Conceição do Jacuípe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Conceição do Jacuípe
"Berimbau"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 20 de outubro
Fundação 20 de outubro de 1961 (54 anos)
Gentílico conjacuipense
Prefeito(a) Normélia Maria Rocha Correia (PRB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Conceição do Jacuípe
Localização de Conceição do Jacuípe na Bahia
Conceição do Jacuípe está localizado em: Brasil
Conceição do Jacuípe
Localização de Conceição do Jacuípe no Brasil
12° 19' 37" S 38° 45' 54" O12° 19' 37" S 38° 45' 54" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Centro Norte Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Feira de Santana IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Região Metropolitana de Feira de Santana
Municípios limítrofes Amélia Rodrigues, Coração de Maria, Santo Amaro, Feira de Santana, Terra Nova e Teodoro Sampaio.
Distância até a capital 97 km
Características geográficas
Área 115,680 km² [2]
População 32 761 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 283,2 hab./km²
Altitude 248 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,663 médio PNUD/2010 [4]
Gini 0,48 PNUD/2010[5]
PIB R$ 533 024 mil IBGE/2010[6]
PIB per capita R$ 17 694,93 IBGE/2010[6]
Página oficial

Conceição do Jacuípe está localizado na porção norte do Recôncavo Baiano e é um município da Região Metropolitana de Feira de Santana, no estado da Bahia, no Brasil. É conhecido popularmente como Berimbau. Foi desmembrado do município de Santo Amaro. Sua população é de 32 761 habitantes segundo estimativa de 2013 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo o quarto mais populoso da região metropolitana. O município é famoso pelas suas festas juninas.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O topônimo originou-se da adoção da santa padroeira, Nossa Senhora da Conceição, e da nascente do Rio Jacuípe. "Jacuípe" é originário do tupi antigo îaku'ype, que significa "no rio dos jacus" (îaku, jacu, 'y, rio, pe, em).[7]

História[editar | editar código-fonte]

Por volta do ano 1000, a região foi invadida por povos tupis procedentes da Amazônia, que expulsaram os habitantes originais tapuias para o interior do continente. No século XVI, a região era habitada pela tribo tupi dos tupinambás.[8]

O povoamento de origem europeia de seu território teve início no século XVII, por portugueses que ali se estabeleceram, instalando engenhos e desenvolvendo a cultura da cana-de-açúcar. Em 1898, com a instalação de uma casa comercial, formou-se o arraial de Baixa do Jacuípe. Conceição do Jacuípe é "batizada" como Berimbau devido à feirinha surgida em 1914, que servia para a comercialização de pequenos produtos, sendo visitada por violeiros, pandeiristas e tocadores de berimbau, surgindo, entre eles, um que fez uma trova cujo final falava da "Feira de Berimbau". Deste acontecimento, surgiu o segundo nome do local - "Feira de Berimbau".

Em 30 de dezembro de 1953, foi assinada a Lei 628, que transformou o povoado de Berimbau em Vila de Conceição do Jacuípe, subordinada ao município de Santo Amaro. Em 20 de outubro de 1961, o então governador Juracy Montenegro Magalhães assinou a Lei 1 531 que criou o município de Conceição do Jacuípe, desmembrado do município de Santo Amaro.

Cultura[editar | editar código-fonte]

A cultura da cidade está basicamente ligada ao berimbau e ao samba de roda, com o grupo "Raízes da Pindoba".

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Conceição do Jacuípe

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «IBGE - Censo Brasileiro 2013» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 30 de setembro 2013.  Texto "conceicao-do-jacuipe " ignorado (Ajuda)
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 23 de agosto de 2013. 
  5. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (2010). «Perfil do município de Conceição do Jacuípe - BA». Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Consultado em 4 de março de 2014. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 dez. 2012. 
  7. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigoː a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2103. p. 578.
  8. BUENO, E. Brasilː uma História. 2ª edição. São Paulo. Ática. 2003. p. 19.
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.