a ajuda de seu amante e cúmplice Maxwell - leva Rita para um lixão, onde ela cresce alimentando um desejo insaciável de vingança.[22]

No lixão, Rita sofre nas mãos de Nilo, um homem ambicioso e cruel que se aproveita dos menores para conseguir dinheiro com o lixo coletado. Mas, ela se aproxima de Lucinda, uma mulher humilde e carinhosa que acolhe as crianças do lixão como seus próprios filhos. É lá que ela conhece Batata, um garoto que foi abandonado ainda bebê no lixão, e os dois acabam se tornando muito amigos, vivendo um lindo relacionamento infantil, inocente, porém muito significativo para os dois. O destino, porém, os separa quando Rita é adotada por um rico casal argentino, e ela, depois de mudar seu nome para Nina, cresce querendo cada vez mais se vingar da mulher que destruiu sua vida.

Carminha consegue se casar com Tufão, depois de separá-lo de Monalisa, dona de um salão de beleza com quem até então Tufão estava comprometido. Carminha passa a morar numa luxuosa mansão no fictício bairro suburbano do Divino, na zona norte do Rio de Janeiro. Pouco tempo depois que Rita sai do lixão, Carminha adota Batata, que na verdade é o filho biológico dela com Max, e que ela abandonou no lixão quando ele acabou de nascer já que não tinha condições de criá-lo. O garoto é muito bem recebido na casa de Tufão, e inclusive passa a ser chamado de Jorginho. Ele, porém, jamais se esqueceu de Rita, assim como esta jamais se esqueceu de Jorginho.[carece de fontes?]

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

É 2012, e treze anos depois, Nina cresceu e se torna uma excelente chefe de cozinha, na Argentina, mas quando perde seus pais resolve voltar ao Brasil para iniciar seu plano de vingança, abandonando seu namorado e suas duas irmãs. Ela conhece Ivana, irmã de Tufão, pela internet e consegue ser contratada pela família, assim aproximando-se para vingar-se de Carminha. Esta agora é uma esposa exemplar casada com Tufão, ou pelo menos aparenta ser, já que na verdade é uma fingida mãe de família e querida por todos que ela esconde repudiar. A única pessoa de quem ela realmente gosta é Jorginho, seu filho biológico que todos acreditam ser adotado, mas que na verdade nunca admirou sua mãe e apesar de saber pouca coisa sobre ela está ciente de que ela não vale o que aparenta ser. Carminha ainda é mãe de Ágata, outro fruto de seu caso com Max, que porém todos acreditam que é filha dela com Tufão. Ágata foi criada pela família de Tufão, e sempre admirou sua mãe, mesmo ela a tratando com repúdio e implicando constantemente com ela pelo fato dela estar acima do peso. A boa pose de Carminha é apenas fachada, já que ela chegou à alta sociedade, mas continua com a maldade enraizada, criando situações e mantendo um caso com Max, hoje casado com a irmã de Tufão por armação de ambos.

Jorginho é noivo de Débora, uma moça rica e bem intencionada. Débora, por sua vez, é filha de Cadinho, um executivo comprometido com três mulheres, sem o conhecimento delas a princípio: Verônica, uma mulher rica, fútil e dominadora mãe de Débora; Noêmia, uma mulher culta e moderna, mãe de Tomás; e Aléxia, seu caso mais recente, uma mulher rica e independente que se envolveu com Cadinho para engravidar e criar sua filha, Paloma, sozinha. Esta última é a única que sabe dos dois casamentos de Cadinho, e nunca quis se envolver seriamente com ele, apesar dele ter optado por se aproximar de Paloma.

Rita, agora como Nina, passa a conviver com a família de Tufão, porém descobre que Jorginho, filho de Tufão e Carminha, é seu amor de infância, ficando então dividida entre o amor e a vingança contra sua ex-madrasta Carminha. O relacionamento de Nina e Jorginho é acobertado pela doce mãe Lucinda, já Nilo, quando descobre que Nina e Rita são a mesma pessoa, usa isso como chantagem. Lucinda ainda recebe em sua casa Santiago, um senhor que conserta brinquedos, antiga paixão de Lucinda com quem ele volta a se envolver. Porém, o que ninguém sabe é que Santiago é o maior vilão da história, uma vez que é pai e mentor de Carminha.

Final da trama[editar | editar código-fonte]

Muitas reviravoltas acontecem na trama, inclusive um inusitado triângulo amoroso entre Nina, Jorginho e Max, quando este último se apaixona perdidamente pela cozinheira. Depois de descobrir tudo sobre Nina, Carminha resolve dar uma lição nela. Mas já é tarde, pois Rita conseguiu fotografar Carminha e Max fazendo amor, e assim, usando as fotos como chantagem para a megera, ameaça seu casamento com Tufão. Um clima de suspense surge nas últimas semanas da novela quando Max é misteriosamente assassinado no lixão. A culpa recai sobre Lucinda, que na verdade confessa ter matado o próprio filho para acobertar o verdadeiro assassino.

No último capítulo, depois que a máscara de Santiago cai na frente de todos, ele sequestra Tufão e Rita, e Carminha tem a oportunidade perfeita para se livrar das pessoas que tanto odiou, mas, após refletir sobre seus atos ela deixa seu pai em desvantagem e resolve se render aos policiais.[23][23]

Num interrogatório judicial, Carminha confessa ser a verdadeira assassina de Max, e diz que o matou por legítima defesa, depois que ele enlouqueceu e levou todos para o lixão fazendo de Lucinda, Nilo, Carminha, Nina e a família de Tufão reféns. Carminha atingiu a cabeça do amante com uma enxada depois dele ter ameaçado matar Nina. Lucinda foi a única testemunha de que Carminha matou Max, e por isso resolveu acobertá-la, pois sempre se sentiu em dívida com a megera, uma vez que ela sempre acreditou ter sido a responsável pela morte da mãe de Carminha. Este segredo fora revelado apenas nas últimas semanas da trama, mas no final descobriu-se que Santiago é o verdadeiro responsável pela morte de sua própria mulher.[24]

Após três anos (futuro 2015), recuperando-se de todos os problemas, Tufão e Monalisa reatam e vão morar na mansão. Carminha sai da prisão e volta para o lixão junto com Lucinda, e passa o resto da vida se redimindo pelos seus atos. Quando nasce o bebê de Rita e Jorginho, eles o levam para visitar sua avó, e Rita e Carminha finalmente se perdoam com um abraço. A novela termina com um jogo de futebol no Divino, mostrando todos os personagens com seus respectivos desfechos.[23]

Exibição[editar | editar código-fonte]

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Avenida Brasil tornou-se a telenovela mais exportada da TV Globo, superando Da Cor do Pecado (do mesmo autor), que era a líder de vendas para outros países até então.[25] A novela já foi licenciada por 140 países nos últimos 20 meses e dublada em 19 línguas como espanhol, inglês, árabe, grego, polonês, russo e francês. Além da Europa e América Latina, Avenida Brasil foi licenciada para mais de 58 países da África e países do Oriente Médio também.[26][27] Em Portugal obteve 18.3 pontos de audiência e 42.3% share em seu último capítulo ou seja mais de 1.8 milhão de espectadores assistiram ao desfecho da novela. A trama estreou na SIC, em setembro de 2012, e foi líder do horário em que era exibida, sendo um dos programas mais assistidos do país, só perdendo para Dancin Days, coprodução Globo e SIC.[28] A novela também tem bons índices de audiência na Grécia, Croácia e Roménia.[29]

Na Argentina, desde sua estreia em 16 de dezembro de 2013, a novela apareceu entre os programas mais vistos, garantindo expressivos índices de audiência à Telefé.[30][31][32][33][34] O último capítulo foi exibido em um telão para 6.000 pessoas na casa de eventos Luna Park em Buenos Aires.[35] Na média, a telenovela registrou 27,1 pontos de audiência, segundo dados consolidados do Ibope. Cada ponto equivale a cerca de 96 mil telespectadores na Grande Buenos Aires, ou seja, mais de 2,7 milhões de argentinos assistiram ao último capítulo da produção brasileira. O final da novela dominou também as redes sociais. Mais de 400 mil tweets foram contabilizados pelo canal Telefe, estavam entre os assuntos mais comentados no Twitter pelos argentinos. "Nina y Carmina" chegou a estar nos Trending Topics mundiais.[36] No Chile, desde sua estreia a novela geralmente lidera o rating, e aparece entre os programas mais vistos com 14 pontos, em seu penultimo capítulo a novela obteve 19 pontos e 39% share, Avenida Brasil chegou ao fim batendo seu recorde com 24 pontos e 48% share e alcançou o título de novela brasileira mais assistida dos últimos 10 anos[37]

No México, o seu primeiro capítulo rendeu 10 pontos e 17% share para a TV Azteca, é a maior audiência em uma estreia desde La mujer de Judas em 2012,[38] em seu segundo capítulo a telenovela brasileira bateu seu recorde com 10.4 de audiência e pico de 12 pontos.[39] aumentando 62% a audiência da TV Azteca.[40] Na França a novela estreou no horário nobre do canal France Ô, que pertence a France Télévisions, um dos principais grupos de televisão e rádio da França e um dos maiores da Europa, além de ser referência na exibição de novelas no país.[41] No Iraque a novela é exibida dublada em árabe pelo canal Lana TV,[42] em Dubai a novela é exibida pelo canal Dubai One em sua versão em inglês, contando também com transmissão em Video On Demand.[43] Avenida Brasil foi a primeira novela brasileira com direitos de exibição comprados por uma emissora da Tailândia e uma das três primeiras no Vietnã, em ambos os países contando com dublagem no idioma local, tailandês e Vietnamita. Atualmente está sendo reprisada desde 18 de Abril de 2016.[44][45] Em toda África Francesa a novela é exibida em francês no ano de 2015 pelo canal Nina TV e em 2016 em toda a África Inglesa é exibida dublada em inglês com o titulo de "Brazil Avenue" também pelo canal Nina TV.[46]

Avenida Brasil na Turquia 2</ref>

Elenco[editar | editar código-fonte]

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz [2][136] Personagem [2][137]
Débora Falabella Nina Sauer García / Rita Moura dos Santos [138][139]
Adriana Esteves Carmem Lúcia Moreira de Souza (Carminha)[140]
Cauã Reymond Jorge Araújo Filho (Jorginho) / Cristiano Moreira (Batata)[141][142]
Murilo Benício Jorge Araújo (Tufão)[143] [nota 1]
Marcello Novaes Maxwell Pereira Oliveira (Max)[144][145]
Vera Holtz Lucinda Pereira Oliveira (Mãe Lucinda) [146][147]
José de Abreu Nilo Oliveira[148]
Heloísa Périssé Monalisa Barbosa[149][150]
Eliane Giardini Muricy Araújo[151]
Marcos Caruso Laércio Araújo (Leleco)[2]
Isis Valverde Suellen Flores Viegas[152][153]
Thiago Martins Leandro Dias[154]
Daniel Rocha Ronaldo Viegas (Roni) [155]
Nathalia Dill Débora Magalhães Queirós
Alexandre Borges Carlos Eduardo de Souza Queirós (Cadinho/Dudu)[156]
Débora Bloch Verônica Magalhães Queirós[156]
Carolina Ferraz Alexia Bragança Queirós[157]
Camila Morgado Noêmia Buarque Queirós[158]
Juliano Cazarré Adalton dos Santos (Adauto)[159]
Débora Nascimento Tessália das Graças Mendonça[160]
José Loreto Darkson Silas[161]
Emiliano D'Ávila Lúcio da Silva
Bruno Gissoni Iran Barbosa[162]
Leticia Isnard Ivana Araújo Oliveira [163]
Fabíula Nascimento Olívia Cabral (Olenka)[164]
Aílton Graça Paulo Silas (Silas)
Bianca Comparato Betânia Oliveira de Almeida[165]
Betty Faria Pilar
Otávio Augusto Diógenes Viegas
Ronny Kriwat Tomás Buarque
Ana Karolina Lannes Ágatha Moreira Araújo
Cláudia Missura Janaína da Silva
Carol Abras Begônia Sauer García[166][166]
Luana Martau Maria da Purificação de Jesus (Beverly Hills)
Cacau Protásio Maria José (Zezé)[167]
João Henrique Gago Evaldo de Almeida (Valdo)[168]
Felipe Abib Jimmy Bastos
Pathy Dejesus Jéssica
Mário Hermeto Zenon
Bruna Griphao Paloma Bragança
André Luiz Miranda Valentim
Ator/Atriz Personagem[137]
Mel Maia Rita Moura dos Santos / Nina (criança)
Tony Ramos Genésio[140]
Juca de Oliveira Santiago Moreira[169]
Jean Pierre Noher Martin Sauer García[170]
Ângela Dip Delegada Bernardete[171]
Kiko Pissolato Jair[172]
Paula Burlamaqui Dolores Neiva Viegas / Soninha Catatau[173][174]
Rita Guedes Nicole Neiva[175]
Felipe Titto Sidney das Graças Mendonça[176]
Marcella Valente Renata[177]
Renato Scarpin Jean Miguel[178]
Jairo Mattos Alexandre (Xandão)
Bernardo Simões Batata / Jorginho (criança)
José Victor Pires Iran (criança)[179]
Adrielli Carvalho Jéssica (criança)
Bernadete Costa Betânia (criança)
Bruno Valente Max (criança)
Luciene Adami Cristina
Osvaldo Baraúna Roger Baiano
Prazeres Barbosa Déa Barbosa
Cleiton Morais Wallace
Charles Myara Chefe de segurança
Carlos Fonte Boa Marcelo
Gabriel Chadan Wallerson
Amélia Bittencourt Dona Elvira
Ed Oliveira Sandro
Gláucio Gomes Cleberson
Alexandre Zacchia Delegado Graça Aranha
Cauê Campos Gregório
Eunice Bráulio Dona Jussara
João Pedro Carvalho Jerônimo
Regina Sampaio Irmã Clarice
Marina Glezer Mercedes Hernandez
Wandi Doratiotto Francisco Viegas
Vicentini Gomez Serjão
Mariana Xavier Cliente da loja de Diógenes
Daniela Camargo Cliente da loja de Diógenes
Elam Lima Santiago (jovem)
Cláudia Assunção Neide[180]
William Vita Ramón[181]
Lui Strassburger Ruy (Otorrino Rui)[182]
Amanda Ramalho Cláudia
Márcio Tadeu de Lima Padre Solano
Bianca Vedovato Amanda
Danilo Neves Sérgio
Ricardo Tostes Marreta
Rose Lima Zulmira
Douglas Moreira Sílvio
Gabriel Henzel Paulo
Gabriel Marques Jeff
Jorge Vasconcelos Nilton
Jullie Victoria Turque Vitória
Junior Prata Técnico do Flamengo
Nathália Veras Rhanna Monteiro
Beto Quirino Aldeir
Breno de Fellipo Tubarão
Christiano Torreão Aristides
Claudiana Cotrim Mãe de Iran
Elea Mercúrio Kiki
Daniel Kuzniecka Hector
Duda Wendling Clarinha
Gê Martu Júlio
José Ramos Oséas Barbosa
Junior Prata Técnico do Flamengo
Leandro Develly Ceará
Leandro Santanna Herculano
Rafael Sieg Nicolau
Rodrigo Rangel Moreira
Sérgio Monte Jair
Tati Pasquali Virgínia Moreira
Vilma Melo Conceição
Max Lima Menino do lixão[183]
Cléber Machado Ele mesmo[184][185]

João Fernandes Fábio Oliveira (Picolé)[186] Gabriella Saraivah Miluce Oliveira Lucas Simões Geandro Oliveira () Ana Giulia Zortea Carlota Oliveira Hannah Zeitoune Karem Oliveira Roberta Piragibe Nice Oliveira

Música[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Música de Avenida Brasil

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Adriana Esteves foi aclamada pela crítica por sua atuação como Carminha e ganhou diversos prêmios.

A novela notavelmente foi um sucesso de crítica e de público;[187][188] durante a trama, vários personagens se sobressaíram. Foram os casos da periguete Suélen (Isis Valverde); das empregadas Zezé (Cacau Protásio) e Janaína (Cláudia Missura); do divertido Adauto (Juliano Cazarré); do casal Leleco e Muricy, formado pelos veteranos Marcos Caruso e Eliane Giardini; do dançarino Darkson (José Loreto); da cabeleireira Beverly (Luana Martau); do pai do lixão Nilo (José de Abreu); além da própria vilã da novela, Carminha (Adriana Esteves).[189]

A novela virou assunto preferido nas redes sociais na internet, principalmente quando da reviravolta na trama, na qual Nina/Rita começou a humilhar Carminha na mansão da família de Tufão (seu marido), na cena em que Carminha enterra viva Nina/Rita[190] ou naquela em que a família de Tufão desmascara Carminha após saber de sua traição com Max (Marcello Novaes).[191]

Dentre os profissionais da própria TV Globo, vários se manifestaram por meio das redes sociais sobre a novela, como o editor e apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, se disse "viciado" na trama de João Emanuel,[192] além do apresentador Luciano Huck, que foi outro que se disse "grande fã da novela",[193] chegando, inclusive, a visitar os estúdios de gravação da trama.

Outro destaque da telenovela, também ficou por conta da atriz iniciante Mel Maia, que viveu Rita/Nina na infância,[194] a atriz-mirim contou que Adriana Esteves a ajudou durante as cenas, afirmando que "tinha medo de contracenar com ela. Era uma bruxa má" em referência a personagem da atriz, Carminha, que foi sua madrasta que a maltratava.[195]

Segundo a imprensa, o último capítulo de Avenida Brasil "parou" o país.[196][197] Ainda segundo a imprensa, o desfecho da trama fez com que ruas de grandes metrópoles brasileiras ficassem desertas. Tanto o Jornal Nacional, como o Globo Repórter, em seus roteiros, tiveram pautas exclusivas sobre a novela. O Operador Nacional do Sistema Elétrico no Brasil (ONS) previu a possibilidade de haver um apagão em grande parte do país, em vista da audiência do capítulo final. Segundo a agência, haveria risco da ocorrência de um fenômeno conhecido como "rampa de carga",[198] que ocorreria logo após a exibição da novela, pela sobrecarga de energia dos aparelhos doméstico utilizados, pelo hábito, após a exibição, uma vez que as pessoas retomam suas atividades rotineiras: abrem a geladeira, vão tomar banho, acendem a luz, ..., a sobrecarga deixaria o país no escuro, fato que não ocorreu. Outra questão, que também foi notícia internacional, foi o fato da presidente Dilma Rousseff mudar sua agenda de compromissos, reagendando um evento por conta do último capítulo de Avenida Brasil.[199]

Segundo a crítica televisiva, as personagens Carminha e Flora (esta última de A Favorita, do mesmo autor de Avenida Brasil) seriam as maiores vilãs da história da teledramaturgia brasileira, ganhando da personagem "Odete Roitman" da novela Vale Tudo, interpretada pela atriz Beatriz Segall, alegando que o jeito "povão" de Carminha a fez se "familiarizar" com o público.

De acordo com a revista estadunidense Forbes, a novela foi a mais bem sucedida de toda a história e teria faturado cerca de R$ 2 bilhões,[200] sendo o maior faturamento já alcançado por uma produção televisiva da América Latina.[201][202][203] Ainda segundo a publicação norte-americana, a telenovela foi um grande sucesso pelo fato de a TV Globo ter apresentado a "Classe C" como protagonista da trama, tendo assim conquistado 46 milhões de telespectadores brasileiros.[201]

Avenida Brasil também foi sucesso em Portugal. A trama repetiu o sucesso no Brasil e foi uma verdadeira febre em terras europeias. Não faltaram elogios para a trama, tanto por parte do público quanto da crítica. O mesmo caso aconteceu na Argentina.

José Marmeleira, do jornal português Público, afirmou que a novela de João Emanuel Carneiro é a melhor série de ficção exibida naquele ano pela televisão do país.[204][205][206]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Audiência[editar | editar código-fonte]

Exibição original
Audiência obtida pela TV Globo no último capítulo de sua "novela das nove"

Avenida Brasil estreou em 26 de março de 2012 com audiência de 37 pontos e 61% de share,[207] batendo esse recorde em 21 de maio, dia em que atingiu 42 pontos de audiência e 65% de share.[208] Tal audiência foi repetida algumas vezes antes de o número ser novamente alcançado em 19 de junho, quando a telenovela registrou 44 pontos e 37% de share.[209] Durante a exibição do centésimo capítulo de Avenida Brasil, em 19 de julho, quando a personagem Carminha descobre quem Nina (chamada até então de Rita) é, houve expectativa de quebra do recorde anterior, e assim, a trama teve média de 40 pontos, com alguns picos de 45,[210] e 68% de share[211][212] Em 24 de julho, a trama marcou 46 pontos com 71% de share, desempenho repetido no dia seguinte, mas com 72% de share.[213] Porém, no dia 30 de julho a trama voltou a bater recorde e registrou 46 pontos de média com 51 de pico.[214] O mesmo índice de 48 pontos voltou a ser atingido em 4 de outubro, quando a telenovela chegou a 52 pontos de pico com 68% de share.[215] Em 6 de outubro, a telenovela atingiu sua melhor audiência em um sábado, atingindo 42 pontos de média, 46 de pico, com 59% de share em um dia onde as audiências costumam ser baixas.[216] Em 8 de outubro, Avenida Brasil fez 49 pontos de audiência e 66% de share.[217] Encaminhando-se para o fim, a trama continuou tendo excelentes audiências.

No dia 19 de outubro, encerramento da trama, a telenovela bateu seu próprio recorde, como esperado pela maioria dos críticos. Avenida Brasil marcou 56 pontos de média em todas as praças avaliadas pelo IBOPE, por exemplo, em São Paulo marcou 52 pontos de média, com picos de 54 e 80,5% de participação. No Rio de Janeiro a novela conseguiu média de 57 pontos e picos de 63 e 83% de share, em Fortaleza alcançou 65 pontos com picos de 70[218][219] e incríveis 92% de share, já em Porto Alegre, Manaus e Goiânia o último capítulo registrou, 64, 66 e 55 pontos, com 71%, 77% e 69% de share, respectivamente , números muito elevados, fazendo da telenovela o programa que atingiu a maior audiência em 2012 no Brasil.[220][221] Foi também o segundo folhetim mais assistido da década de 2010, após Fina Estampa.[222]

Reprise

Foi reprisada no Vale a Pena Ver de Novo de 7 de outubro de 2019 a 1.° de maio de 2020, em 150 capítulos,[carece de fontes?] substituindo Por Amor e sendo substituída por Êta Mundo Bom!, se tornando assim a primeira novela das nove da TV Globo a ser reprisada na sessão vespertina (com a nova denominação, já que outras telenovelas já reprisadas que foram exibidas originalmente no horário nobre da emissora ainda recebiam a denominação oficial de novela das oito), além de ser a última novela na faixa durante a década de 2010.[223][224][225][226][227]A telenovela não foi exibida apenas para a Grande São Paulo no dia 25 de fevereiro de 2020 devido a transmissão da Apuração das Escolas de Samba de São Paulo.[228]

Na sua reestreia na faixa vespertina, Avenida Brasil consolidou uma alta audiência, com 23 pontos de média e 24 de pico, sendo assim a maior audiência de um capítulo inicial de uma novela no Vale a Pena Ver de Novo desde 1999, quando O Rei do Gado, em sua primeira reprise marcou 25 pontos no primeiro capítulo.[229][230]Esse índice foi igual nas reestreias da reapresentação de Corpo Dourado (2004) e das primeiras reprises de O Cravo e a Rosa e Anjo Mau, ambas em 2003; e Avenida Brasil, além de superar os índices da antecessora Por Amor em sua reta final, ainda teve uma pontuação perto da inédita Éramos Seis que marcou 25 pontos no mesmo dia.[231] Antes da estreia, um fato inusitado ocorreu: a cena final da exibição do filme Malévola, protagonizado por Angelina Jolie e exibido na Sessão da Tarde, antes da reprise da novela, foi a imagem congelada da personagem-título, fundindo-se com as primeiras imagens da novela. Essa utilização da mesma técnica de crossover que consagrou o folhetim agradou ao público, com vários comentários nas redes sociais.[232] O segundo capítulo manteve a alta audiência e também teve o melhor desempenho dos últimos dez anos, com 21 pontos de média e 23 de pico.[233]Acumulava médias entre 16 e 18 pontos, chegando a 20 de pico em alguns momentos, se tornando assim um dos melhores desempenhos da faixa de reprises nos últimos três anos. A partir do final de janeiro de 2020 e durante os meses de fevereiro e março, com o início das cenas decisivas, passou a ficar na casa dos 20 pontos, ultrapassando tramas anteriormente exibidas.[234][235]Bateu recorde desde a reestreia no dia 7 de abril de 2020 com 24 pontos de média e 26 de pico, a maior média do Vale a Pena Ver de Novo desde o último capítulo de Alma Gêmea (2009). Nesse dia foi ao ar a exibição da cena em que Nina é presa.[236][237]Registrou a mesma audiência em 13 de abril de 2020, com a exibição da cena em que Carminha vende a jóia presenteada pelo Tufão ao Max e é vista pelo marido.[238]Na semana de 6 a 10 de abril de 2020, a novela bateu recorde semanal cravando 23 pontos. Com isso, ultrapassou a segunda reprise de Senhora do Destino (2017), se tornando assim a novela mais assistida dos anos 2010 no Vale a Pena Ver de Novo.[239]Entre os dias 14 e 16 de abril de 2020, a novela passou a seguir com uma sequência de recordes históricos com a exibição de momentos mais esperados da trama como o afogamento de Max, seu retorno a mansão e o susto de Carminha, culminando no momento em que é desmascarada por Tufão. Com isso, a trama cravou 26 pontos com picos de 28 nos dias 14 e 15 de abril e 28 pontos com picos de 30 no dia 16.[240][241][242]Em seus últimos capítulos manteve a alta audiência sempre na casa dos 26 pontos. Em algumas praças, a trama chega a registrar índices acima de 30 pontos.[243][244]O último capítulo não bateu recorde, mas fechou como a melhor média de um desfecho na faixa desde 2010 com 25 pontos e picos de 27. Fechou com média geral de 19 pontos, a maior audiência do Vale a Pena Ver de Novo desde Alma Gêmea.[245][246]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter sido sucesso de público e amplamente elogiada pelos telespectadores, Avenida Brasil sofreu algumas críticas negativas relacionadas ao seu enredo. Veja chamou atenção às inconsistências durante alguns momentos da trama e, em especial, em seu encerramento. O último capítulo da novela foi classificado pela revista como "previsível".[247] O arrependimento de Carminha foi tido como esperado, mas se mostrou contraditório[248] por estar associado à personagem mais odiada pela então vilã da trama. Carminha também afirmou que adorava morar com a família e que amava Tufão,[249] porém, durante todo o desenrolar da história, disse ser casada com um "paspalho" e se referia à sua família por "toupeiras". Além de incoerências subjetivas, houve erros crassos, perguntas sem respostas e personagens esquecidos. Entre eles, está Santiago, que teve sua cena final em um aeroporto donde fugiria para o Uruguai, mas foi impedido por Carminha, que lhe disparou um tiro na perna e libertou os reféns Rita e Tufão, sendo essa a última cena em que o personagem aparece, sem esclarecer qual foi o seu destino.[247][250][251] Ágatha, que teve sua participação reduzida na reta final da telenovela,[251] não apareceu junto à família no último capítulo. Outros personagens secundários da trama também não tiveram uma cena final bem-definida, tal como Zezé, Valdo, Lúcio, Suellen, Darkson, Tessália, Janaína, Betânia e Begônia.[250][252] Há ainda inconscistências temporais, como quando Lucinda é inocentada do assassinato de Max, mas só deixa a cadeia "semanas", como informa o letreiro, depois, quando é buscada por Rita, Jorginho e Betânia.[251] No lugar de Lucinda, Carminha é condenada, sem que os trâmites do processo sejam apresentados, a apenas três anos de prisão, contrariando todas as expectativas de pena previstas no Código Penal brasileiro.[251] Entre as perguntas sem respostas encontra-se o analfabetismo de Adauto, afirmado como verdade capítulos antes de fim, mas contradito no último capítulo, que mostra que ele teria estudado em um colégio interno.[250] Apesar de elogiadas em quase todos os momentos, há também críticas negativas à atuação de alguns personagens. Nina, interpretada por Débora Falabella, viveu anos na Argentina, mas não apresentou em nenhum momento sotaque ou algo que desse a entender que viveu no país, a mesma crítica é feita a Carol Abras, que interpreta Begônia.[253][254][255][256][257] Suellen teria vindo supostamente da Bolívia, mas também não há sinais culturais de que nasceu no país.[257]

Os eventos finais da telenovela foram vistos por alguns críticos como politicamente corretos, em que todos os "maus" pagam por seus erros e os "bons" colhem recompensas por seu caráter,[248] como explicado pelo próprio autor de Avenida Brasil.[247] Houve também crítica ao abuso de clichês, para uma telenovela dita até então "inovadora".[258] O final, seguindo a linha das demais novelas da emissora, teve gravidezes, casamentos e confraternizações grandiosas.[248]

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Além de um grande sucesso de audiência e crítica, Avenida Brasil tornou-se um fenômeno popular no Brasil. A telenovela consagrou personagens únicos e, por meio das redes sociais, gerou diversos memes. Foi considerada por alguns críticos como um retrato da nova classe média brasileira, uma mudança nas tramas da emissora, conhecida por retratar em seus programas a elite econômica, o que teria motivado tamanho sucesso, notadamente superior às suas anteriores, e adesão do público. A telenovela foi contemporânea a Cheias de Charme, que também seguiu a mesma linha em relação à representação da classe média como núcleo principal. Levantamento feito por Veja indicou que 79% dos personagens da trama representam a classe média brasileira e que esse padrão não foi seguido por nenhuma outra novela das nove da emissora durante toda a década de 2000.[259]

Exemplo de 'congelamento' em Avenida Brasil com Adriana Esteves no papel de Carminha.

Além de personagens caricatos, a representação da classe média e do subúrbio carioca passou pela construção de diversos cenários de Avenida Brasil, como na mansão da família de Tufão, em que é evidente o estilo "novo rico", com exageros na decoração e obras de artes caras, e no bairro fictício do Divino, com bares movimentados, camelôs e postes carregados por propagandas de jogo de búzios e outras superstições populares.[259]

A telenovela teve participação histórica nas redes sociais, sobretudo no microblog Twitter, em que a hashtag '#OiOiOi' (em referência à música de abertura) alcançou quase todos os capítulos os trending topics (assuntos mais comentados) mundiais.[20][260][261] No total, Avenida Brasil ocupou 7 dos 10 trendings topics Brasil no microblog em seu final de capítulo.[262] Foram criados diversos memes durante o desenrolar da trama, entre eles o 'congelamento', em que um personagem tinha sua imagem paralisada no final de cada capítulo sob fundo musical de suspense e que definia uma cena de suspense a ser concluída no capítulo seguinte.[20] A personagem Carminha teve como bordão a frase em que culpava a empregada Nina (Rita) por vários problemas. A frase foi usada como meme em diversas situações nas redes sociais.[20]

Notas

  1. Também chamado de "Jorge Tufão"

Referências

  1. Novas emoções e reviravoltas em ‘Avenida Brasil’
  2. a b c d e f Nilson Xavier. «Avenida Brasil - Teledramaturgia». Teledramaturgia. Consultado em 12 de setembro de 2020 
  3. «Avenida Brasil». Memória Globo. Consultado em 19 de outubro de 2012 
  4. «Ricardo Waddington desvenda sucesso de Avenida Brasil». Gshow.com. 19 de outubro de 2012. Consultado em 25 de julho de 2019 
  5. Vista por 130 países, "Avenida Brasil" é a novela mais exportada da Globo
  6. "Avenida Brasil": telenovela de Globo rompe records y se vende a 125 países
  7. "Avenida Brasil" é a novela mais vendida da Globo no exterior
  8. Las razones del éxito de una telenovela
  9. Avenida Brasil la teleserie que día a día suma más seguidores
  10. Brazilian Telenovela 'Avenida Brasil' Makes Billions By Mirroring Its Viewers' Lives
  11. «Papel de Carminha seria de Eliane Giardini». Clic RBS. 19 de outubro de 2012. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  12. «Globo vetou Alessandra Negrini no papel de Carminha em "Avenida Brasil"». Folha de S.Paulo. 19 de abril de 2012. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  13. «Por que Lado a Lado derrotou Avenida Brasil no Emmy Internacional?». Clic RBS. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  14. «Avenida Brasil: Papel de Carminha quase foi de Alessandra Negrini». Meio Norte. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  15. «Vera Holtz substitui Fernanda Montenegro em Avenida Brasil». O Fuxico. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  16. «Juliana Paes rejeita convite para "Avenida Brasil"; papel deve ficar com Camila Morgado». UOL. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  17. «Mariana Ximenes se recusa a ser empregada da novela das 19h para fazer nova trama das 21h, Avenida Brasil». R7. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  18. «Nathalia Dill será desprezada de novo por Cauã Reymond em 'Avenida Brasil'». Gazeta do Mato Grosso. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  19. TV Globo (20 de março de 2012). «Confira os bastidores da gravação da abertura de Avenida Brasil.» 
  20. a b c d NEIVA, Paula (19 de outubro de 2012). «'Avenida Brasil': 5 memes da novela que fizeram história». Veja. Consultado em 19 de outubro de 2012 
  21. TV Globo (26 de março de 2012). «Tufão atropela Genésio». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  22. TV Globo (27 de março de 2012). «Max leva Rita para um depósito de lixo». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  23. a b c «Veja como Nina e Caminha se perdoaram no último capítulo - Todos os finais». Consultado em 20 de outubro de 2012 
  24. «Quem matou o Max? Segredo revelado!». Notícias. 19 de outubro de 2012. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  25. «Avenida Brasil é a novela mais vendida da Globo no exterior». TV Globo. 2 de julho de 2013. Consultado em 3 de julho de 2013 
  26. Fenômeno mundial, 'Avenida Brasil' supera seu próprio recorde de licenciamento
  27. «"Avenida Brasil" bate recorde de novela mais vendida» 
  28. 'Avenida Brasil' chega ao fim em Portugal com mais de 1.8 milhão de espectadores
  29. Globo apresenta seus maiores sucessos na Ucrânia
  30. "Avenida Brasil": um sucesso que tomou conta do planeta
  31. sigue sin poder ganarle a Avenida Brasil
  32. Avenida Brasil estreia com audiência histórica na Argentina
  33. «"Avenida Brasil", un fenómeno de rating». El Día. 22 de dezembro de 2013. Consultado em 24 de dezembro de 2013 
  34. El boom brasileño que rompe récords
  35. Final de 'Avenida Brasil' na Argentina tem clima de Copa do Mundo
  36. Final de Avenida Brasil dá o dobro do principal programa argentino
  37. Avenida Brasil llega a su final como la teleserie brasileña más vista de los últimos 10 años
  38. Alcanza estreno de "Avenida Brasil" 9.9 de rating
  39. Avenida Brasil ya es todo un éxito en Televisión Azteca
  40. Avenida Brasil aumenta em 62% a audiência da TV Azteca
  41. Avenida Brasil estreia no primetime francês
  42. Brazil Avenue soon on LANA TV / شارع العشق قريباً على قناة لنا
  43. Globo Licenses Brazil Ave telenovela to Dubai One
  44. “Avenida Brasil” e outras novelas da Globo chegam ao Vietnã
  45. "Avenida Brasil" será exibida na Tailândia
  46. VENGEANCE
  47. James Cimino e Thays Almendra (21 de março de 2012). «"Avenida Brasil" estreia com história de vingança e alpinismo social». Portal UOL. Consultado em 21 de dezembro de 2012 
  48. Redação DaquiDali (26 de março de 2012). «"Avenida Brasil", novela com Débora Falabella, estreia na Globo nesta segunda-feira (26)». Daquidali. Terra Networks. Consultado em 21 de dezembro de 2012 
  49. Fernando Oliveira (26 de março de 2012). «'Avenida Brasil' estreia com audiência menor que 'Fina Estampa' e vilã que rouba a cena». Portal IG. Consultado em 21 de dezembro de 2012 
  50. Márcia Gurgel (11 de setembro de 2012). «'Avenida Brasil' chega à SIC a 24 de setembro». Diário de Notícias. Consultado em 21 de dezembro de 2012 
  51. Vítor Dinis (24 de setembro de 2012). «'Avenida Brasil' chega hoje a SIC». aTelevisão. Consultado em 21 de dezembro de 2012 
  52. «Vem ai.. Avenida Brasil - Estreia a 24 de setembro». SIC (Site Oficial). Consultado em 21 de dezembro de 2012 
  53. Globo Internacional (13 de Maio de 2013). «O fenômeno de audiência 'Avenida Brasil' estreia no Panamá». Globo Internacional. Consultado em 13 de Maio de 2013 
  54. Resumo da Notícia (3 de Maio de 2013). «'Avenida Brasil' será transmitida na Venezuela». Resumo da Notícia. Consultado em 6 de Maio de 2013 
  55. MSN (23 de Maio de 2013). «Avenida Brasil estreia na Croácia; veja o teaser da novela». br.msn.com 
  56. [1]
  57. RD1 (3 de junho de 2013). «Sucesso internacional, 'Avenida Brasil' estreia na Russia». rd1.ig.com.bR 
  58. RD1 (3 de junho de 2013). «Sucesso internacional, 'Avenida Brasil' estreia na Russia e Cazaquistão». rd1.ig.com.bR 
  59. Globo Internacional (4 de Março de 2013). «O grande sucesso da Globo 'Avenida Brasil' será exibido no Uruguai». Globo TV Internacional. Consultado em 4 de Março de 2013 
  60. Gabriela e Avenida Brasil têm grande êxito no Equador
  61. Avenida Brasil chega às telas gregas
  62. a b Avenida Brasil on Viva
  63. Recordista de licenciamentos, 'Avenida Brasil' promete conquistar a audiência chilena
  64. Batista, João Gabriel (2 de julho de 2013). «"Avenida Brasil" é anunciada no Chile e tem formas de divulgação inéditas». NaTelinha. Universo Online/Ne10. Consultado em 2 de julho de 2013 
  65. Avenida Brasil estreia na Hungria!
  66. AVENIDA BRASIL, votre nouvelle série, ce mardi dès 20h30 sur Canal
  67. 'Avenida Brasil' tem data marcada para estrear no primetime da Costa Rica
  68. Globo Internacional (3 de Maio de 2013). «A Costa Rica também se rende ao sucesso 'Avenida Brasil'». Globo TV Internacional. Consultado em 3 de Maio de 2013 
  69. A indicada ao Emmy 'Avenida Brasil' estreia em Porto Rico
  70. «'Avenida Brasil' conquista o mundo e chega à Mongólia». 28 de novembro de 2013. Consultado em 2 de dezembro de 2013 
  71. a b c O sucesso 'Avenida Brasil' chega à Bulgária
  72. Novela "Avenida Brasil" é exportada para a Bolívia
  73. a b c d Avenida Brasil: un succès planétaire
  74. «"Avenida Brasil", muy pronto por Telefe». Consultado em 2 de dezembro de 2013 
  75. Avenida Brasil cambia de horario para competir contra Tinelli
  76. ¡Se acerca el gran final de tu novela favorita! No te pierdas los últimos capítulos de Avenida Brasil.
  77. a b c OSN Authorised Dealers OSN
  78. a b c d e f g h i j k l m n o Sharea Al Hob Avenida Brasil
  79. Gabriel Batista, João (9 de setembro de 2013). «"Avenida Brasil" será exibida no horário nobre dos Estados Unidos». NaTelinha. Universo Online; Ne10. Consultado em 10 de outubro de 2013 
  80. Avenida Brasil estreia em mais um país da América Latina
  81. OMNI Programação
  82. «W niewoli przeszłości w iTVN» 
  83. W niewoli przeszłości odc. 160 - serial, Brazylia
  84. Novas produções da Globo chegam a Colômbia
  85. Após fracasso do clone "Avenida Peru", canal compra "Avenida Brasil"
  86. ¡Falta muy poco! Desde este miércoles a las 14 no podes perderte "Avenida Brasil" en la pantalla de Canal 9 Televida
  87. Avenida Brasil será primeira novela nacional no horário nobre do México
  88. Algérie 3 Programação
  89. a b c d e Avenida Brasil la série N°1 au Brésil sur France Ô à partir du 24 février
  90. TVM Programmes du Lundi 10 Mars 2014 Nouvelle Serie: Avenida Brasil
  91. Kanal Global: Avenida Brasil
  92. a b Avenida Brasil, la telenovela global llega a España
  93. Cuatro y Divinity estrenan el próximo lunes la telenovela Avenida Brasil
  94. [2]
  95. Armenia TV Programação
  96. Avenida Brasil Alfa TV Macedonia
  97. ¡NOTICIÓN!!! Muy pronto #AvenidaBrasil ¡llega a @MGZNtv!!!
  98. Brazil Avenue
  99. «La coproducción es el arma de Televen para 2014» 
  100. Agosto de estrenos y “Escándalos” en Televen
  101. [3]
  102. Brazil Avenue, a great Brazilian show, soon on ‪#‎LANATV‬ ‪#‎NothingLikeIt
  103. What is going to happen to Reta after the death of her father? Answer in #BrazilAvenue tonight at 9PM on #LanaTV
  104. Brazil Avenue (season 1)
  105. [4]
  106. (México) Regresa... Avenida Brasil!!!
  107. Gabriel Batista, João (9 de setembro de 2013). «Telemundo to air hit telenovela "Avenida Brasil" in U.S.». NaTelinha. Universo Online; Ne10. Consultado em 10 de outubro de 2013 
  108. [5]
  109. [6]
  110. Joy Prime Premieres New Telenovela, 'AVENIDA BRAZIL' On Monday
  111. Avenida Brasil Premieres Tonight On ONTV & ONTVMAX
  112. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v Avenida Brazil arrive en Juillet sur Nina TV!
  113. A múlt fogságában
  114. Desde el próximo lunes: Tus tardes van a cambiar
  115. a b c d e f «Если ты не веришь Нине, то поверь Рите, своей детской любви», — #ПроспектБразилии. Не пропусти первую серию 7 сентября в 21:00!
  116. a b c Avenida Brasil em RTV 21
  117. Vuelve a Canal 13 Chile, la teleserie brasileña de impacto!!!
  118. ATB Desde este lunes llega a las pantallas Avenida Brasil
  119. A partir del lunes 14 de diciembre, Avenida Brasil vuelve a casa!
  120. El canal polaco dedicado a musica y que nunca habia exhibido una novela, apostará por la telenovela escrita por João Emanuel Carneiro.
  121. Avenida Brasil in RTBF
  122. a b c d e f g h i j k l m n o p q #BrazilAvenue is coming on #NinaTV
  123. "Yo soy Betty, la fea" y "Avenida Brasil" regresan a RCN
  124. Hasta donde llegarán los deseos de venganza de Nina
  125. The dramatic story of Rita
  126. [7]
  127. "Avenida Brasil" está de volta à televisão portuguesa
  128. [Nicaragua] Avenida Brasil regresa por Canal 4
  129. Avenida Brasil na Turquia
  130. Avenida Brasil na Etiópia
  131. Avenida Brasil na Turquia 2
  132. Avenida Brasil es la primera telenovela de Globo que se exhibe en Tailandia
  133. Superproduções da Globo chegam ao Vietnã
  134. a b Avenida Brasil de Globo expande su alcance en África francesa
  135. Src='https://Secure.gravatar.com/Avatar/E361782d27bca3cbf06066f40a94739f?s=20, <img Alt=; #038;d=mm; Srcset='https://Secure.gravatar.com/Avatar/E361782d27bca3cbf06066f40a94739f?s=40, #038;r=g'; #038;d=mm; Alex, #038;r=g 2x' class='avatar avatar-20 photo' height='20' width='20' />Miguel; re (17 de dezembro de 2018). «'Avenida Brasil' substitui 'Gabriela' nas tardes da SIC». Espalha-Factos. Consultado em 8 de janeiro de 2019 
  136. «'Avenida Brasil': Conheça o elenco da novela». Extra. 16 de março de 2012. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  137. a b Conheça os personagens - Avenida Brasil
  138. Redação NaTelinha (4 de março de 2012). «Débora Falabella muda visual para viver protagonista em "Avenida Brasil"». Consultado em 1 de março de 2012 
  139. Revista Quem - Débora Falabella será a protagonista de "Avenida Brasil"
  140. a b «Nina fica paralisada ao reencontrar Carminha». Gshow. Consultado em 24 de outubro de 2019 
  141. Sara Paixão Extra (26 de janeiro de 2012). «O novo desafio de Cauã Reymond em 'Avenida Brasil'». Consultado em 1 de março de 2012 
  142. Contigo ! - Cauã Reymond será protagonista da próxima novela de João Emanuel Carneiro
  143. Redação TV Globo (10 de fevereiro de 2012). «Avenida Brasil: confira a primeira foto de Murilo Benício na pele de Tufão». Consultado em 1 de março de 2012 
  144. OGlobo (4 de março de 2012). «Marcello Novaes faz laboratório para compor vilão de 'Avenida Brasil'». Consultado em 1 de março de 2012 
  145. OGlobo (4 de março de 2012). «Marcello Novaes faz laboratório para compor vilão de 'Avenida Brasil'». Consultado em 1 de março de 2012 
  146. Redação UOL (30 de dezembro de 2011). «Vera Holtz substitui Fernanda Montenegro em 'Avenida Brasil'». Consultado em 1 de março de 2012 
  147. EXTRA (7 de março de 2012). «Vera Holtz e José de Abreu representam a bondade e maldade no lixão de 'Avenida Brasil'». Consultado em 1 de março de 2012 
  148. EXTRA (7 de março de 2012). «Vera Holtz e José de Abreu representam a bondade e maldade no lixão de 'Avenida Brasil'». Consultado em 1 de março de 2012 
  149. Correio de Uberlândia. «Heloísa Périssé será cabeleireira nordestina em novela» 
  150. Correio de Uberlândia. «Heloísa Périssé será cabeleireira nordestina em novela» 
  151. Redação TV Globo (17 de fevereiro de 2012). «Eliane Giardini será mãe controladora em "Avenida Brasil"». Consultado em 1 de março de 2012 
  152. OGlobo (29 de fevereiro de 2012). «Isis Valverde: "Minha nova personagem é pegadora nata"». Consultado em 1 de março de 2012 
  153. OGlobo (29 de fevereiro de 2012). «Isis Valverde: "Minha nova personagem é pegadora nata"». Consultado em 1 de março de 2012 
  154. MSNEntretenimento (16 de fevereiro de 2012). «Thiago Martins faz laboratório com Vagner Love». Consultado em 1 de março de 2012 
  155. «Daniel Rocha estreia em 'Avenida Brasil' como um gay enrustido». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  156. a b Redação Virgula UOL (24 de fevereiro de 2012). «Alexandre Borges e Debora Bloch gravam cenas de "Avenida Brasil"». Consultado em 1 de março de 2012 
  157. Correio de Uberlândia (16 de fevereiro de 2012). «Conheça a personagem de Carolina Ferraz em "Avenida Brasil"». Consultado em 1 de março de 2012 
  158. Redação UOL (17 de janeiro de 2012). «Camila Morgado será uma das mulheres de Alexandre Borges em "Avenida Brasil"». Consultado em 1 de março de 2012 
  159. Coisa de Mulher (24 de fevereiro de 2012). «Débora Bloch e Carolina Ferraz gravam avenida brasil». Consultado em 1 de março de 2012 
  160. Contigo! (1 de janeiro de 2012). «Débora está animada para seu retorno na TV». Consultado em 1 de março de 2012 
  161. Dihitt (28 de novembro de 2011). «José Loreto estará no elenco de "Avenida Brasil"». Consultado em 1 de março de 2012 
  162. UOL (16 de fevereiro de 2012). «Penteado de Neymar tambem entra na novela da Globo». Consultado em 1 de março de 2012 
  163. Jornal do Povo (29 de dezembro de 2011). «Letícia Isnard no horário nobre da Globo». Consultado em 1 de março de 2012 
  164. Ofuxico (16 de fevereiro de 2012). «Fabíula Nascimento vive cabeleireira em Avenida Brasil». Consultado em 1 de março de 2012 
  165. OGlobo (19 de fevereiro de 2012). «Bianca Comparato será frentista em 'Avenida Brasil'». Consultado em 1 de março de 2012 
  166. a b «Carol Abras visitou clínicas para viver a dependente química Begônia». Globo.com. 23 de março de 2012. Consultado em 7 de abril de 2012 
  167. «Cacau Protásio defende Zezé: 'Não é fofoqueira, só troca informações'». 10 de outubro de 2012. Consultado em 16 de outubro de 2012 
  168. «Valdo - João Henrique Gago». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  169. «Santiago transforma 'Avenida Brasil' em 'novelão'». Revista Veja. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  170. NaTelinha (29 de fevereiro de 2012). «Globo grava a novela "Avenida Brasil" na Argentina». Consultado em 1 de março de 2012 
  171. Redação (26 de junho de 2012). «Lúcio tenta aplicar golpe em uma mulher, mas acaba preso por ela». Gshow.com. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  172. Redação (10 de abril de 2012). «Tessália é sequestrada pelo ex-namorado». Gshow.com. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  173. Veja a primeira foto de Paula Burlamaqui em cena como ex-atriz pornô
  174. Ofuxico (9 de fevereiro de 2012). «Paula Burlamaqui promete papel polêmico em Avenida Brasil». Consultado em 1 de março de 2012 
  175. Redação (27 de setembro de 2012). «Rita Guedes promete abalar o Divino como Nicole, irmã de Dolores». Gshow.com. Consultado em 22 de setembro de 2019 
  176. «Felipe Titto, o novo gay de "Avenida Brasil"». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  177. MSNEntretenimento (9 de fevereiro de 2012). «Marcella Valente fica loira para nov novela das nove». Consultado em 1 de março de 2012 
  178. Thays Almendra (13 de setembro de 2012). «"Internautas torcem para que Jean fique com Monalisa", diz ator que interpreta o arquiteto». São Paulo: UOL. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  179. «Elenco de "Rebelde" terá reforços de ex-atores mirins da Globo». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  180. Redação (24 de maio de 2012). «Avenida Brasil: Jorginho destrói a vida da própria mãe, Carminha». MdeMulher. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  181. Marcelle Carvalho (29 de maio de 2012). «'Avenida Brasil': Suelen revela segredo: é boliviana e cafetão a trouxe para trabalhar no Rio ainda adolescente». Extra. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  182. Marcelle Carvalho (23 de maio de 2012). «'Avenida Brasil': Lui Strassburguer, o otorrino Ruy, brinca que está sendo invejado pelos amigos por estar namorando Carolina Ferraz na novela». Extra. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  183. «Entrevista com Max Lima». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  184. Flávio Ricco; colaboração de José Carlos Nery (9 de dezembro de 2011). «Cleber Machado transmite o jogo da próxima novela da Globo, "Avenida Brasil"». UOL. Consultado em 24 de setembro de 2019 
  185. Redação (4 de abril de 2012). «Após narrar gols de Tufão, Cléber Machado compara o craque a outros jogadores». Gshow.com. Consultado em 24 de setembro de 2019 
  186. «Com diabetes, ator mirim de 'Avenida' se destaca na reta final da novela». Consultado em 16 de outubro de 2012 
  187. «João Emanuel Carneiro responde tudo sobre o sucesso de Avenida Brasil». Caras UOL. 31 de dezembro de 2012. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  188. «'Avenida Brasil' bate recordes de audiência e causa comoção no país». O Dia Online. 13 de outubro de 2012. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  189. «Carminha, a vilã de 'Avenida Brasil', é sucesso absoluto nas redes sociais». Extra Online. 19 de julho de 2012. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  190. «Com enterro de Nina, "Avenida Brasil" fica entre assuntos mais comentados na web neste sábado». UOL. 21 de julho de 2012. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  191. Patrícia Villalba (8 de outubro de 2012). «Capítulo bombástico de 'Avenida Brasil' domina redes sociais». VEJA.com. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  192. «William Bonner revela que está viciado em "Avenida Brasil" e faz análises». Na Telinha. 15 de junho de 2012. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  193. «Luciano Huck: "Queria que a Suelen terminasse com o Neymar"». OFuxico. 10 de outubro de 2012. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  194. Fernando Oliveira (10 de abril de 2012). «Sucesso faz com que Mel Maia volte à 'Avenida Brasil' e assine contrato de gente grande». iG. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  195. «"Tinha medo de contracenar com a Adriana Esteves", diz Mel Maia». Terra. 8 de abril de 2012. Consultado em 14 de outubro de 2012 
  196. «Último capítulo de "Avenida Brasil" paralisa o país». 20 de outubro de 2012. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  197. «Último capítulo de 'Avenida Brasil' paralisa o país». Exame. Abril. 20 de outubro de 2012. Consultado em 23 de outubro de 2012 
  198. «Órgão acredita que final de "Avenida Brasil" pode causar apagão no País». Yahoo TV. 18 de outubro de 2012. Consultado em 7 de maio de 2015. Arquivado do original em 20 de outubro de 2012 
  199. «BBC noticia que Brasil parou para ver final de novela 'Avenida Brasil'». Paraiba.com.br. 20 de outubro de 2012. Consultado em 23 de outubro de 2012 
  200. «Faturamento de Avenida Brasil chega a R$ 2 bilhões, segundo a Forbes». O Fuxico. Terra. 19 de outubro de 2012. Consultado em 23 de outubro de 2012 
  201. a b «Globo faturou R$ 2 bilhões com 'Avenida Brasil', diz Forbes». CARAS. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  202. «Globo faturou R$2.000.000.000 com Avenida Brasil, diz Revista Forbes». CORREIO 
  203. «9 grandes e inusitadas consequências do fim de Avenida Brasil». Exame. Abril 
  204. "Avenida Brasil" é sucesso de crítica e público em Portugal
  205. Avenida Hollywood
  206. Avenida Brasil é sucesso absoluto em Portugal
  207. O GLOBO (27 de março de 2012). «Confira as principais audiências de segunda-feira». O Globo. Consultado em 17 de setembro de 2012 
  208. O GLOBO (22 de maio de 2012). «Audiências: 'Av. Brasil' bate recorde e 'Carrossel' estreia com {{subst:Número2palavra2|13}}». O Globo. Consultado em 19 de setembro de 2012 
  209. O GLOBO (20 de junho de 2012). «Audiências: 'Gabriela' cai nove pontos e 'Avenida Brasil' bate recorde». O Globo. Consultado em 17 de setembro de 2012 
  210. JORNAL DO BRASIL (20 de julho de 2012). «Capítulo 100 de 'Avenida Brasil' decepciona e não bate recorde de audiência». Jornal do Brasil. Consultado em 27 de setembro de 2012 
  211. «Carminha desmascara Nina, mas não faz Avenida Brasil bater recorde de Ibope». Olhar Direto. 20 de julho de 2012. Consultado em 20 de julho de 2012 
  212. PEREIRA JR., Alberto (19 de julho de 2012). «"Avenida Brasil" não bate recorde de audiência com descoberta de Carminha». Folha de S. Paulo. Consultado em 25 de julho de 2012 
  213. patriciakogut.com (24 de julho de 2012). «Audiências: 'Avenida Brasil' bate seu recorde com 46 pontos». Consultado em 24 de julho de 2012 
  214. O Dia (30 de julho de 2012). «'Avenida Brasil' bomba e supera 'Fina Estampa' com 47 pontos». Consultado em 31 de julho de 2012 
  215. patriciakogut.com (4 de outubro de 2012). «'Avenida Brasil' repete recorde com 72% de share». Consultado em 5 de outubro de 2012 
  216. Anna Luiza Santiago (6 de outubro de 2012). «'Avenida Brasil' marca 42 pontos no sábado com 73% de share». Consultado em 8 de outubro de 2012 
  217. patriciakogut.com (9 de outubro de 2012). «Audiências: 'Avenida Brasil' bate recorde com 49 pontos com picos de 55 pontos». Consultado em 9 de outubro de 2012 
  218. LIMA, Deivison (22 de outubro de 2012). «Último capítulo de "Avenida Brasil" atinge 70 pontos em Fortaleza». TV Foco. Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  219. «"Avenida Brasil" chega a 70 pontos em Fortaleza; confira desfecho em outras praças». Na Telinha. 23 de outubro de 2012. Consultado em 12 de dezembro de 2012 
  220. KOGUT, Patrícia (22 de outubro de 2012). «Recorde do ano». O Globo. Consultado em 22 de outubro de 2012 
  221. «Último capítulo de "Avenida Brasil" é o programa mais visto de 2012». Folha de S. Paulo. 19 de outubro de 2012. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  222. «O homem das novelas que trocou o rio pelo castelo». Diário de Notícias. Consultado em 22 de julho de 2014 
  223. «Avenida Brasil é a próxima atração do Vale a Pena Ver de Novo». UOL. Consultado em 14 de setembro de 2019 
  224. «Globo reavalia e Eta Mundo Bom pode não ser a próxima novela no Vale a Pena Ver de Novo». UOL. Consultado em 14 de setembro de 2019 
  225. «Avenida Brasil vai ser exibida no Vale a Pena Ver de Novo». G1. Consultado em 14 de setembro de 2019 
  226. «Avenida Brasil volta ao ar na Globo no Vale a Pena Ver de Novo». Gshow. Consultado em 14 de setembro de 2019 
  227. Avenida Brasil: novela está de volta no Vale a Pena Ver de Novo!, consultado em 26 de setembro de 2019 
  228. «Apuração 2020 do Carnaval de São Paulo: Onde assistir ao vivo na TV e online». Notícias da TV. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  229. «Volta de Avenida Brasil explode e marca melhor Ibope em 20 anos». Na Telinha - UOL. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  230. «Arrebatadora: Avenida Brasil tem melhor estreia de reprise de novela em 20 anos». Notícias da TV. Consultado em 8 de outubro de 2019 
  231. «Avenida Brasil tem melhor estreia no Vale a Pena Ver de Novo desde 2000 em São Paulo». F5 - Televisão - UOL. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  232. «Globo usa congelamento de Avenida Brasil em Malévola e quebra a internet». Observatório da Televisão - UOL. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  233. «Com indireta para Bolsonaro, Filhos da Pátria retorna com recorde de audiência». Notícias da TV. Consultado em 9 de outubro de 2019 
  234. «Em fase decisiva, Avenida Brasil mira fenômenos Por Amor e Senhora do Destino». Notícias da TV. Consultado em 8 de abril de 2020 
  235. «Audiência: Avenida Brasil está a ponto de superar Por Amor no Vale a Pena Ver de Novo». Observatório da Televisão. Consultado em 8 de abril de 2020 
  236. «Avenida Brasil bate recorde de audiência nesta terça-feira». Observatório da Televisão. Consultado em 8 de abril de 2020 
  237. «Avenida Brasil bate recorde histórico e é mais sintonizada do que novela das sete». Notícias da TV. Consultado em 8 de abril de 2020 
  238. «Aposta de Silvio Santos, luta-livre perde feio para Record e derruba audiência do SBT». Notícias da TV. Consultado em 14 de abril de 2020 
  239. «Faltando três semanas para o fim, Avenida Brasil vira o maior Ibope da década». NaTelinha. Consultado em 13 de abril de 2020 
  240. «Manifest é mais vista do que Sessão da Tarde, JH, SP1 e toda grade matinal da Globo». Notícias da TV. Consultado em 15 de abril de 2020 
  241. «Avenida Brasil supera Senhora do Destino e vira fenômeno da década no Vale a Pena». Notícias da TV. Consultado em 16 de abril de 2020 
  242. «Audiência do Combate ao Coronavírus desaba e já é menor que a de Fátima». Notícias da TV. Consultado em 17 de abril de 2020 
  243. «Reprise de 'Avenida Brasil' bate recordes de audiência com personagens sólidos e trama ágil». 1 de maio de 2020 
  244. «Audiência de Avenida Brasil confirma sucesso de reprises - CORREIO | O QUE A BAHIA QUER SABER» 
  245. TV, Notícias da (4 de maio de 2020). «Êta Mundo Bom tem melhor início do Vale a Pena Ver de Novo em 16 anos» 
  246. «Último capítulo de Avenida Brasil bate recorde da faixa desde 2010» 
  247. a b c VEJA (20 de outubro de 2012). «Fim de 'Avenida Brasil' decepciona por previsibilidade e furos no roteiro». Veja. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  248. a b c MELLO, Murilo (20 de outubro de 2012). «Juízo final de Avenida Brasil é marcado por erros clássicos». A Tarde. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  249. VILLALBA, Patrícia (19 de outubro de 2012). «'Avenida Brasil' é mais "durante" do que "finalmente"». Veja. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  250. a b c OLIVEIRA, Fernando (20 de outubro de 2012). «'Avenida Brasil': Cinco perguntas que não querem calar sobre o último capítulo». iG. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  251. a b c d «Último capítulo deixa lacunas em "Avenida Brasil"». Folha de S. Paulo. 20 de outubro de 2012. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  252. «Janaína, Zezé, Lúcio, Suelen e Ágatha têm finais indefinidos em "Avenida Brasil». Bol Notícias. 20 de outubro de 2012. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  253. «Ausência de sotaque incomodou o autor?». Yahoo!. 27 de agosto de 2012. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  254. Vanessa Paes Barreto (19 de agosto de 2012). «Falha deles! Falta de sotaque, carteira no avental e confusão de andares chamam a atenção». Yahoo!. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  255. «Em 'Avenida Brasil', Max pega Begônia, irmã de Nina». VEJA.com. 27 de agosto de 2012. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  256. Fernando Oliveira (5 de agosto de 2012). «Carol Abras, a Begônia de 'Avenida Brasil': 'Assistimos a novela com a mesma curiosidade de um espectador'». Colunistas iG. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  257. a b FOLHA (20 de outubro de 2012). «Relembre as dez maiores gafes de "Avenida Brasil"». Folha de S. Paulo. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  258. Terra (19 de outubro de 2012). «BBC Brasil destaca amor do público por 'Avenida Brasil'». Terra. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  259. a b c ZYLBERKAN, Mariana (22 de abril de 2012). «A classe C no horário nobre». Veja. Consultado em 27 de abril de 2012 
  260. «Desfecho de 'Avenida Brasil' põe Carminha, Nina e Tufão nos tópicos mais populares do Twitter no mundo». VEJA.com. 19 de outubro de 2012. Consultado em 21 de outubro de 2012 
  261. O POVO (20 de outubro de 2012). «A Avenida que parou o Brasil». O Povo. Consultado em 20 de outubro de 2012 
  262. «Final de Avenida Brasil domina redes sociais». INFO. 19 de outubro de 2012. Consultado em 21 de outubro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]