São Gonçalo dos Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São Gonçalo dos Campos
"Cidade Jardim"
São Gonçalo dos Campos e sua arborização centenária

São Gonçalo dos Campos e sua arborização centenária
Bandeira desconhecida
Brasão de São Gonçalo dos Campos
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Aniversário 28 de Julho
Fundação 28.07.1884
Gentílico são-gonçalense
Lema Semper quaerere pacem et bonum
Padroeiro(a) São Gonçalo do Amarante
Prefeito(a) Antonio Dessa "Furão" (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de São Gonçalo dos Campos
Localização de São Gonçalo dos Campos na Bahia
São Gonçalo dos Campos está localizado em: Brasil
São Gonçalo dos Campos
Localização de São Gonçalo dos Campos no Brasil
12° 25' 58" S 38° 58' 01" O12° 25' 58" S 38° 58' 01" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Centro Norte Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Feira de Santana IBGE/2008[1]
Região metropolitana Região Metropolitana de Feira de Santana
Municípios limítrofes Conceição da Feira, Feira de Santana, Cachoeira, Santo Amaro e Antônio Cardoso
Distância até a capital 108 km
Características geográficas
Área 300,734 km² [2]
População 37 554 hab. IBGE/2015[3]
Densidade 124,87 hab./km²
Clima Tropical semi-úmido SGC
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,627 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 295 973 mil IBGE/2010[5]
PIB per capita R$ 8,646 08 IBGE/2010[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.saogoncalodoscampos.ba.gov.br

São Gonçalo dos Campos é um município brasileiro do estado da Bahia, localizado a 108 km da sua capital, Salvador, a cidade está na Região Metropolitana de Feira de Santana. Sua população é de 37,554 habitantes, sendo o terceiro município mais populoso da RMFS. Conhecida como cidade Jardim, pelo seu alto índice de arborização e árvores centenárias. É banhado pelo Rio Jacuípe e possui uma vegetação que alterna Florestas Tropicais e Cerrados. Está geograficamente e historicamente no recôncavo baiano.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Com o aparecimento de uma imagem do Santo São Gonçalo na área denominada Campos da Cachoeira, no início do século XVIII, foi construído então uma capela com o nome de São Gonçalo do Amarante, em torno da qual se formou um arraial de Jesuítas e Nativos.

O Município criado então, com os territórios das freguesias de São Gonçalo dos Campos da Cachoeira e de Nossa Senhora do Resgate das Umburanas, que foram desmembrados de Cachoeira por Lei Provincial de 28.07.1884, chamando-se então São Gonçalo dos Campos. Em 1931, teve o nome simplificado para São Gonçalo, mas em 1943 Retomou a denominação atual. Antigamente os enfermos de tuberculose iam até a São Gonçalo, pois seu clima era considerado propício ao tratamento.

A sede, criada freguesia com a denominação de São Gonçalo dos Campos da Cachoeira, foi elevada em 1689 à categoria de cidade por Lei Estadual de 25.06.1895.

Economia[editar | editar código-fonte]

O município de São Gonçalo dos Campos está no Centro Industrial do Subaé que está localizado entre o Sul de Feira de Santana e o Norte de São Gonçalo dos Campos, é o terceiro maior Centro Industrial da Bahia perdendo apenas para o Polo Petroquímico de Camaçari e para o Centro Industrial de Aratu , o CIS é o maior centro industrial da Região Metropolitana de Feira de Santana. Outras fontes de renda de grande importância para o município são a Fumicultura , a Avicultura , a Agricultura em geral e a Pecuária. São Gonçalo dos Campos por estar localizada na região da Mata Fina possui o clima e o solo ideal para o plantio do fumo, está é a principal região fumageira do estado da Bahia e engloba vários municípios do Recôncavo Baiano entre São Gonçalo dos Campos e Cruz das Almas. É em São Gonçalo dos Campos que está instalada a Menendez & Amerino , maior fabricante de charutos do Brasil detendo 70% do mercado nacional. Atualmente a renda do município tambem está voltada diretamente a avicultura tornando-se um novo polo regional com a Perdigão S/A e a Gujão Alimentos. O município de São Gonçalo dos Campos faz parte do Polo Avícola da Bahia que engloba vários municípios da Região do Recôncavo Baiano em que se destaca a cidade vizinha Conceição da Feira que é considerada a Capital do Frango. São Gonçalo dos Campos é a cidade em que se localiza a única indústria de tintas automotivas do nordeste a Alquimia Tintas (Ultracolor), o Centro de Distribuição do Grupo Boticário com investimentos de 155 milhões de reais, está no limite municipal com Feira de Santana na BR 101, embora a SEI considera como pertencente a São Gonçalo, a situação do limite territórial ainda está em análise na assembléia legislativa. No centro da Cidade também podemos encontrar uma filial da Mundial Promotora correspondente bancário representante das maiores instituições bancárias do país cuja matriz está localizado na cidade vizinha, Conceição da Feira.[7]

Turismo e Lazer[editar | editar código-fonte]

Possui como principais pontos turísticos a Igreja de mais de 300 anos, a fonte denominada Fonte da Gameleira sendo que a área ao entorno possui pequenos trechos preservados da Mata Atlântica , a fabrica Cubana de charutos artesanais Menendez & Amerino que se destaca por ser uma das maiores fabricas de charuto do Brasil, os belos jardins e grande arborização que a fizeram ser conhecida como a cidade jardim e a festa do padroeiro no mês de janeiro de cada ano; a cidade também foi incluída na Rota do Charuto que inclui 12 municípios do Recôncavo Baiano para visitas a três fabricas de charuto da região: Dannemman em São Félix , Menendez & Amerino em São Gonçalo dos Campos e Leite Alves em Cachoeira (Bahia) além de uma Casa de Cultura em Cruz das Almas que conta com produtos de pequenos fabricantes da região. No lago da usina hidrelétrica de pedra do cavalo, encontrasse marinas, passeios de barcos e pesca artesanal, a cidade possui um clube recreativo com um parque aquático no distrito de Tapera, o Águas Claras Place Club. A cidade é famosa por suas festas juninas e vaquejadas. É realizado no começo do segundo semestre o festival de inverno de São Gonçalo.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

São Gonçalo dos Campos possui boa infraestrutura básica, cortada pela BA 502 e a BR 101, possui um polo industrial com grandes empresas, bibliotecas, muitas escolas municipais, estaduais e particulares; postos de saúde, escolas de cursos técnicos, hospitais, cine-teatro, e um sistema de transporte coletivo de vans que liga São Gonçalo dos Campos a Feira de Santana diariamente.

Política[editar | editar código-fonte]

Atualmente o prefeito de São Gonçalo dos Campos é Antonio Dessa Cardoso. A cidade pertence a Região Metropolitana de Feira de Santana.

Conurbação e Limites territoriais[editar | editar código-fonte]

O limite municipal de São Gonçalo dos Campos com Feira de Santana ainda é palco de disputas e conflitos políticos, no norte do município o loteamento Ouro Verde no distrito de Tapera, faz limite com o Conjunto Parque Viver em Feira de Santana, a esquerda da BA 502 o povoado de São João Grande está dividido em uma parte que se identifica com Feira de Santana e outra com São Gonçalo dos Campos, sendo considerado indefinido. Embora o Parque Viver, Alameda das Árvores e o loteamento Jardim Aliança esteja sempre associados a Feira e seus moradores se identificam com Feira de Santana, ainda está indefinido esse limite territorial. Do outro lado na BR 101, a disputa é pelo território onde se localiza o centro de distribuição do O Boticário, onde nos mapas do IBGE e Google, está em Feira, mas a prefeitura municipal de São Gonçalo afirma está em seu município, o povoado mais próximo é Mercês, que embora parte de seus moradores se identificam com São Gonçalo, são servidos pelo transporte alternativo municipal de Feira de Santana, a SEI definiu a Boticário como em São Gonçalo, mas todas essas questões ainda estão indefinidas na assembléia legislativa do estado da Bahia.[8] [9]

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

É a cidade natal de Joaquim Tibúrcio Ferreira Gomes, "…o primeiro ministro nomeado para o Supremo Tribunal de Justiça no regime republicano." (Eusébio de Sousa, Tribunal de Apelação do Ceará, síntese histórica; dados biográficos; 1874 - 1945, 1945).

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «IBGE - Censo Brasileiro 2013» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 03 de novembro de 2013.  Texto "sao-goncalo-dos-campos " ignorado (Ajuda)
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 16 de setembro de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 dez. 2012. 
  6. http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=292930
  7. http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=292930
  8. http://humildes.bk2.com.br/noticia/155/moradores-do-limite-entre-feira-de-santana-e-sao-goncalo-querem-definicao-territorial
  9. http://www.jornalgrandebahia.com.br/2013/08/em-feira-de-santana-limites-territoriais-de-municipios-do-territorio-portal-do-sertao-sao-debatidos.html
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.