Mesorregião do Sul e Sudoeste de Minas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sul e Sudoeste de Minas
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregiões limítrofes Zona da Mata; Campo das Vertentes; Oeste de Minas; Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba; Sul Fluminense (RJ); Ribeirão Preto (SP); Campinas (SP); Macro Metropolitana Paulista (SP); Vale do Paraíba (SP)
Área 49.523,893 km²
População 2.463.618 hab. est. 2006
Densidade 49,7 hab/km²
Indicadores
PIB R$ 16.288.607.550,00 IBGE/2003
PIB per capita R$ 6.907,68 IBGE/2003

A mesorregião do Sul e Sudoeste de Minas é uma das doze mesorregiões do estado brasileiro de Minas Gerais. É formada pela união de 146 municípios agrupados em dez microrregiões.[1]

O Sul de Minas apresenta grandes altitudes e um clima ameno, fortemente influenciado pela serra da Mantiqueira. A economia é altamente agrícola, com destaque para as plantações de café, apesar de estar se tornando um importante polo nacional de desenvolvimento tecnológico e industrial.

A primeira cidade da região foi Campanha, que conta até os dias atuais com casarões históricos da época do império.

O povoamento teve início no século XVIII por bandeirantes paulistas como Fernão Dias e cresceu no início do século XIX com a chegada de ondas de imigrantes italianos e comerciantes sírio-libaneses.

Parte dessa região só foi adicionada à Capitania das Minas Gerais 44 anos após a criação da capitania (em 1720 com a revolta de Vila Rica). Essa anexação ocorreu em 24 de setembro de 1764 com governador de Minas Gerais, Luís Diogo Lobo da Silva, que anexou a margem esquerda dos rios Grande e Sapucaí estendendo os limites da capitania, aproximadamente, até a divisa com o atual estado de São Paulo. Porém essa região continuou pertencendo à Diocese de São Paulo. A região apresenta cidades de destaque na desenvolvimento humano estadual, segundo o ranking do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal 2010 (IDHM), divulgado em 29 de Julho de 2013; dos 10 municípios mineiros mais bem colocados no ranking, 5 são do Sul e Sudoeste.

Algumas cidades da região recentemente estão sofrendo intensa industrialização, como Pouso Alegre, Extrema, Poços de Caldas, Itajubá, Paraisópolis e Ouro Fino.

Microrregiões[editar | editar código-fonte]

População[editar | editar código-fonte]

Segundo o censo de 2010, a região contava naquele ano com 16 municípios cuja população era superior a 30 mil habitantes:[2]

Turismo[editar | editar código-fonte]

O Sul de Minas é a região que mais recebe turistas no estado, desde as suas terras altas na Serra da Mantiqueira e Circuito das Águas até a região do Lago de Furnas.[carece de fontes?]

Referências

  1. Meso e Microrregiões do IBGE (PDF) p. 11-14. Governo do Estado de Minas Gerais. Página visitada em 25 de setembro de 2012.
  2. Sinopse do Censo Demográfico 2010 - Minas Gerais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 18 de abril de 2013.