Luíza Brunet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Luiza Brunet
Nome completo Luiza Botelho da Silva
Nascimento 24 de maio de 1962 (54 anos)
Itaporã, Mato Grosso do Sul,
 Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileira
Cônjuge Gumercindo Brunet (1978-84)
Armando Fernandez (1985-2008)<br
Filho(s) Yasmin Brunet e Antônio Fernandez
Ocupação atriz, empresária, e modelo

Luíza Botelho da Silva (Itaporã, 24 de maio de 1962), cujo nome artístico é Luíza Brunet, é uma empresária, atriz e ex-modelo brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de Luiz da Silva, um agricultor cearense de Sobral, e de Alzira Botelho, uma costureira carioca, Luíza Brunet nasceu numa casa humilde de madeira em Itaporã, no Mato Grosso do Sul. Foi a segunda de oito irmãos.[1] Aos 9 anos, seus pais decidem deixar sua vida humilde com seus seis filhos rumo a Inhaúma, subúrbio do Rio de Janeiro. Como o pai vivia de bicos, Luiza logo começou a trabalhar. Aos doze anos, era babá, depois virou empregada doméstica, empacotadora e vendedora. Aos 16 anos, conheceu e casou-se com o engenheiro Gumercindo Brunet, onze anos mais velho, do qual viria a se separar após 6 anos.[2]

Tornou-se famosa no início da década de 80, quando tornou-se top model exclusiva das calças Dijon e ensaios nus para diversas revistas masculinas, como Ele e Ela e Playboy (para esta em maio de 1983, dezembro de 1984 e maio de 1986)[3]. Com forte apelo visual, Luiza tornou-se um dos grandes símbolos sexuais do Brasil da época.[4]

Em 1985, casou-se com Armando Fernandez, um antiquário argentino radicado no Brasil. Com ele teve dois filhos, Yasmin, em 1988, e Antônio, em 1997. Sua filha tem uma sólida carreira como modelo. Luiza e Armando se divorciaram em 2008.[4]

Como atriz, Luíza teve uma carreira curtíssima, com apenas dois papéis longos em novelas, diversas participações especiais, e o filme Os Trapalhões e o Rei do Futebol. A própria declara que era despreparada para atuar, e foi muito criticada em resenhas do filme dos Trapalhões.[4] Já tomou parte numa campanha de prevenção ao câncer de mama e também se engajou numa campanha de amamentação.

Em entrevista revelou ter feito um aborto em sua primeira gravidez, logo depois de seu casamento. Disse que precisava trabalhar, era ainda adolescente, e não era hora de ter um filho.[5]

Em 2013, foi pedida em casamento pelo empresário Lírio Parisotto[6], dono da Videolar[7]. Separaram-se por quatro meses em 2014 e reataram em 2015, quando Luíza afirmou estar disposta a se casar: "Cada coisa tem seu tempo. Mas, sim, temos esse plano"[8]. O casamento, entretanto, não chegou a acontecer. Em 2016, nova separação. Desta vez, o motivo teria sido uma agressão sofrida dia 21 de maio, em Nova York. Segundo ela, Lírio lhe dera um soco no olho e uma sequência de chutes que lhe teriam quebrado quatro costelas.[9][10][11] Estima-se que a separação do casal possa envolver valores de até R$ 100 milhões, pois Parisotto está entre os 30 empresários mais ricos do país, com fortuna estimada em U$$ 1,6 bilhão.[12] O empresário Lírio Parisotto foi notificado no dia 08 de novembro de 2016 na ação que ela pede o reconhecimento de união estável [13]. No processo, Luiza pede a metade dos bens acumulados pelo empresário durante os cinco anos de relação. [14]

  1. «www.caras.com.br». 
  2. «www.claudia.abril.com.br». 
  3. Revista QUEM (8 de janeiro de 2008). «Corpão, só na avenida». revistaquem.globo.com. Consultado em 6 de julho de 2016. 
  4. a b c Luiza Brunet chega aos 51 apaixonada e disposta a tirar o silicone dos seios, Folha de S. Paulo
  5. Ego. «'Fiz um aborto. Tinha acabado de me casar e precisava trabalhar', diz Brunet». 22 de fevereiro de 2011. 
  6. «Empresário pede Luiza Brunet em casamento». Vírgula. 15/10/13. Consultado em 1/7/16. 
  7. Mônica Bérgamo (10/11/13). «Luiza Brunet chega aos 51 apaixonada e disposta a tirar o silicone dos seios». Folha de S.Paulo. Consultado em 1/7/16. 
  8. http://www.diariosp.com.br/noticia/detalhe/77443/apos-fazer-as-pazes-luiza-brunet-quer-se-casar
  9. http://istoe.com.br/luiza-brunet-diz-ter-sido-espancada-por-lirio-parisotto/
  10. http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/07/luiza-brunet-acusa-marido-de-agressao-ela-teve-costelas-quebradas.html
  11. http://atarde.uol.com.br/brasil/noticias/1782993-luiza-brunet-diz-ter-sido-espancada-por-ex-namorado
  12. «Separação de Luiza Brunet e Lírio Parisotto poderá custar R$ 100 milhões para o empresário - Emais - Estadão». Consultado em 2016-07-07. 
  13. «Luiza Brunet pede dissolução de união estável com Lírio Parisotto na Justiça - 27/08/2016 - Mônica Bergamo - Colunistas - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 2016-11-09. 
  14. «Brunet pede na separação metade dos bens acumulados por Lírio Parisotto - 09/11/2016 - Mônica Bergamo - Colunistas - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 2016-11-09. 

Modelo[editar | editar código-fonte]

Luiza, nos tempos de modelo, rivalizava com Monique Evans e Xuxa Meneghel na preferência masculina.[carece de fontes?]

Em sua estreia na São Paulo Fashion Week, em 13 de junho de 2007, após toda uma carreira de sucesso nas passarelas, Luiza desfilou para a grife da amiga Tereza Santos. [carece de fontes?]

Medidas: 1,76 m, 63 kg, 89 cm de busto, 64 de cintura e 91 de quadris.[1]

Carnaval[editar | editar código-fonte]

Luiza Brunet foi madrinha de bateria da Portela de 1986 até 1994. A partir de 1995, foi acolhida como madrinha da Imperatriz Leopoldinense onde participou de quatro títulos: 1995, 1999, 2000 e 2001. Afastou-se dos desfiles após o carnaval de 2005, mas retornou ao seu posto no carnaval de 2008. Após o carnaval 2012, foi desligada pela direção da escola, devido às constantes baixas de pressão arterial.[2]

Atriz[editar | editar código-fonte]

Na Televisão[3][4][editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Emissora
2016 Velho Chico Madalena de Jesus (Madá) Rede Globo
2013 Helen Palmer em Correio Feminino Greyce Keller ("A Mulher Madura")
2010 Ti Ti Ti Ela Mesma (Participação Especial)
2009 Viver a Vida
2008 Beleza Pura
Zorra Total
2007 Duas Caras
Zorra Total
Dança no Gelo - Domingão do Faustão Ela Mesma (Participante)
2005 Belíssima Ela Mesma (Participação Especial)
1999 Torre de Babel Valentina (Participação especial)
1997 Anjo Mau Teresa Ribeiro Novaes
1993 O Mapa da Mina Nadir da Silva
1990 Araponga Dalila Pereira Gomes
1986 Cambalacho Veridiana Junqueira Fontes
1982 Elas por Elas Clara (Bela Mulher nos Sonhos de Yeda)

No Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1986 Os Trapalhões e o Rei do Futebol Aninha
S.O.S Brunet! Ela mesma

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons