Capital regional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Capital regional é um nível da hierarquia urbana do Brasil definido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na publicação de 2007 Regiões de Influência das Cidades (REGIC). Segundo o estudo, elas polarizam uma parcela da região onde se encontram, influenciam inúmeras pequenas e médias cidades, bem como as áreas rurais ao seu redor.[1] Estre as capitais regionais ainda há uma distinção, separando-as em três categorias: A, B e C (da mais influente para a menos). Como exemplos temos:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Regiões de influência das cidades» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 16 de novembro de 2015. Consultado em 16 de novembro de 2015 
  2. «Histórico de Feira de Santana» 
  3. «Barreiras - A Capital do Oeste Baiano». riodeondas. Site rio de ondas. 2010. Consultado em 5 de Janeiro de 2011 
  4. Wagner Pamplona (9 de junho de 2015). «Barreiras, Cidade Polo Regional». iOeste. Consultado em 15 de julho de 2017 
  5. Adam Cunha (26 de outubro de 2016). «Economia de Sobral é referência». Diário do Nordeste. Consultado em 15 de julho de 2017 
  6. «REGIC Regiões de Influência das Cidades». A Rede Urbana. 26 de janeiro de 2016. Consultado em 15 de julho de 2017 
  7. EMPETUR (13 de janeiro de 2017). «Caruaru a opção para conhecer o agreste e o melhor do artesanato». Gshow. Consultado em 15 de julho de 2017 
  8. adm (16 de julho de 2016). «Cascavel Pr». Conhecimento Geral. Consultado em 8 de setembro de 2017 


Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.