Ibirataia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

{{Info/Município do Brasil | nome = Ibirataia | foto = Ibirataia.jpg | leg_foto = Entrada da cidade | apelido = | brasão =Brasão_de_Ibirataia.png|120px| Brasão do Município de Ibirataia | bandeira = Bandeiradeibirataia.PNG|100px| Bandeira do Município de Ibirataia | link_brasão de Ibirataia = | link_bandeira de Ibirataia = | link_hino = | aniversário = 10 de Novembro | fundação = 1960 | gentílico = ibirataense | lema = | prefeita =ANA CLEIA DOS SANTOS LEAL | partido = [[Partido PSD | fim_mandato = 2021 | mapa = Bahia Municip Ibirataia.svg | latP = S | latG = 14 | latM = 04 | latS = 01 | lonP = O | lonG = 39 | lonM = 38 | lonS = 27 | estado = Bahia | mesorregião = Sul Baiano | data_mesorregião = IBGE/2008 [1] | microrregião = Ilhéus-Itabuna | data_microrregião = IBGE/2008 [1] | região_metropolitana = | vizinhos = Ipiaú, Gandu | dist_capital = 356 | área = 226.139 | área_ref = [2] | população = 18946 | data_pop = IBGE/2010[3] | altitude = | clima = Quente e úmido | sigla_clima = | idh = 0.576 | data_idh = PNUD/2010 [4] | pib = 94 764,197 mil | data_pib = IBGE/2008[5] | pib_per_capita = 3855.02 | data_pib_per_capita = IBGE/2008[5] }}

Ibirataia é um município brasileiro localizado no sul do estado da Bahia. Sua população estimada em 2010 é de 18.881 habitantes.

Cidade pequena e tranqüila que possui uma grande festa junina em homenagem a São João.

História[editar | editar código-fonte]

Em local onde era encontrado uma infinidade de plantas medicinais, formou-se o povoado de Ipecacuanha, em área do município de Jequié. Descoberta e fundada pelas famílias Calheira, Fair e Silva, tornou-se distrito, com o nome de Tesouras, mais tarde alterado para Ibirataia, já sob a jurisdição de Ipiaú. Município criado com parte dos distritos de Ibirataia e Algodão, desmembrados de Ipiaú, por força de Lei Estadual de 10.11.1960, com a denominação de Ibirataia. A sede, formada distrito, no município de Rio Novo (atual Ipiaú), com o topônimo de Tesouras, em 1933, denominação alterada para Ibirataia, em 1943, foi elevada à categoria de cidade, quando da criação do município. Na sua história, pode-se citar Dr. Aristóteles Dias da Fonseca, o primeiro prefeito, José Passos Prazeres, Florisval Abdon Fair, Rômulo Têotonio Calheira,Agenor Gonçalves Meira e José Antonio da Costa, dentre os prefeitos que por ali administraram o município, o Poder Legislativo Municipal ganhou destaque após sua independência do Poder Executivo que até então conduzia a gestão financeira daquele Poder, com a atitude do inesquecível Lourivaldo Silva Leite (Jeff), dali também saíram nomes conhecidos pela defesa do município e promoção da Democracia local como os Vereadores Roberti Lino e Silva (Betinho), Dilson Dias Lima, Dr. Roberto (Beto Gordo) ajudando assim para o seu desenvolvimento do município.

A população de Algodão não esquece jamais de agradecer aos familiares do Dr. Mauro Barreira de Alencar, grande desbravador e proprietário das terras daquele distrito que nunca negou qualquer área para ajudar a crescer e desenvolver o único distrito de Ibirataia.[6]

Hoje Ibirataia possui site onde www.ibirataianoticias.com.br

Significado do nome[editar | editar código-fonte]

A palavra Ibirataia vem do tupi: Ibirataia. De ibirá, árvore, planta e taia, arder. Planta que arde (na língua).

Economia[editar | editar código-fonte]

Na produção agrícola destaca-se o cultivo de cacau e produção expressiva de banana.

Na pecuária destacam-se os rebanhos de muares e bovinos. Seu parque hoteleiro registra 28 leitos.

No ano de 2001 o município registrou 4.280 consumidores de energia elétrica com um consumo de 6834mwh. Segundo dados da SEI/IBGE, o PIB do município para 2003 foi de R$69,28 milhões, e a estrutura setorial está distribuída da seguinte forma: 48,08% para agropecuária, 5,02% para indústria e 46,90% para serviços.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 24 de outubro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. http://www.tesourasnoticias.com.br/2013/11/algodao-rumo-ao-crescimento-e.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]