Robert Downey Jr.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Indio Falconer Downey)
Ir para: navegação, pesquisa
Robert Downey Jr.
Downey em 2014.
Nome completo Robert John Downey Jr.
Nascimento 4 de abril de 1965 (52 anos)
Manhattan, Nova Iorque
 Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos Americano
Ocupação Ator e Músico
Atividade 1970-presente
Globos de Ouro
Golden Globe icon.svg Melhor Ator - Comédia ou Musical
2010 - Sherlock Holmes
Golden Globe icon.svg Melhor Ator Coadjuvante em Televisão
2000 - Ally McBeal
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Ator em Série de Comédia
2000 - Ally McBeal
Melhor Elenco em Série de Comédia
1998 - Ally McBeal
Prémios BAFTA
Melhor Ator Principal
1992 - Chaplin
IMDb: (inglês)

Robert John Downey, Jr. (Nova Iorque, 4 de abril de 1965) é um ator e músico americano. Estreou como ator em 1970 aos 5 anos, no filme Pound, dirigido por seu pai, Robert Downey, Sr., e desde então tem atuado constantemente em trabalhos para televisão, cinema e ópera.

Durante os anos 80 ele participou de diversos filmes associado a Brat Pack. Less than Zero (br: Abaixo de Zero) foi um filme particularmente notável, não apenas porque foi a primeira atuação de Downey aclamada pela crítica, mas também porque impulsionou o já existente problema com drogas do ator. Após este filme, Downey passou a atuar em filmes de maior escala, como Air America, Soapdish e Natural Born Killers (Assassinos por Natureza). Ele interpretou Charlie Chaplin em 1992 no filme Chaplin, pelo qual foi indicado ao Oscar de melhor ator. Porém, foi como o bilionário Tony Stark / Homem de Ferro que ganhou maior notoriedade, interpretando-o no Universo Cinematográfico Marvel.

Foi o ator mais bem pago do mundo durante três anos seguidos (2013, 2014, 2015), com ganhos de $50, $75, e $80 milhões de dólares, respectivamente.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Robert Downey Jr em 2008.

Downey nasceu em Manhattan, Nova York, o mais novo de dois filhos. Ele e sua irmã, Allyson, cresceram em Greenwich Village. Seu pai, Robert Downey, Sr., é um diretor, escritor, ator e produtor de filmes independentes, e sua mãe, Elsie Downey, é também atriz (tendo aparecido em diversos filmes de Downey, Sr.). O pai tem ascendência irlandesa e russa, e mãe tem ascendência alemã e escocesa. Robert Downey, Sr. nasceu sob o nome de "Robert Elias", mas mudou seu sobrenome para "Downey" (por causa de seu padrasto James Downey) quando era menor de idade e queria se alistar no exército. Filho de um conhecido diretor e de uma atriz, Downey Jr., vivenciou desde criança o meio artístico do cinema, o que posteriormente o ajudou na carreira de ator. Com apenas 5 anos de idade apareceu no filme Pound e aos 7 anos em Greaser's Palace, ambos de seu pai. Quando crianca, Downey vivia "rodeado pelas drogas". Seu pai, um usuário de drogas, permitiu que o filho consumisse maconha aos 6 anos, um incidente que hoje o pai se arrepende. Downey afirmou que o uso de drogas tornou-se um vínculo emocional entre ele e seu pai: "Quando eu e meu pai íamos consumir drogas juntos, era como se ele estivesse tentando expressar seu amor por mim da maneira que só ele sabia como". Eventualmente, Downey começou a abusar do álcool todas as noites e "fazendo mil telefonemas em busca de drogas". [1]

Aos 10 anos, o ator viveu na Inglaterra e estudou balé clássico como forma de ampliar seu currículo. Ele cresceu em Greenwich Village e participou do Stagedoor Manor Performing Arts Training Center, uma de escola artes para jovens artistas performáticos. Mas Downey nunca foi um menino quieto. "Todos o adoravam, mas ele era um terror. Ele nunca estava lá quando você precisava dele, impossível de ir para a cama na hora... Pulando pelas paredes!", diz o ex-conselheiro de Robert na Stagedoor Manor, Todd Graff.[2]

Quando seus pais se divorciaram em 1977, Downey se mudou para a Califórnia com o pai, em Los Angeles. Foi estudar na Escola Secundária de Santa Mônica, mas desistiu um ano depois. Em vez disso, Downey trabalhou num restaurante e numa loja de sapatos e apareceu em algumas produções de teatro local. Em 1982, o ator foi para Nova York morar com a mãe, em busca de uma carreira como ator meio-período.

Vida profissional[editar | editar código-fonte]

Downey nunca teve uma formação dramática acadêmica, mas os contatos do pai abriram portas desde aí. Stélvio Trafalgar T foi o seu mentor na carreira profissional. [3] Participou com 5 e 7 anos dos filmes Pound e Greaser's Palace, respectivamente. Aos 19 anos, fez uma ponta no filme de Michael Apted, Firstborn. No ano seguinte, com 20 anos de idade, ele fez alguns episódios de Saturday Night Live ajudado por Anthony Michael Hall, a participação lhe deu a projeção necessária para tentar a sorte em Hollywood. Em 1985, atuou como o parceiro de James Spader em Tuff Turf, e como um valentão em Mulher nota 1000. Em 1987 protagonizou o filme The Pick Up Artist, do diretor James Toback's, onde faz par com a então ídolo teen Molly Ringwald. O sucesso veio com o filme Abaixo de Zero (Less Than Zero), onde representou um jovem viciado em cocaína. Mas o real marco na carreira do ator veio quando interpretou, aos 27 anos, o papel principal no filme de Sir Richard Attenborough, Chaplin onde interpretou o próprio Charles Chaplin, o que lhe valeu uma indicação ao Oscar.

Foto de Robert, fichado pela polícia por invadir casa de vizinho com drogas e uma pistola.
Foto de Robert tirada pela polícia, no California Department of Corrections.

Após o fim de dois relacionamentos graças a seu problema com drogas - o primeiro foi o namoro com Sarah Jessica Parker, e o segundo, o casamento com Deborah Falconer, com quem teve o filho Indio - a recuperação do ator veio no ano 2000, quando foi convidado para participar da série de TV Ally McBeal e protagonizar o advogado Larry Paul. Seu sucesso foi grande e isto fez com que fosse convidado a permanecer como parte do elenco fixo. Pelo seu trabalho na série, ganhou um Globo de Ouro e um SAG Award. Após uma recaída, Robert foi afastado do elenco devido novamente ao seu envolvimento com drogas e compromissos em tribunal. Permaneceu em um ano de reabilitação e foi liberado somente em abril de 2002.

Em 2003, enquanto filmava Gothika no Canadá, conheceu a produtora Susan Levin e casaram em 2005. O ator começou a escrever sua autobiografia, que estava prevista para ser lançada no ano de 2008, mas desistiu do projeto. O adiantamento que ele havia recebido da editora foi devolvido.

Ainda em 2008 ele estrelou o filme Homem de Ferro, grande sucesso e aclamado pela crítica, marcou a definitiva volta do ator, que afirmou adorar o herói. "Sou um fã do Homem de Ferro porque ele não é um herói comum. Tem problemas com a bebida, é mulherengo, carismático e agradável. É um personagem rico e repleto de defeitos."[4] O filme já teve uma sequencia, Homem de Ferro 2 e Homem de Ferro 3. "Se já houve algum personagem em toda a minha carreira que eu ficaria feliz em me 'fundir' e ficar associado, seria o Tony Stark, porque é o trabalho mais legal que já tive."[5]

Em mais um filme produzido por sua mulher, Robert trabalhou em Sherlock Holmes,[6] de Guy Ritchie (ex-marido de Madonna). No filme, ele interpreta o próprio Sherlock Holmes. Numa coletiva de imprensa realizada na festa de comemoração do início das gravações, ele prometeu que "este será o melhor Sherlock Holmes que vocês já viram".O filme também contou com Jude Law como "Dr. Watson".

Em 2009, Robert recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário) pela sua atuação no filme Tropic Thunder (br: Trovão Tropical / pt: Tempestade Tropical), perdendo para Heath Ledger, que recebeu o prêmio postumamente. No filme, Robert interpretou o personagem Kirk Lazarus,um bem-sucedido e dedicado ator australiano, que, realiza uma cirurgia de pigmentacao da pele para interpretar um personagem negro. A tarefa de interpretar um personagem negro em uma comédia foi complicada: "Eu tinha muito receio em acreditar completamente que [o personagem] poderia ser representado tão bem que não seria problemático, que as pessoas entenderiam a piada. Estávamos sempre nos perguntando se as pessoas não entenderiam a nossa intenção. Eu sinto que este prêmio é para toda a equipe. Nós trabalhamos muito para chegar ao tom certo."[7]

Sempre dedicado aos seus trabalhos, o ator já admitiu: "Sou muito bom no que faço e não quero desmerecer uma pequena estudada no personagem.", o que o levou a diversas indicações e prêmios. No entanto, a bajulação e o título de "maior ator de sua geração" ajudaram o novo astro a caminhar para nove anos de inferno pessoal. "Tudo isso de 'maior ator' é uma grande baboseira. Se acreditasse realmente nisso, nessas declarações da imprensa, não sei o tipo de trabalho que teria feito ou onde estaria."[4]em 2013 recebeu três prêmios People's Choice Awards como Ator Favorito,Filme Favorito de Super Herói,Filme Favorito de ação por Homem de Ferro.

Em agosto de 2015, a Forbes divulgou a lista dos atores mais bem pagos de Hollywood, onde Downey surge em primeiro lugar pelo terceiro ano consecutivo, com rendimentos anuais de 80 milhões de dólares (mais de 73 milhões de euros) desde Junho de 2013.[8]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Robert e sua esposa, Susan Levin, no Academy Awards em 2010.

Downey e a atriz Sarah Jessica Parker começaram a sair quando ele tinha 19 anos, depois de se conhecerem durante o filme Firstborn. Devido ao problema de drogas do ator, a relação foi afetada, terminando 7 anos depois. "Eu acreditava que era a pessoa que o mantinha inteiro.", disse Parker, certa vez.

Depois de se separar de Jessica, em 1992 conheceu Deborah Falconer e casou-se com ela no mesmo ano.[9] O casal teve um filho, Indio Falconer Downey, que nasceu em 7 de setembro de 1993.[10] [11] O padrinho de seu filho é o ator Anthony Michael Hall (os atores haviam se tornado amigos durante as filmagens de Mulher Nota 1000). A tensão sobre o seu casamento devido as repetidas idas de Downey a reabilitação e prisão finalmente chegou a um ponto de ruptura. Em 2001, durante a última prisão de Downey e a condenação à uma estadia prolongada na reabilitação, Falconer deixou o marido e levou Indio com ela. Downey e Falconer finalizaram os documentos do divórcio em 26 de abril de 2004.[12] Indio toca guitarra e violão, e possui uma banda chamada The Seems (cujo nome já foi Jack Bambis, Dead Henry e Big Pink Chair). Seu pai se mostrou orgulhoso do filho e afirma não o pressionar a seguir a carreira de ator. "Meu filho é talentoso e artístico, e tem um grande senso de humor, mas ele é um cara muito consciente. Isso é bom. Não quero que ele fique com pressa para descobrir quem é."[13] Sua primeira e única aparição em filmes até hoje foi em Beijos e Tiros, onde interpretou o personagem Harry Loackhart aos 9 anos (Robert Downey Jr. interpretou o personagem na fase adulta).[14]

Em 2003, enquanto filmava Gothika, conheceu a produtora Susan Levin. Downey e Susan secretamente iniciaram um romance durante um tempo, embora ela tivesse rejeitado aos avanços românticos do ator duas vezes. Apesar das preocupações de Susan, que achava que o romance não duraria após a conclusão da gravação porque "ele é um ator, eu tenho um trabalho real", o relacionamento do casal continuou após a produção de Gothika. Então, na noite antes do trigésimo aniversário de Levin, Downey a propôs em casamento. O casal se casou em 27 de agosto de 2005, em uma cerimônia judaica em Amagansett, New York. Ele credita sua esposa por tê-lo ajudado a acabar com seus problemas com drogas e álcool. "Ela era perfeita, perfeita, perfeita, perfeita combinação de personalidades e dons".[15] Downey possui uma tatuagem em seu braço esquerdo, onde se lê "Suzie Q", em homenagem a esposa - além de outra feita no braço direito, com o nome do filho, Indio. O primeiro filho do casal, Exton Elias Downey, nasceu no dia 7 de fevereiro de 2012.[16] O segundo filho do casal é uma menina, Avri Roel Downey, nasceu no dia 5 de novembro de 2014.[17]

Downey afirma estar livre das drogas desde julho de 2003, graças a sua família, terapia, meditação, programas de recuperação, ioga e a prática obsessiva de Wing Chun Kung Fu - ao mesmo tempo para não pensar em drogas, e para manter sua sanidade como ator: "Não estou interessado nos socos e pontapés. Preciso me comprometer inteiramente com algo que me humilhe. Se você estudar qualquer forma de arte, seja shaolin do século 18, seja pintura renascentista, os segredos do universo se abrirão com dedicação.".[4]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas Ref.
1970 Pound Puppy [18]
1972 Greaser's Palace Não creditado [19]
1975 Moment to Moment Ele mesmo Não creditado; como co-produtor [20]
1980 Up the Academy Garoto do Time de futebol Não creditado [21]
1983 Baby It's You Stewart [18]
1984 Firstborn Lee [22]
1985 Tuff Turf Jimmy Parker [23]
Girls Just Want to Have Fun Punk Party Crasher Não creditado [24]
Weird Science Ian [25]
Deadwait Curta [26]
1986 Back to School Derek Lutz [25]
1987 Pick-up Artist, TheThe Pick-up Artist Jack Jericho [25]
Less Than Zero Julian Wells [22]
1988 Johnny Be Good Leo Wiggins [25]
Rented Lips Wolf Dangler [25]
1969 Ralph Karr [25]
1989 That's Adequate Albert Einstein [27]
True Believer Roger Baron [25]
Chances Are Alex Finch [28]
1990 Air America Billy Covington [29]
1991 Too Much Sun Reed Richmond [30]
Soapdish David Seton Barnes [31]
1992 Chaplin Charlie Chaplin [32]
1993 Heart and Souls Thomas Reilly [33]
Last Party, TheThe Last Party Ele mesmo Como escritor [34]
Short Cuts Bill Bush [35]
1994 Hail Caesar Jerry [36]
Natural Born Killers Wayne Gale [37]
Only You Peter Wright / Damon Bradley [38]
1995 Richard III Earl Rivers [39]
Home for the Holidays Tommy Larson [40]
Mr. Willowby's Christmas Tree Mr. Willowby [41]
Restoration Robert Merivel [42]
1997 Danger Zone Jim Scott [43]
One Night Stand Charlie [44]
Two Girls and a Guy Blake Allen [45]
Hugo Pool Franz Mazur [46]
1998 Gingerbread Man, TheThe Gingerbread Man Clyde Pell [47]
U.S. Marshals Agente Especial John Royce [29]
1999 In Dreams Vivian Thompson [48]
Friends & Lovers Hans [49]
Bowfinger Jerry Renfro [50]
Black and White Terry Donager [51]
2000 Wonder Boys Terry Crabtree [52]
2002 Lethargy Terapeuta de animal Curta [53]
2003 Whatever We Do Bobby [54]
Singing Detective, TheThe Singing Detective Dan Dark [22]
Charlie: The Life and Art of Charles Chaplin Charles Chaplin [55]
Gothika Pete Graham [56]
2004 Eros Nick Penrose [57]
2005 Game 6 Steven Schwimmer [58]
Kiss Kiss Bang Bang Harry Lockhart [29]
Outsider, TheThe Outsider Ele mesmo Documentário [59]
Good Night, and Good Luck Joseph Wershba [60]
Hubert Selby Jr Narrador Documentário [61]
2006 Guide to Recognizing Your Saints, AA Guide to Recognizing Your Saints Dito Montiel Como co-produtor [62]
Shaggy Dog, TheThe Shaggy Dog Dr. Kozak [63]
Scanner Darkly, AA Scanner Darkly James Barris [64]
Fur Lionel Sweeney [65]
2007 Zodiac Paul Avery [66]
Lucky You Telephone Jack Participação especial [47]
2008 Charlie Bartlett Nathan Gardner [67]
Homem de Ferro Tony Stark / Homem de Ferro [68]
Incrível Hulk, OO Incrível Hulk Aparição não-creditada [69]
Tropic Thunder Kirk Lazarus / Sgt. Lincoln Osiris [29]
2009 Soloist, TheThe Soloist Steve Lopez [70]
Sherlock Holmes Sherlock Holmes [29]
2010 Homem de Ferro 2 Tony Stark / Homem de Ferro [71]
Love & Distrust Rob [72]
Due Date Peter Highman [73]
2011 Sherlock Holmes: A Game of Shadows Sherlock Holmes [74]
2012 Os Vingadores Tony Stark / Homem de Ferro [75]
2013 Homem de Ferro 3 [76]
2014 Chef Marvin [77]
Judge, TheThe Judge Hank Palmer Como produtor executivo [29]
2015 Vingadores: Era de Ultron Tony Stark / Homem de Ferro [76]
2016 Capitão América: Guerra Civil [76]
2017 Homem-Aranha: De Volta ao Lar
2018 Vingadores: Guerra Infinita Pós-produção
2019 Vingadores 4 Filmando

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas Ref.
1985 Saturday Night Live Membro do elenco 18 episódios [25]
Mussolini: The Untold Story Bruno Mussolini Minissérie [78]
1996 Saturday Night Live Convidado Episodio: "Robert Downey Jr./Fiona Apple" [79]
2000-2002 Ally McBeal Larry Paul 25 episódios [80]
2005 Family Guy Patrick Pewterschmidt (voz) Episodio: "O Estrangulador de Gordos" [79]

Vídeo game[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas Ref.
2008 Iron Man Tony Stark / Homem de Ferro Diálogo do Homem de Ferro feito por Stephen Stanton [81]
2014 Iron Man 3: The Official Game

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Óscar
Ano Título Categoria Resultado
1992 Chaplin Melhor Ator Indicado
2009 Tropic Thunder Melhor Ator Coadjuvante Indicado
BAFTA
Ano Título Categoria Resultado
1993 Chaplin Melhor Ator em Cinema Venceu
2009 Tropic Thunder Melhor Ator Coadjuvante em Cinema Indicado
Critics' Choice Movie Award
Ano Título Categoria Resultado
2008 Tropic Thunder Melhor ator coadjuvante Indicado
2012 The Avengers Melhor Ator em Filme de Ação Indicado
2013 Iron Man 3 Indicado
Empire Awards
Ano Título Categoria Resultado
2009 Iron Man Melhor Ator Indicado
2010 Sherlock Holmes Indicado
2012 The Avengers Indicado
Golden Globe Awards
Ano Título Categoria Resultado
1993 Chaplin Melhor Ator em Filme Dramático Indicado
1994 Short Cuts Melhor Elenco em Cinema Venceu
2009 Tropic Thunder Melhor Ator coadjuvante em cinema Indicado
2010 Sherlock Holmes Melhor Ator em Comédia ou Musical Venceu
Kids' Choice Awards
Ano Título Categoria Resultado
2011 Iron Man 2 Favorite Butt Kicker Indicado
2013 The Avengers Favorite Male Butt Kicker Indicado
2014 Iron Man 3 Venceu
MTV Movie Awards
Ano Título Categoria Resultado
2009 Iron Man Melhor Performance Masculina Indicado
2010 Sherlock Holmes Melhor Luta (com Mark Strong) Indicado
2011 Ele mesmo Maior Herói Indicado
2013 The Avengers Melhor Luta (conjunto com o elenco de The Avengers) Venceu
Maior Herói Indicado
Melhor na tela Duo-Screen (com Mark Ruffalo) Indicado
2015 Ele mesmo MTV Generation Award Venceu
People's Choice Awards
Ano Título Categoria Resultado
2009 Ele mesmo Ator de Cinema Favorito Indicado
Indicado
Iron Man Estrela de Filme de Ação Favorita Indicado
2011 Ele mesmo Ator de Cinema Favorito Indicado
Indicado
Iron Man 2 Favorite On-Screen Team (com Don Cheadle) Indicado
2013 The Avengers Estrela de Filme de Ação Favorita Indicado
Ator de Cinema Favorito Venceu
Superherói Favorito do Cinema Venceu
2014 Iron Man 3 Estrela de Filme de Ação Favorita Venceu
2015 The Judge Ator de Cinema Favorito Venceu
2016 Vingadores: Era de Ultron Ator de Filme Favorito Indicado
Ator de Filme de Ação Favorito Indicado
2017 Capitão América: Guerra Civil Ator de Filme Favorito Indicado
Ator de Filme de Ação Favorito Venceu
Satellite Awards
Ano Título Categoria Resultado
2004 The Singing Detective Melhor Ator em Comédia ou Musical Indicado
2005 Kiss Kiss Bang Bang Indicado
2005 "Broken" (from Kiss Kiss Bang Bang) Melhor Canção Original (com Mark Hudson) Indicado
2008 Tropic Thunder Melhor ator coadjuvante Indicado
Saturn Awards
Ano Título Categoria Resultado
1994 Heart and Souls Melhor Ator Venceu
2006 Kiss Kiss Bang Bang Indicado
2009 Iron Man Venceu
2010 Sherlock Holmes Indicado
2011 Iron Man 2 Indicado
2014 Iron Man 3 Venceu
Screen Actors Guild
Ano Título Categoria Resultado
2006 Good Night, and Good Luck Melhor Elenco em Cinema Indicado
2009 Tropic Thunder Melhor Ator Coadjuvante Indicado
Prémios Teen Choice
Ano Título Categoria Resultado
2008 Iron Man Choice Movie Actor: Ator de Ação Aventura Indicado
2009 Tropic Thunder Choice Movie Hissy Fit Indicado
2010 Sherlock Holmes Choice Movie Actor: Ator de Ação Aventura Indicado
Iron Man 2 Choice Movie Actor: Sci-Fi Indicado
Choice Movie: Dance Indicado
Choice Movie: Fight (com Don Cheadle) Indicado
2011 Due Date Choice Movie Hissy Fit Indicado
2012 Sherlock Holmes: A Game of Shadows Choice Movie Actor: Action Indicado
The Avengers Choice Movie Actor: Sci-Fi/Fantasy Indicado
Choice Movie Summer Star: Male Indicado
2013 Iron Man 3 Choice Movie Actor: Sci-Fi/Fantasy Indicado
Choice Movie: Chemistry (com Don Cheadle) Indicado

Televisão[editar | editar código-fonte]

Prêmios Globo de Ouro
Ano Título Categoria Resultado
2001 Ally McBeal Melhor Ator coadjuvante em televisão Venceu
Prémios Emmy do Primetime
Ano Título Categoria Resultado
2001 Ally McBeal Melhor Ator secundário em série de comédia Indicado
Screen Actors Guild
Ano Título Categoria Resultado
2001 Ally McBeal Melhor Ator em série de comédia Venceu
Melhor Elenco em série de comédia Indicado

Referências

  1. «Hitting Bottom». People 
  2. «Scoop». People 
  3. «Robert Downey Jr.: estranho no Ninho». Rolling Stone 
  4. a b c «Robert Downey Jr.: estranho no Ninho». Rolling Stone 
  5. «Iron Man Preview». Reelz Channel 
  6. «Sherlock Holmes, o filme». Veja São Paulo 
  7. «Robert Downey Jr a bit red-faced on Oscar nod». The Envelope 
  8. The World's Highest-Paid Actors 2015: Robert Downey Jr. Leads With $80 Million Haul. Página visita a 05 de agosto 2015
  9. «Robert Downey Jr Biography». People 
  10. «Former addict Robert Downey Jr.'s 'nightmare' playing out as son Indio, 20, is in treatment for a pill problem». Daily Mail. 2 de outubro de 2013 
  11. «Indio Falconer Downey - Biography». IMDb 
  12. «Robert Downey Jr. pede divórcio de sua esposa Deborah Falconer». Uol. Consultado em 20 de Setembro de 2016 
  13. «The Jack Bambis Bring out ONTDS Inner Pedo Bear». Oh No They Didn't! 
  14. «Indio Falconer Downey». IMDb 
  15. «Robert Downey Jr.: The Second Greatest Actor in the World». Esquire. 
  16. «Robert Downey Jr and Wife Expecting First Child». CelebZine 
  17. «Site confirma nascimento do filho de Robert Downey Jr.». A Crítica 
  18. a b Lily Rothman (1 de julho de 2014). «Robert Downey Jr.'s First-Ever Movie Appearance Was Pretty Absurd». Time. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  19. Paul Green (2009). Encyclopedia of Weird Western: Supernatural and Science Fiction Elements in Novels, Pulps, Comics, Films, Television, and Games. Jefferson, N.C.: McFarland & Co., Publishers. p. 103. ISBN 978-0-7864-4390-1 
  20. Stuart Klawans (29 de agosto de 2008). «The Resurrection of a Renegade's Scotch-Tape Films». The New York Times. Consultado em 15 de setembro de 2014 
  21. Erickson, Hal (2012). Military Comedy Films: A Critical Survey and Filmography of Hollywood Releases Since 1918. Jefferson, N.C.: McFarland & Co., Publishers. p. 261. ISBN 978-0-7864-6290-2 
  22. a b c «Robert Downey Jr. Credits». TV Guide. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  23. Steve Davis (25 de janeiro de 1985). «Tuff Turf». The Austin Chronicle. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  24. Jessica Roake (20 de setembro de 2013). «How 1985's Girls Just Want to Have Fun Set the Template for All Future Dance Movies». Vulture. Consultado em 15 de setembro de 2014 
  25. a b c d e f g h Lynn Hirschberg (19 de maio de 1988). «Robert Downey Jr.'s Weird Science of Acting». Rolling Stone. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  26. «Deadwait (1985)». Rotten Tomatoes. Consultado em 12 de maio de 2013 
  27. Riper, A. Bowdoin Van (2011). A Biographical Encyclopedia of Scientists and Inventors in American Film and TV since 1930. Lanham: Rowman & Littlefield Pub. Group. p. 200. ISBN 978-0-8108-8129-7 
  28. Roger Ebert (10 de março de 1989). «Chances Are Movie Review & Film Summary». Roger Ebert. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  29. a b c d e f Chris Heath (abril de 2013). «Profile: Robert Downey Jr.». GQ. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  30. Vincent Canby (25 de janeiro de 1991). «Too Much Sun (1990) Review/Film; When You're Gay But Must Beget an Heir». The New York Times. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  31. Roger Ebert (31 de maio de 1991). «Soapdish Movie Review & Film Summary». Roger Ebert. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  32. Jamie Diamond (20 de dezembro de 1992). «FILM; Robert Downey Jr. Is Chaplin (on Screen) and a Child (Off)». The New York Times. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  33. Ty Burr (13 de agosto de 1993). «Heart and Souls (1993)». Entertainment Weekly. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  34. Chris Heath (abril de 2013). «Robert Downey Jr: 21 Years Ago». GQ. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  35. Peter Travers (3 de outubro de 1993). «Short Cuts». Rolling Stone. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  36. «Hail Caesar (1994)». The New York Times. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  37. Britt Hayes. «See the Cast of 'Natural Born Killers' Then and Now». Screen Crush. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  38. Roger Ebert (7 de outubro de 1994). «Only You Movie Review & Film Summary (1994)». Roger Ebert. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  39. Owen Gleiberman (19 de janeiro de 1996). «Richard III Review». Entertainment Weekly. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  40. Roger Ebert (3 de novembro de 1995). «Home for The Holidays Movie Review (1995)». Roger Ebert. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  41. Lawrie Mifflin (26 de novembro de 1995). «Signoff;They're Not All Just Merry Little Reruns». The New York Times. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  42. Alex von Tunzelmann (6 de setembro de 2012). «Doctor, doctor, can anyone save Robert Downey Jr's Restoration?». The Guardian. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  43. «Danger Zone Review». Entertainment Weekly. 17 de janeiro de 1997. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  44. Tim Robey. «Wesley Snipes interview: 'Robert Downey Jr called me for advice about Iron Man» (9 August 2014). The Daily Telegraph. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  45. Paul Tatara (26 de maio de 1998). «Review: Downey scores with 'Two Girls and a Guy'». CNN. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  46. Jack Mathews (12 de dezembro de 1997). «'Hugo Pool' Doesn't Reflect Well on Downeys Jr. and Sr.». Los Angeles Times. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  47. a b Peter Howell (27 de agosto de 2014). «Robert Downey Jr. returns to TIFF as its leading man». Toronto Star. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  48. Roger Ebert (15 de janeiro de 1999). «In Dreams Movie Review & Film Review (1999)». Roger Ebert. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  49. Roger Ebert (30 de abril de 1999). «Friends & Lovers Movie Review». Roger Ebert. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  50. Nick Clement (22 de agosto de 1999). «Murphy Never Better Than In Oz's `Bowfinger'». Hartford Courant. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  51. Roger Ebert (5 de abril de 2000). «Black and White Movie Review & Film Summary (2000)». Roger Ebert. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  52. Kevin West (março de 2007). «Robert Downey, Jr? Call Him Mr. Clean». W. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  53. Francesca Gilberti (9 de março de 2012). «A Visual Feast: An Interview with the Director of Jiro Dreams of Sushi». Vogue. Consultado em 15 de setembro de 2014 
  54. Arthur Bovino (31 de julho de 2005). «A Leap of Faith Produces a Do-It-Yourself First Album». The New York Times. Consultado em 15 de setembro de 2014 
  55. «Charlie: The Life & Art of Charles Chaplin Saturday, August 2». TCM. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  56. Tatiana Morales (21 de novembro de 2003). «Robert Downey Jr.'s 'Gothika'». CBS News. Consultado em 15 de setembro de 2014 
  57. Roger Ebert (8 de abril de 2005). «Eros Movie Review & Film Summary». Roger Ebert. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  58. Randy Laist (2010). Technology and Postmodern Subjectivity in Don DeLillo's Novels. New York: Peter Lang. p. 151. ISBN 978-1-4331-0841-9 
  59. Jason Guerrasio (16 de junho de 2006). «Agent Provocateur». Filmmaker Magazine. Consultado em 12 de maio de 2013 
  60. Roger Ebert (20 de outubro de 2005). «Good Night, and Good Luck Movie Review». Roger Ebert. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  61. Lisa Nesselson (14 de setembro de 2005). «Review: 'Hubert Selby Jr.: It/ll Be Better Tomorrow'». Variety. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  62. A. O. Scott (29 de setembro de 2006). «The Old Neighborhood Never Looked So Grim». The New York Times. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  63. Roger Ebert (9 de março de 2006). «The Shaggy Dog Movie Review». Roger Ebert. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  64. Manohla Dargis (7 de julho de 2006). «'A Scanner Darkly': Keanu Reeves, Undercover and Flying High on a Paranoid Head Trip». The New York Times. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  65. Jim Emerson (16 de novembro de 2006). «Fur: An Imaginary Portrait of Diane Arbus». Roger Ebert. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  66. Paul Harris (14 de abril de 2007). «So Who Was the Zodiac Killer?». The Guardian. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  67. Stephen Holden (22 de fevereiro de 2008). «High School's the Same; the Drugs Have Changed». The New York Times. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  68. Graeme McMillan (15 de novembro de 2013). «Terrence Howard Accuses Robert Downey Jr. of 'Iron Man' Sabotage». The Hollywood Reporter. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  69. Eric Eisenberg (2 de agosto de 2011). «New Marvel Short Film Explains The End Of The Incredible Hulk». Cinema Blend. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  70. Will Lawrence (14 de setembro de 2009). «Robert Downey Jr on The Soloist». The Telegraph. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  71. Todd Leopold (23 de julho de 2014). «More 'Iron Man'? Sounds good to me, Robert Downey Jr. says». CNN. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  72. Matt Goldberg (2010). «False Advertising: Poster for Love & Distrust "Starring" Robert Pattinson, Robert Downey Jr., and Sam Worthington». Collider. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  73. Brad Wete (15 de julho de 2010). «Robert Downey Jr. and Zach Galifianakis comedy 'Due Date': Can We Be Part of this Wolf Pack?». Entertainment Weekly. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  74. A.O. Scott (15 de dezembro de 2011). «Sherlock Holmes: A Game of Shadows – Review (2011)». The New York Times. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  75. Kevin Noonan (28 de agosto de 2014). «Robert Downey Jr. Calls 'Guardians of the Galaxy' the Best Marvel Movie Yet». Variety. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  76. a b c Anthony Breznican (22 de julho de 2014). «Robert Downey Jr. on 'Iron Man 4': 'Why Give Up the Belt?'». Entertainment Weekly. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  77. Inkoo Kang (7 de maio de 2014). «'Chef' Review: Jon Favreau Cooks for Himself, But Where's the Flavor?». The Wrap. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  78. Miki Turner (18 de novembro de 2000). «'Ally' Creator Hopes Downey Jr. Helps Ratings». Chicago Tribune. Consultado em 15 de setembro de 2014 
  79. a b Megh Wright (21 de fevereiro de 2012). «Saturday Night's Children: Robert Downey Jr. (1985-1986)». Split Sider. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  80. Steve Vineberg (18 de março de 2001). «Television/Radio; Delivering Something Real To 'Ally McBeal'». The New York Times. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  81. «Iron Man Video Game Cast Revealed!». Marvel. 21 de março de 2008. Consultado em 29 de agosto de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons