Cruz das Almas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Cruz das Almas (desambiguação).
Município de Cruz das Almas
"Cidade Universitária"
"Cidade Planalto"
CABcruzdasalmas.jpg

Bandeira de Cruz das Almas
Brasão de Cruz das Almas
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 29 de julho
Fundação 29 de julho de 1897 (121 anos)
Gentílico cruzalmense
Lema Deus Adjuvat
"Deus Restaura"
Padroeiro(a) Nossa Senhora do Bom Sucesso
CEP 44380-000
Prefeito(a) Orlando Peixoto Pereira Filho, Orlandinho (PT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Cruz das Almas
Localização de Cruz das Almas na Bahia
Cruz das Almas está localizado em: Brasil
Cruz das Almas
Localização de Cruz das Almas no Brasil
12° 40' 12" S 39° 06' 07" O12° 40' 12" S 39° 06' 07" O
Unidade federativa Bahia
Região intermediária

Santo Antônio de Jesus IBGE/2017[1]

Região imediata

Cruz das Almas

Municípios limítrofes Norte / Muritiba – Sul / São Felipe – Oeste / Sapeaçu e Conceição do Almeida – Leste / São Félix.
Distância até a capital 146 km
Características geográficas
Área 145,742 km² [2]
População 64 955 hab. (BA: 35°) –  IBGE/2018[3]
Densidade 445,68 hab./km²
Altitude 224 m
Clima Tropical As
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,699 médio PNUD/2010[4]
Gini 0,55 PNUD/2010[5]
PIB R$ 961 686 mil IBGE/2016[6]
PIB per capita R$ 14 897,85 IBGE/2016[6]
Página oficial
Prefeitura www.cruzdasalmas.ba.gov.br
Câmara www.cruzdasalmas.ba.leg.br
Cidade de Cruz das Almas 2019

Cruz das Almas é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2018 pelo IBGE era de 64 955 habitantes. É considerado como um importante centro sub-regional de nível "B", sendo a segunda cidade mais importante do Recôncavo Sul.[carece de fontes?]

História[editar | editar código-fonte]

O município de Cruz das Almas, localizado no Recôncavo Baiano, foi criado através da Lei nº 119 de 29 de julho de 1896, desmembrando-se de São Félix. Diz a lenda que o nome Cruz das Almas, faz referência aos antigos tropeiros que passavam pela região que ao chegarem na antiga vila de Nossa Senhora do Bom Sucesso, eles encontravam no centro da vila uma cruz de frente a Igreja Matriz onde paravam e rezavam para as almas dos seus mortos. Há também que o nome possa ser em virtude de os portugueses terem uma cidade portuguesa de nome igual por isso batizou o nome da cidade de Cruz das Almas.[carece de fontes?]

Em 2015, o prefeito Raimundo Jean Cavalcante Silva, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), renunciou ao cargo por motivos de saúde; por conseguinte, assumiu o poder executivo municipal o então vice-prefeito, Ednaldo Ribeiro.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Centro Comercial de Cruz das Almas

O município limita-se ao Norte com Governador Mangabeira, ao sul com São Felipe, a oeste com Conceição do Almeida e Sapeaçu e a leste com São Félix.

Situa-se no Recôncavo Sul da Bahia, distando 146 quilômetros da capital do Estado, Salvador, a qual liga-se pela BR-101 e BR-324. Distante a 62 quilômetros de Feira de Santana e 20 quilômetros de Conceição do Almeida.[carece de fontes?]

Integra o arranjo urbano-regional (AUR) de Salvador, metrópole na qual está centralizado e à qual Cruz das Almas está subordinada na hierarquia urbana brasileira como centro sub-regional. Compõem também o AUR baiano Feira de Santana como centro regional e Santo Antônio de Jesus, Alagoinhas e Valença na mesma categoria de Cruz das Almas.[8][9][10][11]

Identificação das cidades do AUR em imagem de satélite noturna.
Mapa da hierarquia urbana do AUR.

A população do município está em torno de 80 mil habitantes, levando em consideração o contingente de residentes universitários na cidade com uma densidade demográfica de 386,3 habitantes por quilômetro quadrado.[carece de fontes?]

Praça Multiuso - Cruz das Almas

A vegetação é a floresta tropical subperinifólia subcadofólia com baixo teor de matéria orgânica francamente ácida.

Em Cruz Das Almas se encontra a Mata de Cazuzinha,um vestígio da Mata Atlântica .

[carece de fontes?]

Grande parte do solo é dos tipos Latossolo Amarelo e o Argissolo Amarelo de textura franco-argilo-arenospical subperenifólia/subcaducifólia, com baixo teor de matéria orgânica, fracamente ácido, de grandes extensões na faixa pré-litorânea do Nordeste do Brasil.[carece de fontes?]

O município encontra-se na bacia do rio Paraguaçu. Os cursos d'água de Cruz das Almas fazem parte das vertentes do Paraguaçu, entre tais afluentes destaca-se os riachos Capivari, de Tomaz, Jaguaripe, Caminhoá, Poções, Araçás, da Estiva e Laranjeira. Em Cruz das Almas encontra-se as lagoas da Tereza Ribeiro e do Engenho da Lagoa. Essa última dista 20 quilômetros do lago da Pedra do Cavalo, que tem 186 quilômetros quadrados de superfície, acumulando um volume de 5,3 bilhões de metros cúbicos de água, correspondente a 1,5 vezes a baía da Guanabara (RJ). Essa barragem tem 40 metros de comprimento e 142 metros de altura máxima. Foi construído pelo antigo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DENOCS).[carece de fontes?]

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1961 a 1963, 1977 a 1980, 1986 a 1989 e desde 1993, a menor temperatura registrada em Cruz das Almas foi de 13,8 °C em 22 de agosto de 1961,[12] [nota 1] e a maior atingiu 41,3 °C em 19 de março de 2019.[13] [nota 2] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 101 milímetros (mm) em 16 de abril de 1988.[14] Março de 1997, com 358,1 mm, foi o mês de maior precipitação.[15]

Dados climatológicos para Cruz das Almas
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 38,4 37,6 41,3 36 31,8 31,8 31 30,7 32,4 36,2 35,6 37,1 41,3
Temperatura máxima média (°C) 31,8 31,9 31,3 29,4 28 26,2 25,9 26 27,5 29,3 30,3 31,3 29,1
Temperatura média compensada (°C) 25,8 25,9 25,8 24,7 23,6 22,2 21,6 21,5 22,5 23,9 24,9 25,5 24
Temperatura mínima média (°C) 21,7 21,9 22 21,5 20,6 19,3 18,4 18,3 19 20,2 21,3 21,7 20,5
Temperatura mínima recorde (°C) 17,8 18,1 17 18,8 16,3 15 14,9 13,8 14,3 15,2 16,8 18,7 13,8
Precipitação (mm) 63 70,2 97,5 136,5 122,8 142,6 122,8 91,3 79,6 54,8 76,8 59,5 1 117,4
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 7 6 10 13 14 17 18 15 11 7 7 6 131
Umidade relativa compensada (%) 74,9 75,2 87,9 84,3 86,3 87,9 86,4 84,1 81,7 78 77,9 75,8 81
Horas de sol 227,9 204,7 208,3 190,6 179,5 143,6 171,2 176,5 186,4 200,9 192,4 200,7 2 282,7
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010)[12][13][16]  [nota 1]  [nota 2]

Economia[editar | editar código-fonte]

Praça do Lavrador Centro comercial de Cruz das Almas.

Cruz das Almas destaca-se na região por ter sua economia bem definida em todos os setores, principalmente reconhecida no setor primário voltado para agricultura. Sua agricultura é muito famosa na região..[carece de fontes?]

A economia da cidade é voltada em torno da agricultura, com destaque para plantações de: fumo, laranja, limão tahiti e mandioca.O município possui várias indústrias e distribuidoras nacionais que exportam seus produtos para vários países.A cidade é conhecida por ser apelidada de "Capital do Fumo" por ser a maior produtora de tabaco da Bahia e possuir muitas indústrias voltadas para a cultura do fumo. A cidade é uma das maiores exportadoras de fumo da América Latina, distribuindo mais de 1000 toneladas de fumo por ano a países de todo o mundo.[carece de fontes?]

Rua Otens - Centro Comercial de Cruz das Almas

No setor secundário a cidade também se destaca. A indústria cruzalmense é conhecida por ter um polo industrial calçadista e têxtil, que abriga filiais de empresas do ramo.[carece de fontes?]

A cidade possui várias redes de serviços, grandes cadeias de lojas, além de possuir cinco agências bancárias. A saber: unidades das lojas Cacau Show, Água de Cheiro, Subway, GBarbosa, Todo Dia, Casas Bahia, Farmácias Pague Menos, Magazine Luíza, O Boticário, Ricardo Eletro, Lojas Americanas; agências bancárias do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco Bradesco, Banco do Nordeste, Banco Itaú e Sicoob.[carece de fontes?]

Foto aérea de Cruz das Almas em Maio de 2019.


Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Transportes[editar | editar código-fonte]

Centro Administrativo da Prefeitura de Cruz das Almas

Cruz das Almas possui a 19.ª maior frota de veículos do estado da Bahia, desbancando cidades com populações superiores a do município (IBGE/2012).[17]

Educação[editar | editar código-fonte]

Vista aérea reitoria da UFRB.
Centro Educacional Maria Milza

A cidade é sede da reitoria da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), também possuindo vários colégios particulares e públicos em toda a sua extensão, mas destacam-se as seguintes instituições de ensino superior:[carece de fontes?]



Universidade Unidade Cursos oferecidos
UFRB Sede-CCAAB/CETEC Ciências Exatas e Tecnológicas,Engenharia Elétrica, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia da Computação, Engenharia Sanitária e Ambiental, Engenharia de Pesca, Engenharia Florestal, Biologia, Agronomia, Zootecnia,Matemática, Medicina Veterinária, Gestão de Cooperativas, Agroecologia.
FBBR Presencial Direito, Enfermagem, Nutrição, Estética
UNOPAR Normal Superior, Pedagogia, Letras, Administração, Ciências Contábeis
UNINTER Pós-graduação, Gestão Empresarial, Gestão Ambiental, Design, Gestão Pública
Unifacs Normal Superior, Logística, Gestão Ambiental, Design, Gastronomia

Há, ainda, a Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, instituição de pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) instalada na cidade.

Saúde[editar | editar código-fonte]

UPA 24h de Cruz das Almas

No quesito saúde, Cruz das Almas conta com várias clínicas particulares, hospitais e postos. Também conta com uma grande rede básica de atendimento, que são os Postos de Saúde da Família (PSF). Os hospitais da cidade são o Hospital Nossa Senhora do Bomsucesso, o Hospital Municipal de Cruz das Almas, o Instituto de Pediatria do Recôncavo (IPER) e a Unidade de pronto atendimento (UPA) do município.

Day Hospital e Clínica Geral Cardioimagem em Cruz das Almas.

Mídia e telecomunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade possui as rádios Santa Cruz FM (87,9), Transamérica Hits Recôncavo Baiano (93,7) e Excelsior Recôncavo FM (105,1). Também sedia um jornal mensal: "Jornal do Planalto" com as notícias da cidade e dos municípios da região, além dos sites de notícia: Recôncavo News - www.reconcavonews.com www.assessorespecial.com, www.folhacruz.com e www.viareport.com.br. Cruz das Almas possui 3 rádios FM: Santa Cruz 87,9 - Transamérica Hits 93,7 - Excelsior Recôncavo 105,1.

Cultura e turismo[editar | editar código-fonte]

Praça Senador Themístocles

A cidade conhecida pela sua festa de São João e guerra de espadas.[18]

A guerra de espadas na cidade possui história de mais de 150 anos, sendo proibida por decisão judicial de 2011.[19] Apesar disso, especialmente no bairro da Gamboa,[20] a prática continua no município. Antes da proibição expressa, registrou-se 169 feridos por queimaduras em 2009,[21] chegando a 341 em 2010.[22] Seis anos, o número verificado foi de 36 feridos.[22]

O São João de Cruz das Almas é um dos maiores do Brasil; nesta época, a cidade chega a receber mais que o dobro de sua população, ficando até com mais de 150 mil habitantes. Também possui vários eventos de grande expressão, tanto na música secular tanto em eventos musicais religiosos, que atraem milhares de pessoas de outras cidades.[carece de fontes?]

A cidade de Cruz das Almas tem como principais opções de lazer: Praça Multiuso, Ginásio de Esportes Luís Eduardo Magalhães, Estádio Municipal Carmelito Barbosa Alves, Parque Florestal da Mata de Cazuzinha e Praça da Bíblia .[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b Mínimas até 31 de dezembro de 2003 e novamente a partir de 2 de junho de 2013.
  2. a b Dados de temperatura máxima até 25 de março de 2019.

Referências

  1. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 26 de abril de 2018 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «estimativa_ibge_2018.xls». agenciadenoticias.ibge.gov.br. Consultado em 02 de maio 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 7 de agosto de 2013 
  5. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (2010). «Perfil do município de Cruz das Almas - BA». Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Consultado em 4 de março de 2014 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 02 de maio 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. G1 BA (9 de setembro de 2015). «Diagnosticado com 'estafa', prefeito de Cruz das Almas renuncia ao cargo». G1. Consultado em 23 de setembro de 2015 
  8. MOURA, Rosa. BREVE PERFIL DOS ARRANJOS URBANO-REGIONAIS BRASILEIROS Arquivado em 3 de março de 2016, no Wayback Machine.
  9. MOURA, Rosa. ARRANJOS URBANO-REGIONAIS: UMA CATEGORIA COMPLEXA NA METROPOLIZAÇÃO BRASILEIRA Arquivado em 3 de dezembro de 2013, no Wayback Machine.. R. B. ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS V. 1 0 , N. 2 / NOVEMBRO 2 0 0 8
  10. MOURA, Rosa. Arranjos urbano-regionais no Brasil: especificidades e reprodução de padrões
  11. [1]
  12. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Cruz das Almas». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 16 de julho de 2018 
  13. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Cruz das Almas». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 16 de julho de 2018 
  14. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Cruz das Almas». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 16 de julho de 2018 
  15. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Cruz das Almas». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 16 de julho de 2018 
  16. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 16 de julho de 2018 
  17. [2]
  18. «'Guerra de espadas' esquenta o São João; veja a programação de festas». Folha de S.Paulo 
  19. «Tradicional 'guerra de espadas' é proibida em Cruz das Almas, na Bahia». Bahia. 16 de junho de 2011 
  20. «Guerra de 'espadas' deixa 36 pessoas feridas em duas cidades da Bahia». São João 2016 na Bahia. 24 de junho de 2016 
  21. Line, A TARDE On. «Guerra de espadas deixa mais de 160 feridos em Cruz das Almas». Portal A TARDE 
  22. a b CORREIO, Redação. «Guerra de espadas: com proibição, Cruz das Almas tem menos queimados - iBahia». iBahia 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cruz das Almas