Itarantim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Itarantim
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Itarantim
Bandeira
Hino
Apelido(s) "Tarantas"
"Terra da cachaça"
Gentílico itarantiense
Localização
Localização de Itarantim na Bahia
Localização de Itarantim na Bahia
Mapa de Itarantim
Coordenadas 15° 39' 36" S 40° 03' 57" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Macarani, Potiraguá, Maiquinique, Itapetinga, Itapebi, Jordânia (MG) e Salto da Divisa (MG).
Distância até a capital 654 km
História
Fundação 15 de junho de 1946 (75 anos)
Aniversário 15 de junho
Administração
Prefeito(a) Fábio Gusmão (PSD, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 1 783,747 km²
População total (IBGE/2018[2]) 19 646 hab.
Densidade 11 hab./km²
Clima semiárido (BSh)
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,61 médio
PIB (IBGE/2016[4]) R$ 244 021 mil
PIB per capita (IBGE/2016[4]) R$ 12 076,64
Sítio itarantim.ba.gov.br (Prefeitura)

Itarantim é um município brasileiro do estado da Bahia.

Foi fundada em 15 de junho de 1946 como Nova Esperança e posteriormente, em 1961, passou a chamar-se Itarantim. É conhecida pela sua produção de queijo e de cachaça. Sua economiabaseia-se na agropecuária leiteira, de corte e comércio.

Fundação[5][editar | editar código-fonte]

Inicialmente, no Córrego do Jundiá, denominado zona das Três Pontas, no Município de Macarani, Comarca do mesmo nome, Bahia, existia somente uma Rancharia, uma Pequena Casa Comercial e um educandário, onde o Professor Antônio Guedes Alcoforado, dava aulas aos alunos da localidade e da vizinhança.

Em início de 1946, estando Athanásio em posse do Cargo de Prefeito do município de Macarani, foi dada a ideia, por Antônio Guedes de fundar um Comércio em sua fazenda, ideia essa, por ele recusada. Falou porém em voz alta, que como Prefeito, dava permissão para instalar o Comércio em qualquer outro local que nos fosse conveniente e que nos daria todo apoio.

Sendo assim, Antônio Guedes Alcoforado, que já era dono da propriedade que foi do Manoel Rodrigues Neto, tomou a deliberação de fundar mesmo em sua propriedade, o Arraial de Nova Esperança.

O então Prefeito, Athanásio Silva Neto, solicitou que fosse feito um abaixo-assinado (a ele dirigido), com pelo menos duzentas assinaturas para passar pela Câmara e sancionar a Lei de Deferimento dando o consentimento de fundar o Arraial e marcar a Primeira Feira. Em pouco tempo, foi deferida a criação do Arraial e a data da Primeira Feira: 15 de Junho de 1946, num dia de Sábado.

Limitações[editar | editar código-fonte]

Itarantim, sendo um município desmembrado do município de Macarani em 1961, delimita-se com os seguintes municípios: Maiquinique, Potiraguá, Itapetinga, Itapebi, Salto da Divisa-MG e Jordânia-MG.

Rios e Córregos[editar | editar código-fonte]

Rio Jequitinhonha e Rio Pardo. É banhada pelos Córregos: Córrego de Água, Córrego do Buri, Córrego do Muriti, Córrego da Cama de Vara, Córrego do Pau Sangue, Córrego da Gameleira, Córrego da Neblina ,Córrego do Palmeira, Córrego do Jundiá, Córrego do Lodo, Córrego da Soneira, Córrego do Juazeiro , Córrego do Mandim, Córrego do Nado, Córrego do Taquaruçu, Córregos dos Pepêtas, Córrego do Rancho Queimado, Córrego da Laranjeira, Córrego dos Trabalhos, Córrego do Felicíssimo, Córrego do Satisfeito, Córrego do Caboclo, Córrego da Bananeira, Córrego da Agua Vermelha, Córrego da Anta e Córrego da Muriçoca.

Serras Do Município[editar | editar código-fonte]

Serra das Três Pontas, Serra do Palmeira, Serra do Jundiá, Serra do Pau Sangue, Serra do Córrego de Água, Serra do Córrego do Felicíssimo, Serra do Picuá, Serra da Cama de Vara, Serra do Rancho Queimado, Serra do Mandim, Serra da Neblina, Serra da Agua Vermelha, Serra do Juazeiro, Serra do Carrapato, Serra da Soneira e Serra Azul.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «estimativa_ibge_2018.xls». agenciadenoticias.ibge.gov.br. Consultado em 21 de abril de 2019 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 24 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 21 de abril de 2019 
  5. «História da Fundação do Município de Itarantim» 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.