Quijingue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Quijingue
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 15 de março
Fundação 1962
Gentílico quijinguense
Prefeito(a) Weligton Cavalcante de Gois - "Nininho Gois" (PR)
(2017–2020)
Localização
Localização de Quijingue
Localização de Quijingue na Bahia
Quijingue está localizado em: Brasil
Quijingue
Localização de Quijingue no Brasil
10° 45' 10" S 39° 12' 36" O10° 45' 10" S 39° 12' 36" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Nordeste Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Euclides da Cunha IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Euclides de Cunha, Tucano,Cansanção, Araci, Monte Santo, e Banzaê
Distância até a capital 322 km
Características geográficas
Área 1 271,069 km² [2]
População 29 088 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 22,88 hab./km²
Clima Semiárido (Sertão)
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,544 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 106 773,012 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 813,19 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura quijingue.ba.gov.br
Câmara cmquijingue.ba.gov.br

Quijingue é um município brasileiro do estado da Bahia. Município da Região Sisaleira, possui uma área de 1.271,07 km². Foi fundado em 1962. Sua população é de 29 088 habitantes.

Quijingue está situado na região Nordeste da Bahia, a uma distância de 322 km da capital Salvador. Faz limite com os municípios de Euclides de Cunha, Tucano, Cansanção, Araci, Monte Santo e Banzaê. O acesso ao município se dá através da BA 381 que é ligada a BR 116.

História[editar | editar código-fonte]

O crescimento de uma comunidade na fazenda Lagoa Grande deu origem a uma povoação de idêntica denominação, integrando o município de Tucano. Posteriormente, já quando da passagem de Antônio Conselheiro pela área, era conhecida por Triunfo. Município criado com o território do distrito de Quijingue, desmembrado de Tucano, por força de Lei Estadual de 15/03/1962. A sede, criada distrito com a denominação de Triunfo, em 1943 e alterado para Quijingue em 1971, foi elevada a categoria de cidade quando da criação do município.

Quijingue é uma palavra de origem indígena, que significa Mata fechada, ou Caatinga Fechada.

Meteorito[editar | editar código-fonte]

O meteorito Quijingue, foi encontrado no município de Quijingue nos anos 80 e é classificado como um palasito. Atualmente, pertence ao acervo do Museu Geológico da Bahia, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia - SDE. Existem hoje cerca de 82 meteoritos Pallasiticos descritos no mundo, desses apenas 1 deles é conhecido no Brasil (Pallasito Quijingue).

Aspectos socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

O município desenvolveu também um bom comércio popular, feira livre nos dias de segunda-feira que se alastra pela zona comercial da cidade. Podendo ser encontrados nestas feiras de, conveniências até aparelhos domésticos, roupas, tecido em geral, calçados, artesanatos, hortaliças, legumes e demais gamas de produtos agrícolas produzidos na região, ainda animais domésticos e de carga para venda livre, atraindo gente de cidades vizinhas.Porém atualmente é uma das cidades de menor IDH da Bahia.

Economia[editar | editar código-fonte]

As receitas municipais proveem basicamente do setor agrícola, da pecuária, avicultura e do comércio popular.

Informações demográficas e eleitorais[editar | editar código-fonte]

População total (hab.): 27.243

População urbana (hab.): 6.384

População rural (hab.): 20.859

Número de eleitores: 19.661

Festividades[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

Possui as seguintes escolas e faculdades:

  • CESSE Colégio Estadual São Sebastião (sede no Distrito de Algodões e Anexo no povoado Maceté)
  • FTC Faculdade de Tecnologia e Ciências
  • Colégio Estadual Dep. Luís Eduardo Magalhães
  • Escola Municipal Manoel Fidélis da Silva
  • Escola Municipal Navarro de Brito
  • Escola Municipal Waldir Magalhães de Andrade
  • Escola Municipal Antonio Carlos Magalhães
  • Centro Educacional Sagrado Coração (CESC)
  • FAZAG Faculdade Zacarias Góes

Localidades e povoados[editar | editar código-fonte]

Quijingue é um município com 1 distrito e diversas localidades e povoados. Abaixo, alguns deles:

  • Algodões (Distrito), fundado em 1988 Pela lei estadual nº 4040, de 14-05-1982, é criado o distrito de Algodões (ex-povoado) e anexado ao município de Quijingue e que possui sua própria área distrital. O nome é devido a uma plantão de algodão na casa de um antigo morador.[6]
  • Boa Vista
  • Capim Grosso
  • Capoeira
  • Claricé
  • Jurema
  • Lagoa da Barra
  • Lagoa da Caraíba
  • Lagoa da Ema
  • Lagoa do Fechado
  • Lagoa do Garrote
  • Lagoa do Junco
  • Lagoa do Licurí
  • Lagoa do Olímpio
  • Lagoinha das Pedras
  • Lagoinha dos Cágados
  • Lavarinto
  • Maceté
  • Malhadinha
  • Ouricuri
  • Poço da Pedra
  • Poço Dantas
  • Poço Novo
  • Queimadas
  • Rio Grande
  • Sitio Salgado
  • Salgadinho
  • Sobara
  • Tanque do Rumo
  • Terra Branca

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município de Quijingue está localizado na Região Sisaleira e os tabuleiros semi-áridos do Nordeste Baiano. Faz divisa com seis municípios: Euclides de Cunha, Cansanção, Tucano, Araci, Monte Santo, e Banzaê.

Possui uma área de 1.271,07 km².

A vegetação é Xerófila (de região seca) com arbustos espinhosos (mandacaru, xique-xique, palma e outros cactáceos) e de gramíneas ralas que acumulam água e têm raízes profundas, e árvores de grande, médio e pequeno porte. A vegetação predominante é a caatinga.

O clima é semi-árido, sendo que a sua estação chuvosa vai de março a setembro.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Um dos Rios que banha o município de Quijingue é o Rio Itapicuru, rio corrente, que deságua no Oceano Atlântico.

Na divisa dos municípios de Quijingue e Cansanção, passa o Rio Cariacá, que nasce no município de Monte Santo e deságua no Rio Itapicuru.

O Rio dos Macacos é outro rio do município, o rio é menor em relação aos outros citados. Ele é conhecido por estar entre uma alta ladeira à caminho da comunidade de Malhadinha.

Outros rios fazem parte da Hidrografia de Quijingue:

  • Rio Grande
  • Rio Vermelho
  • Rio Quijingue

Bioma[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 24 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. «História de Quijingue» (PDF). Biblioteca IBGE 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.