Licínio de Almeida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Licínio de Almeida
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 12 de Abril
Fundação 1962
Gentílico liciniense
Prefeito(a) Dr Fred
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Licínio de Almeida
Localização de Licínio de Almeida na Bahia
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Guanambi IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Pindaí, Jacaraci,Caetité, Ibiassucê, Urandi e Caculé
Distância até a capital 745 km
Características geográficas
Área 843 374 km² [2]
População 12,665 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 14 60 hab,/km²
Altitude 860 m
Clima Tropical (Inverno seco e verão úmido)
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,621 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 43 711,144 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 327,84 IBGE/2008[5]

Licínio de Almeida é um município brasileiro do estado da Bahia, distante cerca de 744 quilômetros da capital. Sua população estimada em 2014 era de 12 965 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Com a construção da Rede Ferroviária Federal S/A, na década de 1940, o arraial Gado Bravo passa a ter um fluxo maior de pessoas, e com isso, surgem mais edificações, ocorrendo desse modo uma rápida aglomeração de casas que serviam de base para os trabalhadores da ferrovia. Nesse rápido crescimento o arraial transformou-se num povoado e logo em 1953, pela lei Estadual nº. 628 o povoado de Gado Bravo foi elevado ao status de Distrito, passando a se chamar Licínio de Almeida em homenagem a um engenheiro que trabalhou nos projetos da construção da estrada de ferro. Com o passar do tempo, esse distrito cresceu e alguns políticos da época almejavam a sua emancipação política. Finalmente em 12 de abril de 1962, através da Lei Estadual nº. 1.670, Diário Oficial de 14 de abril de 1962 criou-se o município de Licínio de Almeida, que hoje conta com uma vila (Duas Passagens), um Distrito (Tauápe) e um povoado (Jurema), além de seis bairros: Matinha, Montanha, Coelba, Gerais, conjunto habitacional do vale do Rio Doce e Potosi e um número significativo de comunidades rurais.

O Município de Licínio de Almeida está distante 745 km de Salvador, sendo ligado a capital pela BR-030, BA-262, BR-324 e BR-116, mantendo fortes vínculos nas áreas comerciais, de serviços e econômico-financeira com as cidades de Guanambi e Caetité.Tem uma área de 843,374 km², limita-se ao norte com Ibiassucê e Caetité, ao sul com Jacaraci, ao oeste com Pindaí e Urandi e a leste com Caculé.

Com altitude de 860 m acima do nível do mar, tem para coordenadas geográficas 14°41´18.6"S de latitude sul e 42°30´'13.1"W de longitude a oeste de Greenwich. Hoje a Lagoa do Gado Bravo, marco histórico, deveria ser preservada, no entanto, a rede de coleta de esgotos de algumas ruas, onde não há estação de tratamento tem como destino final a lagoa. Atualmente o Poder Público Municipal já apresentou projeto de urbanização da referida lagoa, aguardando liberação do poder público federal.

SANTANA, Karla Mychely Teles de M. As políticas públicas e as transformações sócio-espaciais no município de Licínio de Almeida - BA. Caetité, 2007.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SANTANA, Karla Mychely Teles de M. As políticas públicas e as transformações sócio-espaciais no município de Licínio de Almeida - BA. Caetité, 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.