Candeal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Candeal
"Bercinho de luz"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
[[1]]
Fundação 23 de abril de 1962 (54 anos)
Gentílico candealense
Prefeito(a) Fernando Nere (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Candeal
Localização de Candeal na Bahia
Candeal está localizado em: Brasil
Candeal
Localização de Candeal no Brasil
11° 48' 28" S 39° 07' 08" O11° 48' 28" S 39° 07' 08" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Nordeste Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Serrinha IBGE/2008[1]
Região metropolitana Área de Expansão Metropolitana de Feira de Santana
Municípios limítrofes norte: Ichu e Serrinha ao Sul: Feira de Santana e Serra Preta, ao Leste: Lamarão e Tanquinho e ao oeste: Riachão do Jacuípe.
Distância até a capital 168 km
Características geográficas
Área 445,097 km² [2]
População 9 143 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 20,54 hab./km²
Altitude 240 m
Clima tropical úmido e semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,587 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 23 400,672 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 555,50 IBGE/2008[5]
Página oficial

Candeal é um município brasileiro do estado da Bahia. Localizado na Mesorregião do Nordeste Baiano, Microrregião de Serrinha. Candeal pertence à Área de Expansão Metropolitana de Feira de Santana, sendo o terceiro município menos populoso, sua população estimada em 2013 era de 9.143 habitantes, juntamente com Riachão do Jacuípe são os dois municípios da Região Sisaleira que pertence a Região Metropolitana de Feira de Santana.


Geografia[editar | editar código-fonte]

Limita-se com os municípios de Ichu, Tanquinho, Serrinha (minimamente), Lamarão, Feira de Santana, Serra Preta (minimamente) e Riachão do Jacuípe.

Possui uma área total de 456,2 km². Através da BR-324, dista 168 km de Salvador (capital do estado), 60 km de Feira de Santana (cognominada Princesa do Sertão) e 11 km de Ichu, por estradas vicinais,aproximadamente 25 km de Serrinha.

A vegetação apresenta contato caatinga-floresta estacional, floresta estacional semidecidual. O relevo é o pediplano sertanejo. A geologia é constituída por gnaisses charnockíticos, granulitos, biotita, granitos, granito-gnaisses, rochas básicas-ultrabásicas. Apresenta ainda manganês e quartzo.

Compõe a bacia hidrográfica do Paraguaçu e do Jacuípe, tendo como seus rios principais os temporários Riacho Preto, Rio do Peixe, Rio Tocó, Rio Vermelho e Rio Leão. Sua hidrogeologia possui aquífero de importância muito pequena, com profundidade do nível estático de 0 a 30 m. Há no município quatro poços artesianos perfurados, sendo dois na zona urbana e dois na rural. Dignos de registro são também os tanques das localidades de Capoeira e Pipoca e os açudes de Tanque Novo e Teimosa.

Atualmente o município de Candeal possui quatro povoados: Quatro Estradas, Chapada, São João e Belo Alto, além de diversos vilarejos e fazendas.

História[editar | editar código-fonte]

Emancipada em 23 de abril de 1962, desmembrada do município de Riachão do Jacuípe, conforme Lei nº 1.683, assinada pelo Governador do estado da Bahia Juracy Montenegro Magalhães e publicada no Diário Oficial de 13 de Maio de 1962.

Origens[editar | editar código-fonte]

O município de Candeal originou-se de um pequeno povoado erguido de uma fazenda denominada Capoeira, onde havia muitos pés de candeia. No ano de 1890, em obediência ao Decreto nº 50, de 7 de dezembro de 1889, no parágrafo 1º do artigo 2º, Candeal passou a ser município de Riachão do Jacuípe. Após o falecimento do idealizador do município, Olegário Ribeiro Lima, seu sobrinho, José Rufino Ribeiro Lima, tornou-se seu substituto como principal chefe político e teve, como seu principal objetivo, emancipar Candeal. Assinou, juntamente com seus companheiros Agnaldo Tavares Carneiro, Antônio José Ferreira, Apolinário Lopes Araújo, José Pereira Lima, Genésio Pereira Lima e outros, a solicitação da emancipação, tendo como patrono o deputado estadual André Negreiro.

Atividades econômicas[editar | editar código-fonte]

  • Criação de gado leiteiro e de corte
  • Comércio local, possuindo alguns supermercados, lojas de confecções e materiais de construção, uma óptica, etc.
  • Indústria de calçados (fábrica de sandálias Kande)
  • Posto de Combustível
  • Agência do Banco do Brasil
  • Agência do Banco Bradesco
  • Casa Lotérica
  • Caixa Aqui
  • Farmácias

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Censo Populacional 2013». Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 01 de julho de 2013. Consultado em 03 de novembro de 2013.  Texto "candeal " ignorado (Ajuda)
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.