Terra de Areia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Terra de Areia - RS
"A capital do abacaxi"
Bandeira desconhecida
Brasão de Terra de Areia - RS
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Aniversário 13 de abril
Fundação 13 de abril de 1988 (28 anos)
Gentílico terrareense
Lema Eu Amo Minha Terra de Areia
CEP 95535-000
Prefeito(a) Joelci da Rosa Jacobs (Pardal) (Partido Progressista (Brasil))
Localização
Localização de Terra de Areia - RS
Localização de Terra de Areia - RS no/em Rio Grande do Sul
Terra de Areia - RS está localizado em: Brasil
Terra de Areia - RS
Localização de Terra de Areia - RS no Brasil
29° 35' 06" S 50° 04' 15" O29° 35' 06" S 50° 04' 15" O
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre IBGE/2008[1]
Microrregião Osório IBGE/2008[1]
Região metropolitana Porto Alegre
Municípios limítrofes Maquiné, Capão da Canoa, Arroio do Sal, Três Cachoeiras, Três Forquilhas e Itati
Distância até a capital 140 km
Características geográficas
Área 141 773 km² [2]
População 10 711 hab. Estimativa IBGE/2016[3]
Densidade 0,08 hab./km²
Altitude 13 m
Clima temperado
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,689 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 124,438 mil IBGE/2013[5]
PIB per capita R$ 13 026,17 IBGE/2013[5]
Página oficial
Prefeitura http://terradeareia.rs.gov.br/

Terra de Areia é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

Foi a partir do vale das Três Forquilhas que se iniciou a povoação da região, especialmente por descendentes de portugueses, alemães, italianos, poloneses, negros, indígenas e japoneses. Os primeiros sesmeiros chegaram no século XVIII, entre eles Joaquim Antônio de Quadros, um dos mais conhecidos colonizadores, que emprestou seu sobrenome à grande lagoa existente na região, a Lagoa dos Quadros.

Foram esses imigrantes alemães que designaram o lugar como Terra de Areia, pelas características do solo da região colonizada, nome pelo qual mais tarde passou a ser conhecido também o núcleo urbano que se formou no lugar, hoje sede do município.

No final dos anos 1800, a economia do vale teve aquecimento importante, em decorrência da navegação através das lagoas Itapeva e Quadros, as quais foram unidas por um sangradouro. Aliado a isso, instalou-se e desenvolveu-se o porto do Rio Cornélios (rio também conhecido como Sangradouro de Cornélios), porto movimentado e repleto de agitação e progresso, que exportava abacaxi e banana em larga escala para outras cidades do estado nos tempos em que a malha rodoviária ainda era incipiente.

Registre-se ainda outro salto econômico da região, ocorrido a partir de 1968, quando lá chegaram inúmeros japoneses, obstinados pelo trabalho, dando grande contribuição ao desenvolvimento do núcleo populacional de Terra de Areia.

Distante de Porto Alegre 153 quilômetros, o asfaltamento da BR-101 ocorreu em 1968 e deu ainda mais projeção ao pequeno povoado, à época ainda distrito de Osório. Aos poucos o movimento emancipacionista tomou forma e resultou na emancipação em 1988. Atualmente a BR-101 é duplicada, aumentando ainda mais o movimento no município, e que diminuiu a distância da Capital para 140 km, devido a construção do Túnel do Morro Alto.

Os prefeitos na história da cidade: Generi Maximo Lipert - PMDB (1988-1991/1996-1999/2005-2008); Nédio Perusso - PDT (1992-1995); José Alberto Sarate - PP (2000-2004) e Joelci da Rosa Jacobs - PP (2009-2012/2013-2016). Em 2012 houve a primeira reeleição na história de Terra de Areia, Joelci da Rosa Jacobs (Pardal), do Partido Progressista, foi quem conseguiu este feito.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º35'07" sul e a uma longitude 50º04'15" oeste, estando a uma altitude de 14 metros. Sua população estimada em 2006 era de 10.732 habitantes, em 2010 era de 9.978 habitantes.

Possui uma área territorial de 135 km². O município conta com as águas da Lagoa Itapeva e Lagoa dos Quadros

A densidade demográfica em 2004 era de 60,2 hab/km², agora é de 66,87 hab./km² e o Código de Endereçamento Postal (CEP) é 95535-000.

Indicadores[editar | editar código-fonte]

  • Taxa de analfabetismo (2000): 11,81 %
  • Expectativa de vida ao nascer (2000): 72,70 anos
  • Coeficiente de mortalidade infantil (2004): 9,17 por mil nascidos vivos
  • PIBpm (2003): R$ mil 60.177
  • PIB per capita (2003): R$ 6.740
  • Exportações totais (2004): U$ FOB 252.979
  • Data de criação: 13 de abril de 1988 (Lei nº 8561)
  • Município de origem: Osório

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Hoje Terra da Areia é conhecida no estado como a capital do abacaxi devido a ter uma grande produção de abacaxis, fruta cítrica de sabor adocicado e refrescante, distribuída para as principais cidades do Rio Grande do Sul, de outros estados e mesmo para o exterior. Além desta fruta, nas encostas de morros há grande cultivo de banana, cana-de-açúcar, milho, aipim (mandioca) e feijão; no vale do rio Três Forquilhas as culturas mais praticadas são as de hortaliças (repolho, couve-flor, feijão-vagem, beterraba, cenoura, rabanete, tomate, alface e beringela) e flores (cravos, crisântemos e rosas).

A economia do município também tem força na agropecuária, com destaque para a pequena propriedade rural, nas quais a criação de gado de leite, cria e engorda tem lugar especial nas zonas de campos e banhados, próximos aos rios e lagoas.

Subdivisões do município[editar | editar código-fonte]

Além da sede, o município de Terra de Areia conta com o distrito de Sanga Funda, composto pelas localidades de Ressaco, Espigão, Linha Becker e Costa da Lagoa.

Além deste distrito, há algumas localidades administradas de forma integrada pela prefeitura. São elas: Boa Vista, Cornélios, Barra dos Quirinos, Serraria, Bairro Olaria, Arroio Bonito, Bairro dos Julios, COHAB e Perpétuo Socorro, e as praias de Novo Curumim, Amaragi, Miramar, São Salvador, Santa Rita e Ibicuí.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 jan. 2016). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de janeiro de 2016.  Texto "terra-de-areia" ignorado (Ajuda); Texto "infograficos:-informacoes-completas " ignorado (Ajuda)
  3. {{citar web |url = http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=432143 |título=Estimativa 2016| obra = Extimativa 2016 |publicado=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 11 de outubro de 2010.  Texto "terra-de-areia" ignorado (Ajuda); Texto "%C3%8Dndice-de-desenvolvimento-humano-municipal-idhm-.htm " ignorado (Ajuda)
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2013». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2013.  Texto "terra-de-areia" ignorado (Ajuda); Texto "produto-interno-bruto-dos-municipios-2013/ " ignorado (Ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]