Mortugaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Mortugaba
Bandeira de Mortugaba
Brasão de Mortugaba
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 30 de Novembro
Fundação 1961
Gentílico mortugabense
Prefeito(a) Rita de Cássia Cerqueira dos Santos (PDT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Mortugaba
Localização de Mortugaba na Bahia
Mortugaba está localizado em: Brasil
Mortugaba
Localização de Mortugaba no Brasil
15° 01' 22" S 42° 22' 04" O15° 01' 22" S 42° 22' 04" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Guanambi IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Jacaraci, Condeúba, Montezuma (Minas Gerais) e Espinosa (Minas Gerais)
Distância até a capital 743 km
Características geográficas
Área 670,608 km² [2]
População 12 482 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 18,61 hab./km²
Altitude 348 m
Clima Semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,618 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 42 607,406 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 936,82 IBGE/2008[5]

Mortugaba é um município brasileiro do estado da Bahia, distante cerca de 743 quilômetros da capital.

História[editar | editar código-fonte]

No começo do século XIX, teve início o povoamento do território, integrante do município de Jacaraci, por fazendeiros que ali se fixaram, desenvolvendo a agropecuária.

Em 1886, Balbino Coelho comprou o sítio Lagoa da Malva onde se estabeleceu com sua família, e dos irmãos Carvalho. Formou-se então o povoado de Boa Vista, em 1892. No mesmo ano, Júlio Carvalho instalou uma loja de tecidos, iniciando o comércio do povoado.

Em 1921 foi construída a capela de São José e, em 1930 a primeira escola pública.

O distrito foi criado com nome de "Tabajara" em 1938 pela lei nº 11.089. Em 1943, alterou-se o topônimo para Mortugaba.

O município, desmembrado do de Jacaraci, foi criado em 30 de novembro de 1961 pela lei nº 1.566. Teve como primeiro Prefeito o Sr. Israel Silva.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

O nome Mortugaba é de origem indígena Tupi, o vocábulo significa habitação do povo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2006 era de 12.373 habitantes. IBGE Situada no sudoeste da Bahia, sua economia gravita em torno da agropecuária e do comércio, um dos mais desenvolvidos da região. O que contrasta com o novo censo (2010), que indica um aumento praticamente nulo no número de habitantes, que não chegou a 12.500.

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.