Cravolândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cravolândia
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 8 de dezembro
Fundação 8 de dezembro de 1962 (Emancipação Política)
Gentílico cravolandense
Prefeito(a) Naelson de Souza Lemos (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Cravolândia
Localização de Cravolândia na Bahia
Cravolândia está localizado em: Brasil
Cravolândia
Localização de Cravolândia no Brasil
13° 21' 32" S 39° 48' 54" O13° 21' 32" S 39° 48' 54" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Jequié IBGE/2008 [1]
Distância até a capital 300 km
Características geográficas
Área 159,645 km² [2]
População 5 042 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 31,58 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,599 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 18 676,906 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 305,06 IBGE/2008[5]
Página oficial

Cravolândia é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2004 era de 5.145 habitantes.

Localizada na região do Caminhos de Jiquiriçá, entre os municípios de Santa Inês e Itaquara, Cravolândia foi emancipada em 1962 e sua história está diretamente ligada ao cultivo do Café Cravo, nos anos 50 do século passado. Produto de exportação, da fazenda Palestina, de propriedade do deputado estadual e empresário, Mário Cravo, pai do escultor Mário Cravo Filho e avô do fotógrafo Mário Cravo Neto, famosos por retratar a Bahia em suas obras. O nome Cravolândia é uma homenagem ao empresário, Mário Cravo, que também foi o primeiro prefeito da cidade. Antes, a localidade era conhecida como “ Olhos D´Água do Carrasco”, nome que foi provavelmente colocado pelos tropeiros que paravam para beber água, negada pelo dono da área e “ Igatiquira”, nome indígena que, dizem os moradores da cidade, significar “onça pequena”. (Fonte: «Viver Bahia: Cravolândia». Consultado em 06 jan. 2012. )

Dentre as festas típicas, destaca-se a de São João, com muito forró e comidas típicas. Em agosto, as festa de Bom Jesus da Lapa e São Roque são marcadas por missas solenes, lavagem, grupos folclóricos e muitas baianas que marcam essas festas tradicionais. Na paisagem local, encontra-se a bela Cachoeira do Inferno, formada pelo Rio Tesoura. (Fonte: «Cravolândia: cidade pequena e aconhegante». Consultado em 06 jan. 2012. )

Breve histórico[editar | editar código-fonte]

Cravolândia foi um povoado que primeiramente pertenceu ao município de Jequiriça e, logo depois, passou a pertencer a Santa Inês. Em 8 de dezembro de 1961, foi feito um plebiscito para a emancipação política de Cravolândia. Este dia ficou conhecido como o “Dia de Sim”. Em 16 de julho de 1962, a emancipação política foi oficializada. O povoado foi elevado à categoria de município com a denominação de Cravolândia, pela Lei Estadual nº 1714, de 16/07/1962.

O primeiro prefeito foi Mário da Silva Cravo, produtor de café, uma pessoa de grande influência no meio político da época, e uma das pessoas que mais contribuiu para emancipação da cidade.

Teve duas denominações até chegar a Cravolândia – Olhos D’Água do Carrasco e Igatiquira. O atual nome do município é uma derivação feita a partir do sobrenome do primeiro prefeito, Mário da Silva Cravo.

Na década de 1960, o município chegou a ser grande produtor de café. Ocorreram pragas, o plantio foi erradicado, sendo retomado nos anos 70, mas não com a mesma força.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.