Lista de denominações cristãs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Cristianismo não tinha subdivisões até o Concílio de Éfeso realizado em 431. Portanto, a partir daquele ano surgiram as denominações cristãs.

A seguir, as denominações cristãs (ou grupos que se identificam como cristãos), ordenadas por relacionamentos históricos, doutrinários e cronológicos:

Catolicismo[editar | editar código-fonte]

A Igreja Católica Apostólica Romana é constituída por 23 Igrejas particulares sui juris. Estas Igrejas autónomas (chamadas também de "Ritos", como por exemplo no documento do Concílio do Vaticano II Orientalium Ecclesiarum, 2) empregam vários ritos litúrgicos para prestar culto a Deus. São 14 as Igrejas particulares católicas sui juris que usam o único rito litúrgico bizantino; por outro lado a única Igreja particular Latina usa vários ritos litúrgicos (Romano, Ambrosiano, Bracarense etc.).

Nestorianismo[editar | editar código-fonte]

Depois de realizar-se o Concílio de Éfeso (431 d.C.), surgiu a primeira ruptura do Cristianismo para dar fim à Igreja Primitiva. Desta divisão nasceu o Nestorianismo, que considera Cristo radicalmente separado en duas naturezas (uma humana e uma divina), completas ambas de modo que conformam dois entes independentes, duas pessoas unidas em Cristo, que é Deus e homen ao mesmo tempo, mas formado de duas pessoas distintas.

Monofisismo[editar | editar código-fonte]

Depois de realizar-se o Concílio de Calcedônia (451 d.C.), surgiu a segunda ruptura do Cristianismo. Desta divisão nasceu o Monofisismo, que considera que em Jesus só está presente a natureza divina, e não a humana. As Igrejas não-Calcedonianas professam o credo monofisita, e rechaçam por completo as conclusões do Concílio da Calcedónia. Hoje em dia, porém, ao invés de serem monofisitas (ou seja, em vez de crerem na naturaleza única de Cristo), agora são miafisitas (ou seja, creem na naturaleza unida de Cristo).

Ortodoxia[editar | editar código-fonte]

Protestantismo[editar | editar código-fonte]

Restauracionismo[editar | editar código-fonte]

Antitrinitarismo[editar | editar código-fonte]

Cristianismo Esotérico[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Geralmente os Anglicanos ou Episcopais autodenominam-se como Católicos e Protestantes (via média). Portanto, conformam outra ramificação do Cristianismo, de acordo com vários teólogos anglicanos e protestantes.
  2. a b Geralmente os Adventistas são incluidos no Restauracionismo, apesar de serem considerados protestantes por vários teólogos.