Nova Fátima (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde julho de 2010).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Município de Nova Fátima
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 13 de junho
Fundação 13 de junho de 1989 (29 anos)
Gentílico nova-fatimense
Padroeiro(a) Nossa Senhora de Fátima
CEP 44642-000
Prefeito(a) José Adriano Santos Pereira (PP)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Nova Fátima
Localização de Nova Fátima na Bahia
Nova Fátima está localizado em: Brasil
Nova Fátima
Localização de Nova Fátima no Brasil
11° 36' 21" S 39° 37' 51" O11° 36' 21" S 39° 37' 51" O
Unidade federativa Bahia
Mesorregião Nordeste Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Serrinha IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Capela do Alto Alegre, São Domingos, Gavião, Pé de Serra, Riachão do Jacuípe e Retirolândia.
Distância até a capital 220 km
Características geográficas
Área 371,480 km² [2]
População 8 105 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 21,82 hab./km²
Altitude 298 m
Clima Semiárido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,597 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 23 422,042 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 953,60 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura www.novafatima.ba.gov.br
Câmara www.camara.fatima.ba.io.org.br

Nova Fátima é um município brasileiro do estado da Bahia. Localiza-se a uma latitude 11º36'26" sul e a uma longitude 39º37'55" oeste, estando a uma altitude de 298 metros. Sua população estimada em 2010 7.602 era de habitantes distribuídos 373,672 km² de área territorial do município.

História[editar | editar código-fonte]

O local começou a ser povoado nos anos de 1940. Se destacaram duas grandes fazendas pertencentes a família Guimarães. No ano de 1956 passou a ser chamado de Vila de Fátima. Foi transformado em Distrito com a nome de Nova Fátima, pela Lei Estadual nº 4.033, de 14 de maio de 1982, subordinado ao município de Riachão do Jacuípe.

Foi emancipado pela Lei Estadual nº 5.022 de 13 de junho de 1989[6], desmembrado do Município de Riachão do Jacuípe. Os primeiros Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores foram eleitos em eleição de 15 de novembro de 1989 e tomaram posse de seus respectivos cargos em 1º de janeiro de 1990, com a instalação do município, conforme o art. 12 da Lei Estadual nº 5.183, de 19 de julho de 1989[7].

Administração[editar | editar código-fonte]

Eis os prefeitos que administraram a cidade:

  • Cláudio Ferreira Pereira, Dete e seu vice Augusto Matos 1989-1992
  • Manoel Fernandes Araújo, Fernando de Lourito e seu vice João da Fazenda 1993-1996
  • Cláudio Ferreira Pereira, Dete e sua vice Dinalva Nunes 1997-2000
  • Regina Sélia de Oliveira Cunha, Regina de Amado (PTB) e seu Maria Mendes dos Santos (PTdoB) 2001-2004
  • Regina Sélia de Oliveira Cunha, Regina de Amado (PFL) e seu vice Maria Mendes dos Santos (PFL) 2005-2008
  • Manoel Santos de Oliveira, Manoel do Paradaise (PT) e seu vice José Francisco Pereira, Zé Ilton (PP) 2009-2012
  • Amado Moreira da Cunha (PR) e seu vice José de Assis de Oliveira Porto (DEM) 2013-2016
  • José Adriano Santos Pereira (PP) e seu vice José de Assis de Oliveira Porto (SDD) 2017-2020

A Câmara de vereadores compõe-se por 9 vereadores. Alguns de seus Presidentes foram: Maria Mendes dos Santos (1989-1990); José João de Oliveira (1997-2000); Naum Moraes Carneiro (1999-2001); Josenaldo de Oliveira Porto (2002); Ivan Moraes Carneiro (2003-2004); Antônio Santos de Oliveira (2005-2006); Renato Pereira Soares (2007-2008); José Carlos Santos de Oliveira (2009); Renato Pereira Soares (2010); José Carlos Santos Oliveira (2011-2014); Vagner Gomes da Silva (2015); João Humberto Félix de Souza Junior (2016); Josenaldo de Oliveira Porto (2017-2018).

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1º de julho de 2014. Consultado em 27 de setembro de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 07 de agosto de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. «Legislação do Estado da Bahia». www.jusbrasil.com.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  7. «Legislação do Estado da Bahia». www.jusbrasil.com.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nova Fátima (Bahia)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.