Belmonte (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Belmonte
  Município do Brasil  
Belmonte Bahia: Terra do Mar Moreno
Belmonte Bahia: Terra do Mar Moreno
Hino
Gentílico belmontense
Localização
Localização de Belmonte na Bahia
Localização de Belmonte na Bahia
Belmonte está localizado em: Brasil
Belmonte
Localização de Belmonte no Brasil
Mapa de Belmonte
Coordenadas 15° 51' 46" S 38° 52' 58" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Santa Cruz Cabrália, Canavieiras, Mascote, Eunápolis e Itapebi
Distância até a capital 695 km
História
Fundação 1708 (311 anos)
Emancipação 23 de maio de 1891 (128 anos)
Aniversário 23 de maio
Administração
Prefeito(a) Jânio Natal Andrade Borges (PODE, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 2 009,896 km²
População total (IBGE/2018[2]) 23 214 hab.
Densidade 11,55 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 8 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 45800-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,598 baixo
PIB (IBGE/2016[4]) R$ 284 368 mil
PIB per capita (IBGE/2016[4]) R$ 11 902,74
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora do Carmo
www.belmonte.ba.gov.br (Prefeitura)
www.camaradebelmonte.ba.gov.br (Câmara)

Belmonte é um município brasileiro do estado da Bahia. Localiza-se a uma latitude 15º51'47" sul e a uma longitude 38º52'58" oeste, estando a uma altitude de 8 metros. Sua população estimada em 2018 era de 23 214 habitantes.

Possui uma área de 2016,85 km².

O município foi criado em 1764.

É uma das únicas quatro localidades brasileiras onde pode ser encontrada uma árvore da Mata Atlântica ameaçada de extinção, a Buchenavia hoehneana.[5] No centro da cidade está localizado um imponente farol, construído pela mesma empresa que construiu a Torre Eiffel.[6]

História[7][editar | editar código-fonte]

O território, primitivamente habitado pelos índios botocudos, integrava a Capitania de Porto Seguro, no início do século XVIII.

No início do século XVIII, colonos portugueses começaram o povoamento de São Pedro do Rio Grande nas proximidades do rio Grande, atual Rio Jequitinhonha. Os índios Botocudos foram catequizados pelos jesuítas que aí fundaram a capela de Nossa Senhora de Madre de Deus. A pequena capela foi a primeira construção do local. Durante muito tempo a cidade foi importante porta de entrada para Minas Gerais, através do rio Jequitinhonha, única via navegável até Salto da Divisa.

Situado numa planície entre o rio Jequitinhonha e o oceano Atlântico, esse município floresceu nos bons tempos do cultivo do cacau, no final do século XIX. Em 1891, passou à categoria de cidade, inicialmente com o nome Belmonte do Jequitinhonha. Historiadores supõem que o nome Belmonte foi sugerido pelo ouvidor de Porto Seguro, em homenagem à cidade homônima portuguesa, onde nasceu Pedro Álvares Cabral.

A suposição histórica leva a crer que os primeiros “sinais de terra” (ervas flutuantes, troncos de árvores e raízes) avistados pela esquadra de Cabral, tenham partido do rio Jequitinhonha, que em 1500 deveria ser mais caudaloso, arrastando espécies da Mata Atlântica que ficavam boiando ao sabor das correntes marinhas. Na foz do Jequitinhonha, ainda existem manguezais com a vegetação típica local, que inclui caules retorcidos, com o emaranhado de seus galhos rugosos e raízes entrelaçadas à mostra, além de uma fauna riquíssima.

Geografia [8][editar | editar código-fonte]

A geografia de Belmonte destaca-se pela sua beleza. A topografia do município é acidentada, com inúmeros morros e colinas recortados por vales. A cidade, entretanto, ergue-se numa imensa planície, sem qualquer elevação significativa.

Limita-se ao norte com Canavieiras e Mascote, ao sul com Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro e Eunápolis, A leste com o Oceano Atlântico e a oeste com Itapebi e Itagimirim.

Economia [9][editar | editar código-fonte]

A economia do município é bastante diversificada: agricultura, pecuária, pesca, comércio, indústria, serviços e turismo.

  • Agricultura: Antes da vassoura-de-bruxa, o produto que mais se destacava era o cacau, representando 80% da economia do município no século passado. Ainda hoje, o cacau é uma importante fonte de renda do município, porém representando hoje apenas 17% da economia da cidade. Em seguida, vêm o coco e a piaçava.
  • Pecuária e pesca: As produções destes segmentos tem considerável e elevada significância na renda do município.
  • Comércio e indústria: Responsável pela grande maioria de empregos gerados em Belmonte, passou a ser a principal fonte de renda local.
  • Serviços e turismo: São os que tem menor representatividade na economia local, mas não deixam de ser considerados significantes e influentes.

Praias[editar | editar código-fonte]

  • Praia da Barra
  • Praia de Barra Nova
  • Praia de Mogiquiçaba
  • Praia do Mangue Alto
  • Praia do Mar Moreno
  • Praia do Meio
  • Praia do Norte
  • Praia do Peso
  • Praia do Rio Preto

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «estimativa_ibge_2018.xls». agenciadenoticias.ibge.gov.br. Consultado em 15 de março de 2018 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 24 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 15 de março de 2019 
  5. IUCN Red List
  6. [1]
  7. «Conheça Belmonte Bahia». MaisBN - O portal informativo da região. 18 de julho de 2012. Consultado em 30 de maio de 2019 
  8. «Conheça Belmonte Bahia». MaisBN - O portal informativo da região. 18 de julho de 2012. Consultado em 30 de maio de 2019 
  9. «Conheça Belmonte Bahia». MaisBN - O portal informativo da região. 18 de julho de 2012. Consultado em 31 de maio de 2019 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Belmonte (Bahia)
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.