Tanquinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre um município brasileiro. Para outros significados, veja Tanquinho (desambiguação).
Tanquinho
  Município do Brasil  
Símbolos
Hino
Lema Trabalho constante e amor no coração
Gentílico tanquinhense
Localização
Localização de Tanquinho na Bahia
Localização de Tanquinho na Bahia
Mapa de Tanquinho
Coordenadas 11° 58' 44" S 39° 06' 14" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Região metropolitana Região Metropolitana de Feira de Santana
Municípios limítrofes Feira de Santana, Candeal, Serrinha e Santa Bárbara
Distância até a capital 150 km
História
Fundação 14 de agosto de 1958
Administração
Prefeito(a) Luedson Soares Santos (PODE, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 219,849 km²
População total (IBGE/2013[2]) 8 510 hab.
Densidade 38,7 hab./km²
Clima Semiárido
Altitude 240 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 44160-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,597 baixo
PIB (IBGE/2010[4]) R$ 31 259 mil
PIB per capita (IBGE/2010[4]) R$ 3 903,45

Tanquinho é um município brasileiro do estado da Bahia, localizado na Região Metropolitana de Feira de Santana.


Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2013 era de 8.510 habitantes. Fica a cerca de 150 km do município de Salvador e em torno de apenas 36 km do município de Feira de Santana. Tem como principal via de acesso, a BR-324, partindo de Feira de Santana ou de Riachão do Jacuípe, pela direção contrária e a BA-411, uma outra via que tem como próximos os municípios de Candeal a 19 km e Ichu a 30 km.

Tanquinho é muito almejada por pessoas que apreciam turismo ecológico, dos diversos morros e colinas que compõem seu território, o Monte da Emancipação, nome que lhe foi batizado quando da emancipação política do município em 1958, situado às margens da rodovia BR-324 é, sem dúvida, a mais bela elevação rochosa do seu reduto.

O minadouro é um manancial de água potável que historicamente foi o responsável pelo nome do município é outra beleza natural, constituída de um verdadeiro tanque em estruturas rústicas que faz minar água do solo rochoso da região.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «IBGE - Censo Brasileiro 2013». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 3 de novembro de 2013 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 7 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 de dezembro de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.