Companhia de Gás da Bahia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Bahiagás)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2008). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bahiagás
Companhia de Gás da Bahia
Inauguração da estação da Bahiagás em Itabuna.
Tipo Sociedade de economia mista
Fundação 26 de fevereiro de 1991 (24 anos)[1]
Sede Salvador,  Brasil
Áreas servidas Bahia
Proprietário(s) Bahia Governo do Estado da Bahia
Presidente Luiz Gavazza[2]
Produtos Gás natural
Acionistas Estado da Bahia
Gaspetro (Petrobras)
Bahiapart (Grupo Mitsui Gás e Energia do Brasil)[1]
Sítio oficial www.bahiagas.com.br

A Bahiagás, acrônimo de Companhia de Gás da Bahia, foi criada em fevereiro de 1991 pelo Governo da Bahia e iniciou suas operações em agosto de 1994. Desde então, é responsável pela distribuição de gás natural canalizado em toda a Bahia, tendo uma concessão para atuar neste estado por 50 anos.[1]

O cenário atual aponta para uma grande utilização nacional do gás natural – uma importante alternativa aos combustíveis tradicionais, como o óleo. Para a Bahia, as perspectivas são de crescimento no consumo a partir do segundo semestre de 2006, com o início de operação do Campo de Manati. Hoje o estado consome cerca de 6 mil /dia, dos quais 3,5 mil m³/dia são comercializados pela Bahiagás. O restante é utilizado no consumo interno da Petrobras.

A Bahia é uma grande produtora de gás natural, fator que fortalece o mercado local. Com reservas da ordem de 24 bilhões de m³ de gás, localizadas próximas dos centros de abastecimento. Com o gás proveniente do já citado Campo de Manati, a produção de gás natural na Bahia mais que duplicou, dando confiabilidade ao sistema de abastecimento.

No início de suas operações, a Bahiagás atendeu empresas do Pólo Petroquímico de Camaçari, Centro Industrial de Aratu. Hoje, a companhia já diversificou sua carteira de clientes, distribuindo o gás natural para empresas de Catu, Alagoinhas, do Litoral Norte, Região Metropolitana, Recôncavo baiano, Feira de Santana e região, Centro-Sul, Sul e Extremo-Sul. Seu principal mercado de atuação é o seguimento industrial, seguido do automotivo e comercial.[3]

A capital baiana já recebe o produto desde 2004, quando a Bahiagás iniciou o atendimento aos domicílios baianos. Hoje, atende a mais de 20 bairros/sub-regiões.[3]

Atualmente é presidida por Luiz Gavazza (desde 3 de abril de 2014), substituindo Davidson Magalhães, que esteve à frente da Companhia por sete anos (2007-2014).[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Bahiagás. A Empresa.
  2. a b Bahiagás. Novo diretor- presidente da Bahiagás toma posse, acessado em 9 de maio de 2014.
  3. a b Albenísio Fonseca. (29/06/2015). "Bahia terá o 2º maior gasoduto do país". Tribuna da Bahia.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]