José Martiniano Pereira de Alencar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de José Martiniano de Alencar)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o escritor, veja José de Alencar.
José Martiniano Pereira de Alencar
Nascimento 16 de outubro de 1794
Crato
Morte 15 de março de 1860 (65 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Progenitores Mãe:Bárbara de Alencar
Filho(s) José de Alencar, Leonel Martiniano de Alencar
Ocupação jornalista, político, sacerdote

José Martiniano Pereira de Alencar (Crato, 16 de outubro de 1794Rio de Janeiro, 15 de março de 1860) foi um padre, jornalista e político brasileiro. É o pai do escritor José de Alencar e do diplomata Leonel Martiniano de Alencar, barão de Alencar.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ao lado da mãe Bárbara de Alencar e dos irmãos Tristão Gonçalves e Carlos José dos Santos, tomou parte da revolução de 1817 e da Confederação do Equador (1824). Foi senador pela província do Ceará de 2 de maio de 1832 até sua morte e, durante seu mandato vitalício de senador, foi presidente da província do Ceará por duas vezes, de 6 de outubro de 1834 a 25 de novembro de 1837 e de 20 de outubro de 1840 a 6 de abril de 1841. Em 1834 fundou em Fortaleza a Loja maçônica "União e Beneficência".[1]

A Casa de José de Alencar é um monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. O local fica em Messejana e foi a residência particular de José de Alencar no período em que foi presidente do estado.

Referências

  1. MAGALHÃES, Zelito Nunes (2008). História da Maçonaria do Ceará. Fortaleza: Grande Loja Maçônica do Estado do Ceará. 17 páginas 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Inácio Correia de Vasconcelos
Presidente da província do Ceará
1834 — 1837
Sucedido por
João Facundo de Castro Meneses
Precedido por
João Facundo de Castro Meneses
Presidente da província do Ceará
1840 — 1841
Sucedido por
João Facundo de Castro Meneses