Manoel Vitorino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o político brasileiro, veja Manuel Vitorino.
Município de Manoel Vitorino
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 30/7/1962
Gentílico manoel-vitorinense[1]
Prefeito(a) Lenilton Pereira Lopes[2] (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Manoel Vitorino
Localização de Manoel Vitorino na Bahia
Manoel Vitorino está localizado em: Brasil
Manoel Vitorino
Localização de Manoel Vitorino no Brasil
14° 08' 42" S 40° 14' 34" O14° 08' 42" S 40° 14' 34" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008 [3]
Microrregião Vitória da Conquista IBGE/2008 [3]
Municípios limítrofes Jequié, Boa Nova, Itagi, Maracás, Mirante e Contendas do Sincorá
Distância até a capital 380 km
Características geográficas
Área 2 400,228 km² [4]
População 14 390 hab. IBGE/2010[5]
Densidade 6 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,566 baixo PNUD/2010 [6]
PIB R$ 44 205,209 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 3 072,15 IBGE/2008[7]
Página oficial

Manoel Vitorino é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2009 era de 14.138 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Seu nome homenageia o governador da Bahia e vice-presidente brasileiro Manuel Vitorino. Seu território pertencia originalmente à Vila Nova do Príncipe e Santana de Caetité e, por sucessivos desmembramentos, veio finalmente a se emancipar de Boa Nova em 1962, da qual foi distrito, primeiro com o nome de Cachoeira de Manoel Roque (em 1936/37), alterado para Imbuíra em 1938.[1]

Sua emancipação ocorre com a Lei estadual nº 1771, de 30 de julho de 1962, composto por dois distritos: a sede e Catingal.[1]

Referências

  1. a b c IBGE. «Histórico de Manoel Vitorino» (PDF). Consultado em 11/11/2010. 
  2. IBGE
  3. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  4. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  5. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 14 de agosto de 2013. 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.