Abel Ferreira (treinador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Abel com o Palmeiras em 2022
Informações pessoais
Nome completo Abel Fernando Moreira Ferreira
Data de nasc. 22 de dezembro de 1978 (43 anos)
Local de nasc. Penafiel, Portugal
Nacionalidade português
Altura 1,78 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Palmeiras
Posição ex-lateral-direito
Função treinador
Clubes de juventude
1989–1997 Penafiel
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos)
1997–2000
2000–2004
2004–2005
2006–2011
Penafiel
Vitória de Guimarães
Braga
Sporting
0067 0000(4)
0086 0000(2)
0051 0000(0)
0182 0000(6)
Seleção nacional
2008 Portugal 0000 0000(0)
Times/clubes que treinou
2013–2014
2015–2017
2017–2019
2019–2020
2020–
Sporting B
Braga B
Braga
PAOK
Palmeiras

Abel Fernando Moreira Ferreira (Penafiel, 22 de dezembro de 1978) é um treinador e ex-futebolista português que atuava como lateral-direito. Atualmente comanda o Palmeiras, sendo um dos técnicos mais marcantes da história do clube.[1]

Ao lado de Luiz Felipe Scolari e Cuca, é um dos três técnicos que conquistou a tríplice coroa clássica (principal copa continental, campeonato e copa nacional) por um mesmo clube brasileiro, feito que obteve dirigindo o Palmeiras. Abel comandou a equipe alviverde nos títulos da Copa Libertadores da América de 2020 e 2021, do Campeonato Brasileiro de 2022 e da Copa do Brasil de 2020. O treinador português também conquistou a Recopa Sul-Americana e o Campeonato Paulista de 2022 pelo Verdão, somando seis títulos no total.[2] Ele está empatado com Scolari e atrás apenas de Osvaldo Brandão, o técnico mais vitorioso da história do Palmeiras.[3]

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Formou-se nas divisões de base do Penafiel e tornou-se profissional em 1997, onde ficou até 2000, quando se transferiu para o Vitória de Guimarães.[4]

Vitória de Guimarães[editar | editar código-fonte]

No Vitória, chegou a ser comandado pelo brasileiro Paulo Autuori. Abel atuou em quatro épocas e fez um total de 86 jogos.

Braga[editar | editar código-fonte]

Em 2004 foi contratado pelo Braga. Na sua primeira época, afirmou-se como o lateral direito titular da equipa, fazendo um total de 37 jogos. As suas exibições chamaram a atenção do Sporting, onde acabou cedido por empréstimo com opção de compra em 2006.

Sporting[editar | editar código-fonte]

A segunda metade da época 2005–06 ao serviço do Sporting agradou o então técnico da equipa, Paulo Bento, que pediu para acionar a opção de compra. O Sporting contratou Abel junto ao Braga por 750 mil euros.

O lateral fez um total de 182 partidas ao serviço do Sporting, conquistando duas Supertaças e duas Taças de Portugal pelo clube. Em abril de 2011, cinco anos após a sua contratação, Abel sofreu uma rotura dos ligamentos cruzados num treino e teve que ser operado ao joelho direito.[5] Devido à lesão, Abel terminou a sua carreira de jogador e iniciou uma nova fase da sua vida assumindo o cargo de treinador da equipa de juniores (sub-19) do Sporting aos 34 anos de idade.[6]

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Sporting[editar | editar código-fonte]

Abel Ferreira assumiu o papel de treinador da equipa de juniores no decorrer da época 2011–12 e venceu o Campeonato Nacional de Juniores.[7] Fez mais uma época ao comando dos juniores até ser promovido a treinador da equipa B em 2013–14, trabalhando em consonância com Leonardo Jardim, o então treinador da equipa principal. Abel Ferreira saiu do Sporting no verão de 2014.

Braga[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2015, Abel Ferreira foi convidado para assumir o papel de treinador do Braga B.[8] Permaneceu no cargo até abril de 2017, quando foi promovido a treinador da equipa principal e substituiu Jorge Simão.[9] A época 2017–18 definiu um marco histórico para o Braga: atingiu o recorde de pontos alcançados (75 pontos), o recorde de golos marcados (101 golos) e o recorde de vitórias numa época (33 vitórias). Abel Ferreira tornou-se no treinador do Braga com a maior percentagem de vitórias no clube (64%).[10]

Abel Ferreira com o PAOK em 2019

PAOK[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2019, depois de completar duas épocas e meia como treinador principal do Braga, Abel Ferreira foi anunciado como treinador principal do PAOK, o campeão nacional grego em título. O clube grego pagou a cláusula de 2,5 milhões de euros para poder levar o treinador português, tornando-se na quinta venda mais alta de um treinador português de sempre.[11]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

2020[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2020, após a demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras estava em busca de um treinador de estilo de jogo moderno e ofensivo.[12] Após mais de duas semanas sem um acerto, a diretoria alviverde iniciou uma negociação com Abel Ferreira, que aceitou a proposta e deixou o PAOK, da Grécia. O Palmeiras pagou a multa rescisória de 600 mil euros para contratá-lo, e Abel assinou um contrato até o final de 2022.[13] No dia 30 de outubro, ele foi anunciado oficialmente como treinador do clube brasileiro.[14] Sua estreia foi dias depois, ao vencer o Bragantino pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil por 1–0.[15][16]

Conquistou seu primeiro título como treinador ao vencer o Santos por 1–0 no Estádio do Maracanã, no dia 30 de janeiro de 2021, na final da Copa Libertadores da América de 2020.[17] No dia 7 de março, Abel conquistou seu segundo título após vencer o Grêmio na ida por 1–0 e na volta por 2–0, na final da Copa do Brasil.[18]

Abel Ferreira com o Palmeiras em 2021

2021[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2021, Abel completou um ano no comando do Palmeiras, se tornando um dos treinadores mais longevos do Alviverde no século.[19]

Em novembro, Abel conquistou sua segunda Libertadores, após o Palmeiras vencer o Flamengo, em Montevidéu, por 2–1.[20] Com a conquista, o português superou o compatriota Jorge Jesus e o croata Mirko Jozić como técnico europeu com mais títulos de Libertadores.[21]

2022[editar | editar código-fonte]

No dia 16 de fevereiro de 2022, o treinador completou cem jogos comandando o Palmeiras, na vitória por 2–0 contra a Ferroviária, válida pelo Campeonato Paulista.[22][23] Abel foi apenas o sexto treinador a atingir tal marca pelo Palmeiras em uma só passagem pelo clube, se juntando a Luiz Felipe Scolari, Vanderlei Luxemburgo, Osvaldo Brandão, Rubens Minelli e Gilson Kleina.[24]

Homenagem da torcida durante a final do Campeonato Paulista de 2022

Em março de 2022, Abel ganhou seu quarto título pelo Palmeiras ao conquistar a Recopa Sul-Americana em cima do Athletico Paranaense; tornou-se assim o técnico estrangeiro com mais títulos conquistados pelo Palmeiras, se juntando aos uruguaios Humberto Cabelli e Ventura Cambón.[25] No fim do mesmo mês, o Palmeiras anunciou a renovação de contrato de Abel até o final de 2024.[26] No mês seguinte, Abel chegou à sua quinta taça conquistada com o Alviverde ao vencer o Campeonato Paulista. Com a conquista, Abel tornou-se o primeiro treinador na história do clube a ganhar um título regional, um nacional e um internacional.[27]

No dia 11 de maio, após vitória por 2–1 sobre a Juazeirense, pela Copa do Brasil, Abel chegou a 122 partidas pelo Palmeiras e entrou para o top 10 de treinadores que mais comandaram o clube na história, igualando-se a Cláudio Cardoso. Dentre os técnicos estrangeiros, Abel é o terceiro que mais dirigiu o clube em todos os tempos, atrás apenas do argentino Filpo Nuñez (153 jogos) e do uruguaio Ventura Cambon (305 partidas).[28]

No dia 3 de outubro, após a vitória fora de casa por 1–3 contra o Botafogo, válida pelo Campeonato Brasileiro, Abel Ferreira acabou sendo ríspido com o repórter Guilherme Gonçalves na coletiva de imprensa. Perguntado sobre a estratégia palmeirense, que jogou praticamente todo o segundo tempo com um a menos por conta da expulsão de Zé Rafael, Abel afirmou: "É por isso que sou treinador e vocês jornalistas. Se quiserem, vão à CBF e façam o curso, depois sentem-se aqui no meu lugar. É isso que têm que fazer."[29] Criticado por algumas personalidades esportivas, como o jornalista Mauro Beting[30] e o comentarista Vampeta,[31] no dia seguinte Abel Ferreira ligou para Guilherme e desculpou-se pela atitude.[32]

No dia 2 de novembro, na semana em que completou dois anos de sua chegada ao clube, o Palmeiras de Abel Ferreira conquistou o Campeonato Brasileiro com quatro rodadas de antecedência. A derrota do Internacional, então segundo colocado, por 1–0 para o América Mineiro, fez com que o líder Palmeiras não pudesse mais ser ultrapassado.[33] Com a conquista da competição, esse foi o 6º título do treinador pela equipe alviverde.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 13 de novembro de 2022

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Sporting B 42 20 10 12 55.56%
Braga B 102 35 31 36 44.44%
Braga 103 63 15 25 66.02%
PAOK 58 32 16 10 64.37%
Palmeiras[nota 1] 182 105 43 34 65.57%

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É casado desde 1996 com Ana Xavier, com quem tem duas filhas.[34]

Em março de 2021, Abel foi condecorado como Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, em Lisboa.[35] Em setembro de 2022, recebeu o título de cidadão paulistano.[36]

Títulos como jogador[editar | editar código-fonte]

Sporting

Títulos como treinador[editar | editar código-fonte]

Abel Ferreira com o Palmeiras em 2021
Sporting B
Palmeiras

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Honrarias[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. Dados apenas dos jogos que o próprio Abel Ferreira comandou o time, e não os membros de sua comissão técnica.

Referências

  1. Ver:
  2. «Em dois anos, Abel Ferreira conquista sexto título pelo Palmeiras; Relembre todas as taças». OneFootball. 3 de novembro de 2022 
  3. «Leila diz que liberaria Abel para seleção brasileira, mas ressalta: "Ele está feliz no Palmeiras"». GloboEsporte.com. 3 de novembro de 2022 
  4. Carol Andrade e Cesar Augusto (31 de janeiro de 2021). «Conheça a história de Abel Ferreira, o técnico campeão da Libertadores com o Palmeiras». GloboEsporte.com. Consultado em 18 de março de 2021 
  5. «Abel será operado ao joelho direito». Record. 6 de maio de 2011. Consultado em 22 de março de 2021 
  6. «Abel Ferreira». Wiki Sporting. Consultado em 22 de março de 2021 
  7. «Abel Ferreira: «A primeira coisa de que me lembrei foi do título pelo Sporting em 2011»». Record. 31 de janeiro de 2021. Consultado em 18 de março de 2021 
  8. «Abel Ferreira é o novo treinador da equipa B». Record. 16 de fevereiro de 2015. Consultado em 22 de março de 2021 
  9. «SC Braga. Abel oficializado como substituto de Jorge Simão». Jornal SOL. 26 de abril de 2017. Consultado em 22 de março de 2021 
  10. Pedro Rocha (18 de junho de 2018). «Orçamento top é para manter em Braga». O Jogo. Consultado em 22 de março de 2021 
  11. «Abel Ferreira oficializado no PAOK e Sp. Braga fala em persistência do técnico». Record. 1 de julho de 2019. Consultado em 22 de março de 2021 
  12. José Edgar de Matos (15 de outubro de 2020). «Galiotte explica procura por novo técnico: "O Palmeiras busca um conceito"». GloboEsporte.com. Consultado em 22 de março de 2021 
  13. «Palmeiras paga multa rescisória de Abel Ferreira ao PAOK à vista». ESPN Brasil. 4 de novembro de 2020. Consultado em 22 de março de 2021 
  14. «Abel Ferreira é o novo técnico do Palmeiras». Site oficial do Palmeiras. 30 de outubro de 2020. Consultado em 18 de março de 2021 
  15. «Na estreia de Abel Ferreira, Palmeiras vence Bragantino e avança às quartas». GloboEsporte.com. 5 de novembro de 2020. Consultado em 22 de março de 2021 
  16. André Hernan e José Edgar de Matos (6 de novembro de 2020). «Respeito ao gramado e ao "Cebolismo": detalhes da estreia de Abel Ferreira no Palmeiras». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  17. «A obsessão é verde! Palmeiras vence o Santos e conquista o bi da Libertadores». GloboEsporte.com. 30 de janeiro de 2021. Consultado em 18 de março de 2021 
  18. «Palmeiras chega ao quarto título da Copa do Brasil». GloboEsporte.com. 7 de março de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  19. Felipe Zito (30 de outubro de 2021). «Um ano depois, Abel Ferreira está entre os treinadores mais longevos do Palmeiras no século; veja lista». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  20. «A América continua verde! Palmeiras bate Flamengo e leva o tri da Libertadores; assista à festa do título». GloboEsporte.com. 27 de novembro de 2021. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  21. Marcello Neves (27 de novembro de 2021). «Abel Ferreira, do Palmeiras, supera Jorge Jesus e croata e vira o técnico europeu com mais títulos de Libertadores». O Globo. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  22. «Dia especial! Abel Ferreira completará 100 jogos no comando do Palmeiras nesta quarta-feira». GloboEsporte.com. 16 de fevereiro de 2022. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  23. Eder Traskini (16 de fevereiro de 2022). «Sem sustos, reservas do Palmeiras vencem a Ferroviária no 100º jogo de Abel». UOL. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  24. Paulo Vinícius Coelho (18 de fevereiro de 2022). «O surpreendente recorde de Abel Ferreira entre os técnicos estrangeiros do futebol brasileiro e do Palmeiras». GloboEsporte.com. Consultado em 18 de fevereiro de 2022 
  25. «Abel se torna técnico estrangeiro mais vezes campeão da história do Palmeiras». Site oficial do Palmeiras. 3 de março de 2022. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  26. «Ele fica! Abel Ferreira renova contrato com o Palmeiras até o fim de 2024». Site oficial do Palmeiras. 26 de março de 2022. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  27. «Abel é o primeiro técnico estrangeiro a conquistar um estadual no Palmeiras desde 1950». ESPN Brasil. 3 de abril de 2022. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  28. «Abel Ferreira entra para top 10 de treinadores com mais jogos pelo Verdão». Site oficial do Palmeiras. 12 de maio de 2022. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  29. «Abel defende estratégia do Palmeiras com um a menos e dispara: 'Por isso sou treinador e vocês jornalistas'». LANCE!. 3 de outubro de 2022. Consultado em 2 de novembro de 2022 
  30. «Mauro Beting critica Abel Ferreira por 'patada gratuita' em jornalista durante coletiva do Palmeiras». LANCE!. 4 de outubro de 2022. Consultado em 2 de novembro de 2022 
  31. «Vampeta critica Abel Ferreira por 'patada' em jornalista após vitória do Palmeiras: 'Foi deselegante'». Jovem Pan. 4 de outubro de 2022 
  32. «Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, liga para repórter e pede desculpas após grosseria em entrevista coletiva». Jovem Pan. 4 de outubro de 2022. Consultado em 2 de novembro de 2022 
  33. Gabriel Gatto (2 de novembro de 2022). «Brasileirão: Palmeiras leva título sem precisar entrar em campo após derrota do Inter». Terra 
  34. Beatriz Cesarini e Bruno Andrade (16 de novembro de 2021). «Abel Ferreira afasta filhas do futebol e lê Bíblia à distância com família». UOL. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  35. «Abel Ferreira, do Palmeiras, é condecorado em Portugal e ganha medalha do presidente». GloboEsporte.com. 22 de março de 2021. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  36. a b Ver:
  37. «Sporting vence a Taça de Honra de Lisboa». Correio da Manhã. 21 de julho de 2013. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  38. Manuel Resendes (21 de julho de 2013). «Taça Honra AF Lisboa: Sporting conquista troféu em final «eletrizante»». Futebol 365. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  39. «No passado fim-de-semana, o Sporting venceu mais uma Taça de Honra de Lisboa.». Site oficial do Sporting. 24 de julho de 2013. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  40. «Troféu Mesa Redonda premia os melhores da temporada 2020». Gazeta Esportiva. 14 de março de 2021. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  41. «O técnico do ano da CONMEBOL Libertadores». CONMEBOL Libertadores. 31 de janeiro de 2021. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  42. «O técnico do ano da CONMEBOL Libertadores». CONMEBOL Libertadores. 30 de novembro de 2021. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  43. «Abel Ferreira fica em primeiro no ranking de técnicos de 2020». O Globo. 9 de março de 2021. Consultado em 22 de março de 2021 
  44. «Abel Ferreira, do Palmeiras, é eleito o melhor técnico português no exterior em premiação na Europa». GloboEsporte.com. 30 de maio de 2022. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  45. «Palmeiras domina seleção do Brasileirão Assaí 2022». Confederação Brasileira de Futebol. 10 de novembro de 2022 
  46. Yasmin Torres (14 de novembro de 2022). «Abel Ferreira segue fazendo história no Palmeiras e fatura Bola de Prata de melhor técnico do país». ESPN Brasil 
  47. «Abel Ferreira, do Palmeiras, é condecorado em Portugal e ganha medalha do presidente». GloboEsporte.com. 22 de março de 2021. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  48. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Abel Fernando Moreira Ferreira". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 8 de outubro de 2022 
  49. «TREINADOR CAMPEÃO ABEL FERREIRA RECEBIDO NA CÂMARA DE PENAFIEL». Câmara Municipal de Penafiel. 25 de março de 2021 
  50. «Talento que marca o mundo: Abel Ferreira recebe prêmio da Liga Portuguesa». O Globo. 17 de dezembro de 2021. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  51. Departamento de Comunicação (20 de setembro de 2022). «Abel Ferreira recebe Prêmio Quinas de Ouro 2022, a maior honraria entre os técnicos portugueses». Site oficial da GQ Brasil. Consultado em 20 de setembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]