Igreja e Convento de São Francisco (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Convento e Igreja São Francisco
Igreja de São Francisco da Venerável Ordem dos Frades Menores 2.jpg
Apresentação
Tipo
Abertura
Estatuto patrimonial
Bem tombado pelo CONDEPHAAT (d) ()
Património de Influência Portuguesa (d)
Bem tombado pelo Conpresp (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Localização
Endereço
Coordenadas
Convento (já convertido em faculdade) e Igrejas de S. Francisco e da Ordem Terceira em 1862 (foto de Militão Augusto de Azevedo)
Militão Augusto de Azevedo: Vista em direção ao Largo São Francisco, São Paulo

O Convento de São Francisco foi uma instituição religiosa instalada na vila de São Paulo no Brasil colonial. No século XIX o convento foi convertido em Faculdade de Direito, mas a Igreja São Francisco ainda existe. Adossada a esta localiza-se a Igreja de São Francisco das Chagas, levantada pela Ordem Terceira de São Francisco.

O conjunto formado pela Faculdade de Direito e as duas igrejas franciscanas tem grande valor histórico e localiza-se no Largo de São Francisco, no Centro Histórico de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

Os frades da Ordem Franciscana vieram a São Paulo, provenientes da Bahia, em 1639, instalando-se inicialmente na Igreja Santo Antônio.[1][2] O lugar foi considerado insalubre e, após pedido à Câmara Municipal realizado em 1642, os frades se mudaram a um terreno localizado numa das bordas da colina onde foi fundada a vila.[2] Neste local, no atual Largo de São Francisco, construíram o seu convento, inaugurado a 17 de setembro de 1647.[3][2]

A igreja conventual foi muito modificada a partir de meados do século XVIII, o que lhe conferiu a atual forma barroca.[3][4] É de nave única e possui, no arco-cruzeiro, dois retábulos de talha barroca, estilo D. João V. Destaca-se também o cadeiral do coro, de madeira de jacarandá.[2][4] Nos finais do século XIX (1880) a igreja e convento anexo foram muito danificados num incêndio.[3] Nessa época instalou-se no altar-mor um novo retábulo, comprado na Alemanha.[4] O teto curvo de madeira da nave tem pinturas sobre a vida de São Francisco, datadas de 1953, refeitas a partir das destruídas em 1880.[4][2]

Igreja São Francisco[editar | editar código-fonte]

A Igreja de São Francisco, localizada no Largo de São Francisco, no centro de São Paulo, é propriedade da Ordem Franciscana dos Frades Menores. Está ao lado da Igreja de São Francisco das Chagas e da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Em 1982, a igreja se tornou um bem tombado.

Capela da Ordem Terceira[editar | editar código-fonte]

Em 1676, os irmãos da Ordem Terceira de São Francisco iniciaram a construção de uma capela para a ordem no interior da igreja franciscana.[5] Essa capela foi subsequentemente ampliada até transformar-se numa igreja independente, com a fachada adossada à igreja conventual. Foi inaugurada em 1787.[5]

Faculdade de Direito[editar | editar código-fonte]

Em 1827/28 os franciscanos abandonaram o edifício do convento, por este ter sido requerido pelo governo imperial para instalar ali a Academia de Ciências Sociais e Jurídicas, atualmente Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.[6] O convento colonial foi demolido em 1933 para a construção de uma nova sede, em estilo neocolonial, da autoria de Ricardo Severo.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências