Macajuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para ler sobre a palmeira, veja Coco-de-catarro.
Macajuba
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Macajuba
Bandeira
Brasão de armas de Macajuba
Brasão de armas
Hino
Lema GOVERNADO PARA TODOS
Gentílico macajubense
Localização
Localização de Macajuba na Bahia
Localização de Macajuba na Bahia
Macajuba está localizado em: Brasil
Macajuba
Localização de Macajuba no Brasil
Mapa de Macajuba
Coordenadas 12° 08' 09" S 40° 21' 36" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Região metropolitana Nova Cruz, Santa Luzia, Malhada Nova
Municípios limítrofes Baixa Grande, Ruy Barbosa, Ipirá e Mundo Novo
Distância até a capital 295 km
História
Fundação 2 de julho de 1906 (116 anos)
Administração
Prefeito(a) Luciano Pamponet de Sousa[1] (PSD, 2021 – 2024)
Vereadores 9
Características geográficas
Área total IBGE/2019[2] 701,170 km²
População total (estimativa IBGE/2020[3]) 11 332 hab.
Densidade 16,2 hab./km²
Clima semi-árido
Altitude 350 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,524 baixo
PIB (IBGE/2018[5]) R$ 73 377,14 mil
PIB per capita (IBGE/2018[5]) R$ 6 456,98
Sítio www.macajuba.ba.gov.br (Prefeitura)
camarademacajuba.webnode.com.br (Câmara)

Macajuba é um município brasileiro do interior do estado da Bahia, na Mesorregião do Centro-Norte Baiano. Sua população em 2020, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), era de 11 332 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

O município foi criado com o territórios do município de Baixa Grande, através da Lei Estadual de 12 maio de 1906 que transferiu a sede do município para a povoado de Santa Luzia do Lajedo (atual sede de Macajuba), alterando-lhe o topônimo para Vila Capivari.

Em 1943, o município de Capivari foi extinto e passado à condição de distrito de Baixa Grande — que fora restaurado em 1910, com território desmembrado de Capivari. O município foi restaurado por Decreto Estadual, de 1 junho 1944, com a denominação de Macajuba.

A sede transformada em distrito em 1906, foi elevada à condição de cidade, através do Decreto-lei Estadual, de 30 março de 1938.

No século XX, foi construída a igreja matriz Santa Luzia, na praça Castro Cincurá. O terreno para a igreja matriz, cuja padroeira é Santa Luzia, foi doado por Francisca Alves Sampaio. Seus nichos ficaram sob a responsabilidade de sua filha, Hermínia Borges Sampaio, e, a partir da década de 1920, também das netas, Flora, Laurita, Zulmira, Olívia, Nelly, Edith.

Turismo e eventos[editar | editar código-fonte]

O Rio Capivari é um dos pontos turísticos, apropriado para banho e pesca; também o obelisco da praça Castro Cincurá.

No mês de junho é realizada a Festa de São João, na praça de eventos da cidade, com apresentação de quadrilhas e forró. No mês de agosto são realizadas manifestações locais, com representações de figuras folclóricas nacionais, como bumba meu boi, mula sem cabeça, Saci Pererê, Reisado, sereia, vaquejada etc. A festa da Independência do Brasil também é comemorada na cidade, no dia 7 de setembro, com apresentação do desfile cívico. Em outubro ocorre a Festa do Vaqueiro, enfatizando a representatividade dos vaqueiros; é realizado desfiles com os vaqueiros da região, missa campal, almoço, corrida de argolinha, espetáculos musicais e premiações. A semana da criança também é realizada, voltada para o público infantil, comemorado com muita brincadeira, dramatizações, espetáculos de palhaços, distribuição de guloseimas e brinquedos. Em dezembro é realizada a Festa de Santa Luzia, padroeira da cidade, com missas e procissões; celebra-se o nascimento do Menino Jesus Cristo, com o presépio armado em praça pública.

Referências

  1. Prefeito e vereadores de Macajuba tomam posse Portal G1 - acessado em 2 de janeiro de 2021
  2. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2019). «Área da unidade territorial - 2019». Consultado em 22 de dezembro de 2020 
  3. IBGE (28 de agosto de 2020). «Estimativa populacional 2020 IBGE». Consultado em 28 de dezembro de 2020 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 16 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2018». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 22 de dezembro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.